Pero Barreto de Magalhães

Pêro Barreto de Magalhães(1479- Ponte da Barca, 1 Março de 1510- aguada de Saldanha, África do Sul) foi um navegador português que partiu de Lisboa para a Índia em 18 Maio de 1505 na frota de Pêro de Anaia, com o objetivo de edificar a fortificação de Sofala, em Moçambique, a primeira fortificação europeia na África Oriental. Fins de Outubro de 1505, partiu de Sofala com três naus foram enviadas para as Índias, levando carta de Pêro de Anaia para o vice-rei das Índias, Francisco de Almeida. Ingressou na frota comandada por Lourenço de Almeida. Era primo segundo do navegador Fernão de Magalhães [1]. Particiou ativamente na Batalha de Chaul. Havia duas opções estratégicas: ou bombardear os navios egípcios ou tomá-los de assalto. O mestre artilheiro de Lourenço, o alemão Michel Arnau, propôs uma solução simples: “Não arrisque a si mesmo ou a seus homens, porque o que você quer pode ser feito sem qualquer perigo e, se não, […] você pode mandar que cortem minhas mãos”. Entretanto, a sombra do fracasso em Dabul ainda pairava. Ávidos por conquistar honra e riqueza, […] não deram atenção ao conselho do alemão. Decidiram pela abordagem, de modo que pudessem ganhar a glória com a ponta da espada”. É possível que Pero Barreto, o segundo na linha de comando e dotado de cabeça mais fria, tivesse apoiado Arnau. Foram voto vencido [2] Na Batalha de Diu, participou como capitão da Grande Nau Taforeia Grande, a segunda maior nau da armada do vice-rei Dom Francisco de Almeida. Faleceu na viagem de retorno a Portugal, na Baia de Saldanha, em escaramuça com cafres, junto a Dom Francisco de Almeida e mais 70 portugueses.

Pero Barreto de Magalhães

Referências

  1. «Cópia arquivada». Consultado em 19 de fevereiro de 2023. Cópia arquivada (PDF) em 13 de abril de 2009 
  2. Crowley, Roger. capítulo 13 (Três dias em Chaul)

Bibliografia editar

  • Costa, Mário Augusto, Como fizeram os portugueses em Moçambique, p. 25, J. Rodrigues, 1928.
  • Castanheda, Fernão Lopes de. História do Descobrimento e Conquista da Índia pelos Portugueses, Lello e irmãos, Porto, 1979.
  • Crowley, Roger. Conquistadores. Editora Planeta do Brasil, 2016.

Ver também editar