Roberto Sion

Músico brasileiro

Roberto Sion (Santos, 6 de outubro de 1946[1]) é um saxofonista, flautista, clarinetista, arranjador, compositor, maestro e professor brasileiro. É primo do trompetista Cláudio Roditi. Radicou-se em São Paulo no ano de 1971.[2] Escreve arranjos para instrumento solo e até para grandes orquestras.[3]

Roberto Sion
Nascimento 6 de outubro de 1946
Santos
Cidadania Brasil

Nascido numa família judaica[4], aos 25 anos apaixonou-se pela música, logo após terminar o curso universitário de Psicologia na Universidade Estadual de Campinas, e logo foi estudar na Faculdade de Música Berklee, na cidade de Boston, nos Estados Unidos, onde estudou saxofone com Joseph Viola, Ryo Noda, Lee Konitz e Joe Allard.[5]

Participou de três álbuns com o quinteto Pau Brasil: Pau-Brasil; Pindorama; e Cenas Brasileiras.[3]

Como compositor e instrumentista, participou da trilha sonora do filme Mandala, ao lado de Nelson Ayres, Zé Eduardo Nazário, Zeca Assumpção e Luiz Roberto Oliveira.[2]

Seu primeiro disco solo foi lançado em 1981, pelo selo Som da Gente. O segundo disco solo foi gravado no Japão e lançado pelo selo Eldorado.[3]

Foi professor de saxofone na Escola Municipal de Música e no Centro de Estudos Tom Jobim, de 1994 a 2000. É maestro titular da Orquestra Jovem Tom Jobim da Escola de Música do Estado de São Paulo Tom Jobim desde sua fundação, em julho de 2001.

Referências

  1. «Roberto Sion». Músicos do Brasil: Uma Enciclopédia Instrumental. Cópia arquivada em 1 de fevereiro de 2009 
  2. a b «Roberto Sion». dicionariompb.com.br. Consultado em 17 de fevereiro de 2015 
  3. a b c «Biografia no Clube de Jazz». clubedejazz.com.br. Consultado em 17 de fevereiro de 2015 
  4. Mizrahi, Rachel. «Imigrantes judeus do Oriente Médio e sua inserção em São Paulo e no Rio de Janeiro.» (PDF). 2009. Consultado em 30 de junho de 2022 
  5. Biografia de Roberto Sion no Dicionário Cravo Albin de MPB

Ligações externasEditar