Programa CPLP Audiovisual

O Programa CPLP Audiovisual [1]é um programa de fomento à produção e difusão de conteúdos audiovisuais nos países membros da Comunidade Países de Língua Portuguesa, por meio da implantação de uma rede colaborativa de produção e distribuição de conteúdos audiovisuais de língua portuguesa.

Em 2015, foram lançados os Concursos Nacionais DOCTV CPLP II e FICTV CPLP I em Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste, que selecionaram 09 projetos de documentários, 04 projetos de telefilmes de ficção baseados em adaptações de obras literárias nacionais e 04 projetos de desenvolvimento de telefilme de ficção. As obras estão em processo de produção devem ser finalizadas em setembro de 2016.

Paralelamente estreia em julho de 2016 o Programa Nossa Língua',' uma faixa compartilhada semanal de programação nas emissoras públicas de televisão dos estados membros trazendo uma visão da contemporaneidade da diversidade cultural, social e política dos países de língua portuguesa no mundo.

O Programa CPLP Audiovisual é coordenado pelo Secretariado Executivo da CPLP, junto a Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura do Brasil e o Instituto do Cinema e do Audiovisual de Portugal, sendo realizado em cada estado membro da CPLP por Polos Nacionais formados pelas autoridades nacionais do audiovisual e as respectivas televisões públicas.

ObjetivosEditar

  • Estimular o intercâmbio cultural entre os povos dos países membros da CPLP.
  • Implantar políticas públicas integradas de fomento à produção audiovisual nos países membros da CPLP.
  • Fomentar a troca de experiências entre criadores e produtores audiovisuais dos países de língua portuguesa.
  • Difundir a produção audiovisual realizada na CPLP no mercado mundial.
  • Oferecer às plateias internacionais conteúdos audiovisuais que apresentem uma visão contemporânea dos países de língua portuguesa no mundo
  • Consolidar a Rede CPLP Audiovisual como plataforma de produção e circulação de conteúdos. A Rede é o conjunto dos Polos Nacionais formados pelas autoridades audiovisuais e as televisões públicas dos países membros da CPLP.
  • Gerar ambientes de negócio e dinâmicas favoráveis à produção e circulação de conteúdos audiovisuais de língua portuguesa nos diversos mercados nacionais e no mercado mundial.

Rede CPLP AudiovisualEditar

A Rede CPLP Audiovisual é composta por Polos Nacionais formados pelas autoridades audiovisuais e pelas televisões públicas de cada estado membro da CPLP. Estes Polos Nacionais são responsáveis pelo gerenciamento executivo das três linhas de ação do Programa CPLP Audiovisual em seus territórios. A Unidade Técnica de Gerenciamento Executivo, supervisiona o trabalho dos Polos Nacionais, orientando e acompanhando o processo, a partir de um plano de trabalho realizado de forma sincronizada em toda a Rede CPLP Audiovisual.

Unidade Técnica de Gerenciamento ExecutivoEditar

A Unidade Técnica de Gerenciamento Executivo é composta por uma Unidade Técnica Central, sediada em São Paulo (Brasil), e um escritório base em Lisboa (Portugal), e é responsável pelo gerenciamento executivo dos três eixos programáticos e pela coordenação de operações da Rede CPLP Audiovisual nos processos de seleção de projetos, produção de conteúdos e planejamento de difusão.

Integram a Coordenação Executiva o Secretariado Executivo da CPLP, a Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura - Brasil e o Instituto do Cinema e do Audiovisual de Portugal.

A Unidade Técnica Central tem como Coordenador Geral Mario Borgneth e como Coordenadores de Linha Beto Tibiriça, Henrique Andrade e Labieno Mendonça. O Escritório Lisboa é coordenado por José Pedro Ribeiro.

Polos NacionaisEditar

Os Polos Nacionais são formados por uma autoridade audiovisual um representante da televisão pública de cada estado membro da CPLP. Este Polo é responsável pelo gerenciamento executivo das três linhas de ação do Programa CPLP Audiovisual em seus territórios. A seguir, a lista das instituições formativas de cada Polo Nacional:

  • Angola

- IACAM

- Ministério da Cultura

Ministério da Comunicação Social

Televisão Pública de Angola

  • Brasil

Secretaria do Audiovisual

Empresa Brasil de Comunicação (EBC)

  • Cabo Verde

Ministério da Cultura

Rádio Televisão de Cabo Verde

  • Guiné Bissau

Instituto Nacional de Cinema e Audiovisual

Televisão Guiné-Bissau

  • Guiné Equatorial

Ministério da Cultura e Turismo

RTVGE

  • Moçambique

Instituto Nacional de Audiovisual e Cinema (INAC)

