Abrir menu principal

O Governo de Serra Leoa é a autoridade governante da República de Serra Leoa, conforme estabelecido pela Constituição de 1991. O Estado é dividido em três poderes: o executivo, legislativo e o judiciário. A sede do governo é na capital, Freetown, a política tem lugar num quadro de uma república presidencial representativo, em que o Presidente de Serra Leoa é tanto chefe de estado como chefe de governo, sendo o país multi-partidário. O poder executivo é exercido pelo presidente. O poder legislativo é exercido pela Parlamento da Serra Leoa.

Serra Leoa
Coat of arms of Sierra Leone.svg

Este artigo é parte da série:
Política e governo da
Serra Leoa



 · Atlas

O Judiciário da Serra Leoa é independente do executivo e legislativo. Os direitos civis e liberdade de religião são respeitados. A imprensa crítica continua a operar, embora o governo tenha intervido por supostas reportagens imprecisas, utilizando o 1965 Public Order Act, que criminaliza a difamação.

Serra Leoa é dividido em províncias, distritos e "chiefdoms". São três províncias rurais, além de uma cidade capital da província administrativa. Há, então, 14 distritos - 12 rurais, 2 para a capital Freetown.

O país é dividido em 149 tribos,[1] cuja liderança é hereditária, e a união das tribos elege o governo local.[1] O Banco Mundial patrocinou a criação de conselhos locais eleitos em 2004 .[1]

  1. a b c Tristan Reed and James A. Robinson, The Chiefdoms of Sierra Leone, Scholar, Harvard University, 15 July 2013, Document available online, accessed 30 April 2014