Reino de Fiji

   |- style="font-size: 85%;"
       |Erro::  valor não especificado para "nome_comum"
   


Reino de Fiji
Blank.png
1871 – 1874 Flag of Fiji (1924–1970).svg
Flag Brasão
Bandeira Brasão
Localização de {{{nome_comum}}}
Continente Oceania
País Fiji
Capital Levuka
Língua oficial Fijiano
Inglês
Governo Monarquia constitucional
Rei
 • 1871-1874 Seru Epenisa Cakobau
Primeiro Ministro
 • 1871-1872 Sidney Burt
 • 1872-1874 George Austin Woods
Período histórico Século XIX
 • 5 de junho de 1871 de 1871 Unificação
 • 6 de outubro de 1874 de 1874 Anexado ao Império Britânico
População
 •  est. 100,000 
Moeda Libra Fijiana

Reino de Fiji, também chamando de Reino de Viti, foi uma monarquia de curta duração no atual Fiji. Durou de 1871 a 1874 e o seu único rei foi Ratu Seru Epenisa Cokobau.

O Reino de Fiji foi o primeiro estado unificado do Fiji e cobriu a maior parte do território atual do país, com a exceção da ilha de Rotuma. Cokobau era o vanivalu (Senhor da Guerra ou Chefe Supremo) da ilha de Bau. Seu pai, Tanoa Visawaqa, havia conquistado a confederação de Buresabaga, mas nunca subjugou o oeste do Fiji. Cokabau governava a maioria das ilhas orientais das ilhas e se declarou Rei do Fiji (Tui Viti). Isso ocasionou a oposição de vários chefes, que se consideravam primus inter pares. Entretanto, em junho de 1871, John Bates Thurston, cônsul honorário britânico, persuadiu os chefes fijianos para que aceitassem a monarquia constitucional com Cokobau como rei, mas com os poderes nas mãos de um gabinete e uma legislatura dominada por colonos australianos. A Assembleia Legislativa se reuniu pela primeira vez em Levuka, em novembro de 1871. [1]

Em poucos meses, o gasto excessivo do governo levou ao acumulo de dividas incrontroláveis. Em 1872, após muitos distúrbios económicos e sociais, Thurston se dirigiu ao governo britânico e um pedido ao rei Cokobau para ceder as ilhas. Dois comissários britânicos foram enviados às Ilhas Fiji para investigar a possibilidade de uma anexação. A questão foi complicada por manobras de poder entre Cakobau e seu antigo rival, Ma'afu , com os dois homens negociando por muitos meses. Em 21 de março de 1874, Cokobau fez uma oferta final, e os britânicos aceitaram. Em 23 de setembro, Sir Hercules Robinson, que logo seria nomeado governador geral, chegou do HMS Dido e recebeu Cokobau com uma saudação real de 21 tiros. Depois de algumas negociações, Cokobau aceitou abdicar do trono. Em 10 de outubro de 1874, Cokobau, Ma'afu e um grupo de chefes assinaram duas copias da Escritura de Cessão que estabelecia a Colônia do Fiji, que durou quase um século. [2]

Ver tambémEditar

  1. «Spence, Sir James Calvert (1892–1954)». Oxford University Press. Oxford Dictionary of National Biography. 6 de fevereiro de 2018. Consultado em 17 de maio de 2021 
  2. Hardwick, Philip Charles (1822–1892), architect. Col: Oxford Dictionary of National Biography. [S.l.]: Oxford University Press. 23 de setembro de 2004