Prophets of Rage

Prophets of Rage
Prophets of Rage ao vivo em 2017.
Informação geral
Origem Los Angeles, California, Estados Unidos
País  Estados Unidos
Gênero(s)
Rap Rock
Rapcore
New Metal
Período em atividade 2016 - atualmente
Gravadora(s) Caroline Records
Afiliação(ões) Rage Against the Machine, Public Enemy, Cypress Hill, Audioslave
Integrantes Tom Morello
Tim Commerford
Brad Wilk
DJ Lord
Chuck D
B-Real
Página oficial https://prophetsofrage.com/

Prophets of Rage é um supergrupo norte-americano de rap rock. Formada em 2016, a banda é composta pelos três membros do Rage Against the Machine e Audioslave (o baixista Tim Commerford, o guitarrista Tom Morello e o baterista Brad Wilk), dois membros do Public Enemy (DJ Lord e o rapper Chuck D), e o rapper B-Real do Cypress Hill.[1][2]

HistóriaEditar

Morello declarou à Rolling Stone: "Somos uma força de elite de músicos revolucionários determinados a confrontar essa montanha de mentiras de ano de eleição, e confrontaremos isso com rajadas de Marshall."[1]

O nome da banda deriva do título de canção do Public Enemy Prophets of Rage, do álbum de 1988, It Takes a Nation of Millions to Hold Us Back. Para coincidir com o concerto de protesto da banda na Convenção Nacional Republicana, onde foi lançado seu primeiro single, intitulado "Prophets of Rage".

De maio de 2016 até outubro de 2016, a banda embarcou em turnê pelos Estados Unidos, turnê esta intitulada como "Make America Rage Again Tour". O set list combinava o repertório de cada ex-banda dos componentes, bem como novo material escrito pela banda. A turnê prosseguirá durante o ano de 2017.

DiscografiaEditar

  • Prophets Of Rage (2017)

IntegrantesEditar

Referências

  1. a b Greene, Andy (31 de maio de 2016). «Prophets of Rage: Inside New RATM, Public Enemy, Cypress Hill Supergroup». Rolling Stone. Consultado em 8 de junho de 2016 
  2. Johnson, Ted (3 de junho de 2016). «Prophets of Rage Plan to 'Cause a Ruckus' at Republican Convention, Tom Morello Says». Variety. Consultado em 8 de junho de 2016 

Ligações externasEditar