Polo UFSC

O POLO (ou Laboratórios de Pesquisa em Refrigeração e Termofísica) da Universidade Federal de Santa Catarina é uma instituição brasileira de pesquisa científica e desenvolvimento tecnológico na área de engenharia mecânica. Tem sede no campus da UFSC na cidade de Florianópolis, Santa Catarina, desde 1982.[1]

Laboratórios de Pesquisa em Refrigeração e Termofísica
(POLO)
Fundação 1982
Propósito Pesquisa e desenvolvimento em Engenharia Mecânica
Sede Florianópolis
 Santa Catarina
Filiação UFSC
Sítio oficial polo.ufsc.br

HistóriaEditar

O laboratório surgiu em 1982 quando professores do departamento de engenharia mecânica da UFSC, interessados nos estudo de ciências térmicas, decidiram unir esforços.[2] Dentre os pesquisadores estava o Professor Cláudio Melo.[3] O surgimento de tal grupo de pesquisa foi rapidamente endossado pela colaboração com a empresa catarinense Embraco (de Joinville).[1]

Sede do INCT-RTEditar

Os Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia (INCTs) são conglomerados de pesquisa multicêntricos brasileiros com o objetivo desses centros é desenvolver a pesquisa e criar patentes para o país. Desde 2009, o Polo é a sede do INCT em Refrigeração e Termofísica[4] As instituições afiliada são Instituto Federal de Santa Catarina, a Universidade Federal do Paraná, a Universidade Tecnológica Federal do Paraná, a Universidade Estadual de Maringá, a Universidade Federal Fluminense e a Universidade Federal de Minas Gerais.

Credenciamento EmbrapiiEditar

A Embrapii é uma organização social filiada ao MCTI e MEC que busca cooperação entre instituições de pesquisa científica e tecnológica, públicas ou privadas a fim de desenvolver soluções para os desafios industriais atuais.[5] Desde 2014, o POLO está credenciado junto a Embrapii para o desenvolvimento de projetos nas áreas de Eficiência Energética e Impacto Ambiental, Conforto Acústico, e Confiabilidade de Componentes e Sistemas de Refrigeração.[2] Este tipo de parceria oferece oportunidades para o desenvolvimento de pesquisa com financiamento parcial privado.[6]

 
Ciclo simplificado de refrigeração: Evaporador - Válvula de expansão - Condensador - Compressor
 
Diagrama de uma turbina de aviões típica. 1. Entrada 2. Compressão de baixa-pressão 3. Compressão de alta-pressão 4. Combustão 5. Exaustão 6. Seção quente 7. Turbinas de alta e baixa pressão 8. Câmara de combustão 9. Seção fria 10. Entrada e ar.

Linhas de pesquisaEditar

  • Refrigeração magnética
  • Trocadores de calor
  • Sistemas de refrigeração
  • Gerenciamento térmico em compressores
  • Ruídos de jatos
  • Caracterização de propridades termofísicas de flúidos
  • Escoamento em microcanais
  • Compressor alternativo para refrigeração doméstica
  • Tecnologias de compressão de vapor

PesquisadoresEditar

Referências

  1. a b «Unidade EMBRAPII de tecnologias inovadoras de refrigeração - POLO/UFSC – Laboratórios de Pesquisa em Refrigeração e Termofísica da Universidade Federal de Santa Catarina». Embrapii. Consultado em 10 de janeiro de 2020 
  2. a b «Polo UFSC». www.polo.ufsc.br. Consultado em 11 de janeiro de 2020 
  3. «Morre professor e pesquisador da UFSC Cláudio Melo». ND. 28 de maio de 2019. Consultado em 11 de janeiro de 2020 
  4. «Polo UFSC». www.polo.ufsc.br. Consultado em 11 de janeiro de 2020 
  5. Nishida, Jonathan. «Santa Catarina é o estado com maior investimento em projetos da Embrapii». FAPESC. Consultado em 11 de janeiro de 2020 
  6. «Laboratório da UFSC é credenciado pelo Embrapii para desenvolver projetos inovadores - Acate». www.acate.com.br. Consultado em 11 de janeiro de 2020