Roberto Pulo

(Redirecionado de Robert Pullen)
Roberto Pulo
Nascimento 1080
Sherborne
Morte 22 de setembro de 1146 (66 anos)
Roma
Cidadania Inglaterra
Alma mater Universidade de Paris
Ocupação teólogo, padre católico, escritor
Empregador Universidade de Oxford
Religião Igreja Católica

Roberto Pulo (em latim: Robertus Pullus; em inglês: Robert Pullen, Pullan ou Pully; c. 1080–entre 1047 e 1050) foi um cardeal, filósofo e teólogo inglês do século XII.

VidaEditar

Roberto nasceu no Reino da Inglaterra e estudou na Universidade de Paris nas primeiras décadas do século XII. Em 1133, começou a lecionar em Oxford, sendo um dos primeiros dos celebrados professores das escolas que depois seriam organizadas na Universidade de Oxford.

Depois da morte do rei Henrique I da Inglaterra (1135), retornou a Paris e, de lá, foi a Roma onde o papa fê-lo cardeal de Santo Eusébio e chanceler da Sé Apostólica. Segundo a "Vida de São Bernardo" e as cartas de Guilherme de Saint-Thierry, sabemos que Roberto sempre esteve do lado da ortodoxia católica e lutou contra as incursões racionalistas representadas pelas teorias de Pedro Abelardo.

ObrasEditar

Roberto escreveu um compêndio de teologia intitulado "Sententiarum Theologicarum Libri Octo", que, por um tempo, foi o texto oficial de teologia nas escolas da Europa Ocidental até ser suplantado pelos "Libri Sententiarum" de Pedro Lombardo. Enquanto Roberto se mostrava mais inclinado à interpretação estrita da tradição eclesiástica, Pedro já se inclinava às crescentes necessidades do método dialético no estudo da teologia e da filosofia, uma tendência que abriu caminho para a teologia escolástica, que dominaria os séculos seguintes.

A "Summa" de Roberto foi publicada pela primeira vez pelo maurista Dom Hugo Mathoud (Paris, 1655), que foi depois republicada por Migne na Patrologia Latina (CLXXXVI, 639 sqq.).

AtribuiçãoEditar