Abrir menu principal
Plataforma 10 metros
Diver2.jpg
O atleta Arvid Spangberg mergulha da plataforma nos Jogos Olímpicos de 1908.
Olímpico desde:
Homens
1904 (Individual)
2000 (Sincronizado)
Olímpico desde:
Senhoras
1912 (Individual)
2000 (Sincronizado)
Desporto: Saltos ornamentais
Desportos aquáticos
Praticado por: Ambos os sexos
Campeões Olímpicos
Pequim 2008
Individual
Homens
M. Mitcham
 Austrália
Senhoras
Chen R.
 China
Equipas
Homens
 China
(sincronizados)
Senhoras
 China
(sincronizados)
Campeões do Mundo
Melbourne, 2007
Individual
Homens
G. Galperin
 Rússia
Senhoras
Xin W.
 China
Equipas
Homens
 China
(sincronizados)
Senhoras
 China
(sincronizados)


A plataforma de 10 metros é uma prova olímpica de saltos ornamentais, disputada por ambos os sexos, individualmente ou por equipas (saltos sincronizados).

Nesta prova, o salto é efectuado a partir de uma plataforma localizada a 10 metros de altura, com 3 metros de largura e 6 metros de comprimento.[1]. A superfície da plataforma deve ser rígida e fixa e revestida por um material antiderrapante. A frente da plataforma projecta-se a pelo menos 1,50 metros do bordo da piscina. A profundidade da água na zona do salto tem que ser de pelo menos quatro metros.

De acordo com as regras da FINA [2], todas as competições oficiais são compostas por uma ronda de eliminatórias, meias-finais e finais. São apurados para a meia-final as 18 melhores pontuações da ronda qualificaória; os finalistas serão os 12 melhores classificados da meia-final. As pontuações de uma fase da competição não transitam para a seguinte.

O atleta por dar início ao seu salto de três formas diferentes[1]: corrida preparatória, posição estática invertida ou posição estática em pé. Após este momento, é efectuado o salto, de acordo com uma coreografia pré-treinada e que pode ser livre ou de acordo com pre-requisitos obrigatórios. Os saltos são pontuados numa escala de 0 a 10, por sete juízes.

HistóriaEditar

A plataforma de 10 metros faz parte do programa olímpico desde os Jogos de St Louis em 1904. O primeiro campeão olímpico foi George Sheldon dos Estados Unidos. Os EUA são o país com maior número de medalhas olímpicas nesta competição, dominado quase todos os eventos olímpicos. A excepção foi o italiano Klaus Dibiasi que ganhou três medalhas de ouro consecutivas, entre os Jogos de 1968 e os Jogos de Montreal em 1976. Nos últmos anos, a República Popular da China tem-se afirmado nesta competição, quer nos eventos masculinos, como nos eventos femininos.

O evento feminino foi introduzido nos Jogos de Estocolmo em 1912. A medalha de ouro foi para a sueca Greta Johansson. Tal como na prova de senhoras, os Estados Unidos dominaram as edições olímpicas até aos anos oitenta, quando as mergulhadoras chinesas, em particular Fu Mingxia, começaram a arrecadar a maioria das medalhas.

Os saltos sincronizados da plataforma de 10 metros foram introduzidos no programa olímpico nos Jogos de Sydney em 2000.

Alguns saltadores famososEditar

Referências