Televisão de Moçambique

  • Portugal

Instituto do Cinema e Audiovisual (ICA)

Rádio e Televisão de Portugal (RTP)

  • São Tomé e Príncipe

Direção Geral de Cultura

Televisão São-tomense

  • Timor Leste

Secretaria de Estado do Turismo, Arte e Cultura

Radio Televisão de Timor-Leste

DOCTV CPLP II e FICTV CPLP IEditar

O Concurso DOCTV CPLP II selecionou 09 projetos de documentários, tendo cada um recebido €50.000 de verba de produção. O Concurso FICTV CPLP I, que selecionou projetos de telefilmes de ficção com roteiros baseados em adaptações de obras literárias nacionais, foi dividido em duas linhas: Produção e Desenvolvimento. O FICTV CPLP I - Produção selecionou 04 projetos para produção e forneceu uma verba de €150.000; o FICTV CPLP I - Desenvolvimento, com verba de €40.000, selecionou 04 projetos.

Os realizadores e produtores executivos dos projetos selecionados participaram de uma Oficina de Desenho Criativo de Produção em Óbidos – Portugal, no mês de janeiro de 2016, onde relizaram uma imersão de 80 horas para discussão de suas estratégias de realização junto a tutores artísticos e técnicos antes do período de produção simultânea de 07 meses. Integraram a equipe de tutores Ruy Guerra, Eduardo Escorel, Luis Bolognesi, Luis Correa, Artur Ribeiro, Raquel Zangrandi, Patricia Faria, Maria João Mayer e Zita Carvalhosa.

Os projetos vencedores foram:

DOCTV CPLP IIEditar

País Nome do projeto Realização Produção
Angola ANGO-CHI Rui Sérgio Afonso Tchiloia Lara - Geração 80 Produções Lda.
Brasil POR PARTE DE PAI Guiomar Ramos Giovanni Francischelli - Doctela
Cabo Verde CANHÃO DE BOCA Ângelo Lopes Samira Pereira - O2
Guiné-Bissau PARAÍSO AMEAÇADO Domingos Sanca Carlos Vaz - Telecine Bissau Produções Lda
Guiné-Equatorial ORÍGENES Pedro Mba Ndong Nseng Asociación Cinematográfica de Guinea Ecuatorial - ACIGE
Moçambique DJAMBO Chico Carneiro Chico Carneiro - Argus
Portugal A CASA Rui Simões Jacinta Barros - Real Ficção
São Tomé e Príncipe MUDANÇAS CLIMÁTICAS EM SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE Ramusel da Graça Gerson Soares
Timor-Leste A CRIANÇA ROUBADA Lurdes Pires Nívea do Reis - Díli Film Works

FICTV CPLP IEditar

País Nome do projeto Realização Produção
Angola O CALVÁRIO DE JOCELINE

adaptado da obra de Lito Silva

Ngouabi Silva Lito Silva - Imagem Vip Comunicação
Brasil A FELICIDADE DE MARGÔ

adaptado da obra de Drauzio Varella

Mauricio Acharto D’Almeida Eça Silvia Prado - Conteúdos Diversos Produções Ltda.
Cabo Verde XANDINHA

adaptado da obra de Antonio Aurélio Gonçalves

Jean de Dieu Gomes - desenvolvimento -
Guiné-Bissau CORAÇÃO GUINÉ

adaptado da obra de Abdulai Silá

José Mendes Lopes - desenvolvimento -
Moçambique O DIA EM QUE EXPLODIU MABATA BATA

adaptado da obra de Mia Couto

João Luis Sol Carvalho Marieta Manjate - Promarte
Portugal A CASA AZUL Cláudia Clemente Rodrigo Areias - Bando à Parte Lda.
São Tomé e Príncipe ROSA DO RIBOQUE

adaptado da obra de Albertino Homem Bragança

Afonso Januário - desenvolvimento -
Timor-Leste ESMERALDA (PÉROLA) DE ILHA VERDE

adaptado da obra de Irta Sequeira Baris de Araújo e Vicente Paulino

Olderico Antonio Viegas Barreto - desenvolvimento -

Programa Nossa LínguaEditar

Programa Nossa Língua é uma faixa compartilhada semanal de programação nas emissoras públicas de televisão dos estados membros da CPLP reservada para a exibição de uma carteira de 28 documentários, trazendo uma visão da contemporaneidade da diversidade cultural, social e política dos países de língua portuguesa no mundo. O programa tem sua estreia mundial na semana do dia 10 ao 16 de julho de 2016.

Referências

  1. «Página Oficial do Programa CPLP Audiovisual». Consultado em 6 de julho de 2016. Arquivado do original em 20 de dezembro de 2018 

Ligações externasEditar