Phil Spector

produtor musical e compositor americano

Phil Spector, nome artístico de Harvey Philip Spector (Nova Iorque, 26 de dezembro de 1939French Camp, 16 de janeiro de 2021) foi um produtor, músico e compositor americano que desenvolveu o Wall of Sound.

Phil Spector
Spector em 2000
Informação geral
Nome completo Harvey Phillip Spector
Nascimento 26 de dezembro de 1939
Local de nascimento Bronx, Nova Iorque
Estados Unidos
Morte 16 de janeiro de 2021 (81 anos)
Local de morte French Camp, Califórnia, Estados Unidos
Gênero(s) Pop, girl group, rock, punk
Instrumento(s) Guitarra, piano
Período em atividade 1958-2009
Outras ocupações produtor musical, compositor e músico
Gravadora(s) Philles Records
Afiliação(ões) The Ronettes
The Crystals
Darlene Love
The Righteous Brothers
John Lennon
The Teddy Bears
Ike & Tina Turner
George Harrison
Ramones
The Beatles
Leonard Cohen
Ben E. King
Página oficial philspector.com

De origem judaica, Phil Spector foi um dos líderes da onda das girl groups dos anos 1960, e produziu mais de vinte e cinco hits na parada Top 40 entre 1960 e 1965, escrevendo ou coescrevendo muitos deles a artistas como The Ronettes e The Crystals. Após 1965, colaborou com os Beatles, John Lennon, George Harrison, Leonard Cohen, Dion DiMucci e os Ramones no final dos anos 1970. A partir da década de 1980, Spector permaneceu praticamente inativo.

Na década de 2000, ele se tornou famoso devido a dois julgamentos por homicídio e a uma condenação por homicídio em segundo grau.[1]

CarreiraEditar

Phil Spector é muitas vezes considerado o primeiro produtor a atuar como coautor. Era o diretor criativo, compunha, escolhia o material, supervisionava os arranjos e planejava todas as fases do processo de gravação. Inúmeros artistas mais tarde citariam seu trabalho como uma grande influência.

A canção de 1965 "You've Lost That Lovin' Feeling", produzido e coescrito por Spector para os Righteous Brothers, é listado pelo BMI como a música que mais vezes tocou nas rádios dos Estados Unidos no século XX.[2] Em 1989, foi introduzido ao Rock and Roll Hall of Fame na categoria Ahmet Ertegun Award.[3] Em 2004, a revista Rolling Stone classificou Phil Spector na posição 63º em sua lista dos "Maiores Artistas de Todos os Tempos".[4] Em 2008, o The Washington Times considerou Spector o segundo maior produtor de discos na história da música.

JustiçaEditar

Em 13 de abril de 2009, Phil Spector foi declarado culpado de homicídio, no caso da morte de uma atriz em sua mansão, ocorrida seis anos antes.[5] Os promotores disseram que Spector alvejou e matou a atriz Lana Clarkson em sua mansão na madrugada de 3 de fevereiro de 2003, após tê-la conhecido horas antes na discoteca em que a mulher trabalhava. O ex-motorista de Spector revelou ao júri que na noite da morte de Lana, encontrou seu patrão com uma pistola e a mão ensanguentada, antes de dizer: "acho que matei alguém". Phil Spector foi sentenciado em maio de 2009, de 19 anos de prisão a prisão perpétua, sentença a rever em 2025.[6]

Em 2013 foi lançado o telefilme Phil Spector que trata do primeiro julgamento.

MorteEditar

Spector morreu em 16 de janeiro de 2021, aos 81 anos, após ficar internado desde 31 de dezembro de 2020 no San Joaquin General Hospital, em French Camp, Califórnia, por complicações da COVID-19.[7][8]

DiscografiaEditar

Álbuns
Musícas

Referências

  1. «Veja imagens das celebridades fichadas pela polícia». Brasil Online. Universo Online. Consultado em 17 de janeiro de 2021 
  2. «BMI Announces Top 100 Songs of the Century». BMI.com (em inglês). 13 de dezembro de 1999. Consultado em 17 de janeiro de 2021 
  3. «PHIL SPECTOR» (em inglês). Rock and Roll Hall of Fame. Consultado em 17 de janeiro de 2021 
  4. Stone, Rolling; Stone, Rolling (3 de dezembro de 2010). «100 Greatest Artists». Rolling Stone (em inglês). Consultado em 17 de janeiro de 2021 
  5. «Phil Spector é condenado por homicídio doloso». Estadão.com.br. Consultado em 10 de março de 2013 
  6. «Título ainda não informado (favor adicionar)» 
  7. Morris, Chris (17 de janeiro de 2021). «Phil Spector, Wall of Sound Music Producer and Murderer, Dies at 81». Variety (em inglês). Consultado em 17 de janeiro de 2021 
  8. Grimes, William (17 de janeiro de 2021). «Phil Spector, Famed Music Producer Imprisoned in Slaying, Dies at 81». The New York Times (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 

Ligações externasEditar

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre Phil Spector:
  Citações no Wikiquote
  Categoria no Commons

Relacionadas à músicaEditar

Relacionadas ao crimeEditar