Pedro Ricardo Barreto Jimeno

Pedro Ricardo Barreto Jimeno
Cardeal da Igreja Católica
Arcebispo de Huancayo
Presidente da Rede Eclesial Pan-Amazônica - REPAM
Hierarquia
Papa Francisco
Superior-geral Arturo Sosa Abascal
Atividade eclesiástica
Congregação Companhia de Jesus
Diocese Arquidiocese de Huancayo
Nomeação 17 de julho de 2004
Entrada solene 5 de setembro de 2004
Predecessor Dom José Paulino Ríos Reynoso
Mandato 2004 - atualidade
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 18 de dezembro de 1971
Lima
Nomeação episcopal 21 de novembro de 2001
Ordenação episcopal 1 de janeiro de 2002
Igreja de São Pedro, Lima
por Dom José María Izuzquiza Herranz, S.J.
Nomeado arcebispo 17 de julho de 2004
Brasão arquiepiscopal
Coat of arms of Pedro Barreto.svg
Cardinalato
Criação 28 de junho de 2018
por Papa Francisco
Ordem Cardeal-presbítero
Título Santos Pedro e Paulo na Via Ostiense
Brasão
Coat of arms of Pedro Ricardo Barreto Jimeno.svg
Lema En todo amar y servir
Dados pessoais
Nascimento Lima
12 de fevereiro de 1944 (77 anos)
Nacionalidade peruano
dados em catholic-hierarchy.org
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Pedro Ricardo Barreto Jimeno, S.J. (Lima, 12 de fevereiro de 1944) é um cardeal peruano da Igreja Católica. Ele é arcebispo de Huancayo desde 2004.

BiografiaEditar

Barreto nasceu em Lima, no Peru, em 12 de fevereiro de 1944 e entrou no noviciado jesuíta. Ele estudou filosofia na faculdade jesuíta em Alcalá de Henares, Espanha, e teologia em Lima. Foi ordenado presbítero da Companhia de Jesus em 18 de dezembro de 1971 e recebeu seus votos finais como jesuíta em 3 de outubro de 1976.[1]

Em 21 de novembro de 2001, o Papa João Paulo II nomeou-o bispo-titular de Acufida e vigário apostólico de Jaén no Peru.[2] Ele foi consagrado bispo em 1 de janeiro de 2002, por José María Izuzquiza Herranz, S.J., vigário-emérito de Jaén, coadjuvado por Luis Armando Bambarén Gastelumendi, S.J., prelado de Chimbote e por Rino Passigato, núncio apostólico no Peru.[3]

Em 17 de julho de 2004, João Paulo II nomeou-o arcebispo de Huancayo[4] e ele foi instalado lá em 5 de setembro.

Ele chefiou a Seção de Justiça e Paz da Conferência Episcopal Latino-Americana. Ele lutou contra o impacto da mineração sobre o impacto ambiental em La Oroya.[5]

Em 29 de setembro de 2012, o Papa Bento XVI fez dele um membro do Pontifício Conselho Justiça e Paz.[6]

Em 20 de maio de 2018, o Papa Francisco anunciou que o criaria cardeal no consistório de 29 de junho,[7] quando recebeu o barrete cardinalício e o título de cardeal-presbítero de Santos Pedro e Paulo na Via Ostiense, de onde tomou posse em 10 de março de 2019.[3][8] Participou do Sínodo dos Bispos para a Região Pan-Amazônica, como delegado-presidente.[3]

Durante a Pandemia de COVID-19, realizou diversos trabalhos para a arrecadação de fundos para a aquisição de usinas de oxigênio. Por meio da campanha "Quero viver, tenho falta de oxigênio", a Arquidiocese de Huancayo conseguiu arrecadar mais de um milhão de soles peruanos (cerca de 250.000) para reforçar o atendimento aos pacientes COVID-19 na região. Ele garantiu que "a comissão técnica avaliou vários pró-formas e está decidindo adquirir as usinas de oxigênio da Pontifícia Universidade Católica do Peru (PUCP) porque a entrega será feita em menos tempo. Até mesmo os engenheiros da PUCP treinarão as equipes Huancayo e Jauja para colocar as respectivas equipes em operação."[9]

Referências

  1. «Annuncio di Concistoro il 29 giugno per la creazione di nuovi Cardinali, 20.05.2018» (Nota de imprensa) (em italiano). Holy See Press Office. 20 de maio de 2018. Consultado em 20 de maio de 2018 
  2. «Rinunce e Nomine, 21.11.2001» (Nota de imprensa) (em italiano). Holy See Press Office. 21 de novembro de 2001. Consultado em 20 de maio de 2018 
  3. a b c The Cardinals of the Holy Roman Church
  4. «Rinunce e Nomine, 17.07.2004» (Nota de imprensa) (em italiano). Holy See Press Office. 17 de julho de 2004. Consultado em 20 de maio de 2018 
  5. Pittaro, Esteban (20 de maio de 2018). «Cuando Bergoglio le enseñó Buenos Aires al cardenal Pedro Barreto». Alteia (em espanhol). Consultado em 20 de maio de 2018 
  6. «Rinunce e Nomine, 29.09.2012» (Nota de imprensa) (em italiano). Holy See Press Office. 29 de setembro de 2012. Consultado em 20 de maio de 2018 
  7. Tornielli, Andrea (20 de maio de 2018). «Concistoro a giugno, ecco i nuovi cardinali di Francesco» (em italiano). La Stampa. Consultado em 20 de maio de 2018 
  8. Catholic Hierarchy
  9. «El cardenal Barreto moviliza a la Iglesia peruana para afrontar la pandemia: «Aquí hay una experiencia muy dura»». Ecclesia Revista (em espanhol). 12 de agosto de 2020. Consultado em 9 de setembro de 2020 

Ligações externasEditar


Precedido por
Louis Phạm Văn Nẫm
 
Bispo-titular de Acufida

20012004
Sucedido por
Vincent Barwa
Precedido por
José María Izuzquiza Herranz, S.J.
 
Vigário apostólico de Jaén no Peru

20012004
Sucedido por
Santiago María García de la Rasilla Domínguez, S.J.
Precedido por
José Paulino Ríos Reynoso
 
Arcebispo de Huancayo

2004
Sucedido por
incumbente
Precedido por
Ricardo Jamin Vidal
 
Cardeal-presbítero de
Santos Pedro e Paulo na Via Ostiense

2018
Sucedido por
incumbente