Pobeda Airlines

Pobeda Airlines LCC, simplesmemte conhecida como Pobeda (em russo: Победа), é uma companhia aérea de baixo custo e uma subsidiária integral da Aeroflot, a companhia aérea de bandeira e a maior companhia aérea da Rússia.[1] Ela opera serviços regulares para destinos domésticos e internacionais, principalmente a partir de seu hub é o Aeroporto Internacional de Vnukovo.[2]

Pobeda Airlines
IATA DP
ICAO PBD
Indicativo de chamada POBEDA
Fundada em 16 de setembro de 2014
Principais centros
de operações
Frota 43
Destinos 67
Sede Moscou, Rússia
Pessoas importantes
  • Andrey Kalmykov (CEO)
Sítio oficial www.pobeda.aero

Desde o início das operações no final de 2014, a Pobeda é considerada uma das companhias aéreas de crescimento mais rápido na Rússia e na Europa em 2019,[3][4] tornando-se a terceira maior companhia aérea da Rússia em fevereiro de 2019,[5] transportando 689.100 passageiros em janeiro 2019,[6] uma melhoria de 43,7 por cento em relação ao mês do ano passado, e tendo um valor declarado de US $ 800 milhões.[7]

HistóriaEditar

A empresa Budget Carrier, LLC foi registrada em 16 de setembro de 2014 com a Aeroflot como única acionista. É a segunda tentativa da Aeroflot de formar uma transportadora de baixo custo, depois da Dobrolet, que encerrou as operações em agosto de 2014. Pobeda recebeu um certificado de operador aéreo em 11 de novembro de 2014, e comercializou seu vôo inaugural em 1 de dezembro do mesmo ano,[8] de Moscou-Vnukovo para Volgogrado. A transportadora ultrapassou 2 milhões de passageiros em setembro de 2015, após nove meses de operação.[9]

A companhia aérea esperava introduzir um serviço de Moscou para Bratislava em outubro de 2015,[10] mas a Agência Federal de Transporte Aéreo Russa recusou um pedido para operar voos internacionais, já que a companhia aérea tem que operar internamente por pelo menos dois anos primeiro.[11] O Aeroporto de Bratislava e Pobeda, no entanto, anunciaram o lançamento do primeiro voo internacional para Bratislava, a ser iniciado em 19 de dezembro de 2015. A Pobeda também comercializa seu serviço de Moscou a Viena, Áustria, por meio de um esquema fly-and-ride, com uma viagem de ônibus de Bratislava a Viena incluída como parte do serviço.[9]

Em dezembro de 2015, a Pobeda cancelou sua rota planejada para Salzburgo depois de apenas 34 ingressos terem sido vendidos.[12]

Em agosto de 2018, a Pobeda anunciou que ao registo de passageiros em aeroportos estrangeiros será cobrada uma taxa de 25 euros por pessoa.[13] Isso causou um grande clamor público e, em dezembro de 2018, o Gabinete do Promotor de Transporte Inter-regional de Moscou entrou com uma ação contra a decisão da companhia aérea.[14]

Em outubro de 2019, o tribunal decidiu que a companhia aérea deveria cancelar a taxa de registro de passageiros em aeroportos estrangeiros.[15] Em resposta, a Pobeda anunciou um aumento de 40% nos preços dos ingressos do exterior.[16]

Em agosto de 2021, Andrey Kalmykov, CEO da Pobeda, apresentou um ponto de vista cético sobre o auxílio estatal às companhias aéreas russas, descrevendo quaisquer cancelamentos e proibições de rotas aéreas e destinos como riscos comerciais.[17]

FrotaEditar

 
Um Boeing 737-800 da Pobeda Airlines

A frota da Pobeda Airlines consiste nas seguintes aeronaves (Novembro de 2020):[18][19]

Frota da Pobeda Airlines
Aeronaves Em Serviço Ordens Passageiros Notas
Boeing 737-800 43 38 189 A ser transferido para a Aeroflot.[20]
Total 43 38

Referências

  1. Blachly, Linda (1 de setembro de 2015). «Russia's Aeroflot to acquire Transaero Airlines». Air Transport World. Cópia arquivada em 2 de setembro de 2015 
  2. Расписание полетов [Timetables] (em russo). Победа. 1 de novembro de 2014. Consultado em 1 de novembro de 2014. Cópia arquivada em 31 de outubro de 2014 
  3. Morris, Hugh (15 de outubro de 2019). «Revealed: Europe's fastest growing airline (and you've probably never heard of it)». The Telegraph (em inglês). ISSN 0307-1235. Consultado em 20 de dezembro de 2019 
  4. Times, The Moscow (16 de outubro de 2019). «Russia's Pobeda Named Europe's Fastest-Growing Airline». The Moscow Times (em inglês). Consultado em 20 de dezembro de 2019 
  5. ES (15 de fevereiro de 2019). «Moscow's Vnukovo demonstrated 11.6% traffic growth in January». Russian Aviation Insider (em inglês). Consultado em 20 de dezembro de 2019 
  6. ES (27 de fevereiro de 2019). «Aeroflot Group's January passenger traffic up by 14.5 per cent». Russian Aviation Insider (em inglês). Consultado em 20 de dezembro de 2019 
  7. ES (21 de novembro de 2019). «The value of Russia LCC Pobeda is now US$800 million, Aeroflot boss claims». Russian Aviation Insider (em inglês). Consultado em 20 de dezembro de 2019 
  8. (Nota de imprensa) (em russo). Pobeda. 11 de novembro de 2014 http://www.pobeda.aero/ru/company/news/2014/11/11/news111114/. Cópia arquivada em 12 de novembro de 2014  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  9. a b (Nota de imprensa) (em russo). Pobeda. 12 de novembro de 2015 http://www.pobeda.aero/ru/company/news/2015/2015/11/12/12112015/. Cópia arquivada em 14 de novembro de 2015  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  10. «Crossing Borders?». Airliner World: 10. Outubro de 2015 
  11. «Red Light for Pobeda». Airliner World: 10. Novembro de 2015 
  12. austrianaviation.net – "Salzburg: Only 34 Pobeda bookings" Arquivado em 2015-12-15 no Wayback Machine (German) 14 December 2015
  13. Ведомости (8 de agosto de 2018). «"Победа" будет брать 25 евро за регистрацию в зарубежных аэропортах». www.vedomosti.ru. Consultado em 16 de outubro de 2019 
  14. «На авиакомпанию "Победа" подали в суд из-за платной регистрации на рейсы». snob.ru. Consultado em 16 de outubro de 2019 
  15. «Прокуратура через суд добилась отмены платной регистрации для пассажиров "Победы"». 8 de outubro de 2019 
  16. Ведомости (15 de outubro de 2019). «"Победа" поднимает в среднем на 40% цены на рейсы в Россию». www.vedomosti.ru. Consultado em 16 de outubro de 2019 
  17. «Глава Победы выступил против господдержки авиакомпаний» (em russo). RBK Group. 15 de agosto de 2021 
  18. «Global Airline Guide 2017 (Part Two)». Airliner World: 30 
  19. «Pobeda Fleet Detail and History». Planespotters.net. 2018. Consultado em 31 de outubro de 2018 
  20. «Rossiya To Take All Of Aeroflot's Sukhoi SJ100s By 2022». Simple Flying (em inglês). 30 de novembro de 2020. Consultado em 8 de outubro de 2021