Abrir menu principal

Artigo selecionado/1

Portal:Gana/Artigo selecionado/1

Mapa ghana-pt.svg

Império do Gana, Reino do Gana ou Império de Uagadu foi um antigo império que dominou a África Ocidental durante a Idade Média. Se localizava entre o deserto do Saara e os rios Níger e Senegal, muitos quilômetros ao norte do atual país chamado Gana.

O Império não tinha nome então passou a ser chamado de Gana (que significa "chefe guerreiro") que é na verdade era o título do líder desse Império. Foi provavelmente fundado durante a década de 300, desde essa data até 770, os seus primeiros governantes constituíram a dinastia dos Magas, uma família berbere, apesar de o povo seu súdito ser constituído por negros das tribos soninquês. Em 770, os Magas foram derrubados pelos soninquês, e o império expandiu-se grandemente sob o domínio de Kaya Maghan Sisse, que foi rei cerca de 790.

Nessa altura, o Império do Gana começou a adquirir uma reputação de ser uma terra de ouro. Atingiu o máximo da sua glória durante os anos 900 e atraiu a atenção dos Árabes. Depois de muitos anos de luta, a dinastia dos Almorávidas berberes subiu ao poder, embora não o tenha conservado durante muito tempo. O império entrou em declínio e, em 1240, foi destruído pelo Império do Mali.


Artigo selecionado/2

Portal:Gana/Artigo selecionado/2

Accra Skyline 3.jpg

Acra (em inglês: Accra ; IPA[ˈækrə] ou IPA[əˈkrɑː]) é a capital e maior cidade do Gana, com uma população estimada em 1 963 264 em 2009. Acra também é a capital da Região de Grande Acra e do Distrito Metropolitano de Acra, que partilham seu nome. A cidade também é o centro de uma área metropolitana substancialmente maior, chamada de Grande Área Metropolitana de Acra, que inclui oito distritos: Acra Metropolitano, Tema Metropolitano, Ga Municipal Leste, Ga Municipal Oeste, Ga Municipal Sul, Ledzokuku-Krowor Municipal, Ashaiman Municipal e Adenta Municipal. A área metropolitana abrange cerca de 4 milhões de indivíduos, o que faz dela o maior conglomerado metropolitano do país em termos de população. Como cidade primaz, Acra é o centro administrativo, econômico e de comunicações do país.

Construída originalmente em torno de um porto, Acra se estende ao longo da costa do Oceano Atlântico, e segue norte, rumo ao interior do país. Servindo como capital do país, então a Costa do Ouro, desde 1877, seu estilo arquitetônico vai dos edifícios coloniais amplos e elegantes do século XIX a arranha-céus e conjuntos de apartamentos feitos de concreto, vidro e metal erguidos na década de 1970, refletindo sua transição de um simples subúrbio de Victoriaborg à metrópole moderna dos dias de hoje.