Rodrigo de Córdova

Rodrigo de Córdova (?Cabra, 13 de março de 857) é um santo venerado nas Igrejas Católica e Ortodoxa. Faz parte dos mártires de Córdova, grupo de cristãos moçárabes condenados à morte por sua fé durante os reinados de Abderramão II e Maomé I no Emirado de Córdova. Segundo a tradição, Rodrigo era um sacerdote em Cabra e tinha dois irmãos, um muçulmano e outro sem religião, atuando frequentemente como mediador das disputas dos dois.

São Rodrigo de Córdova
San Rodrigo, por Bartolomé Esteban Murillo
Morte Córdova, Al-Andalus 
13 de março de 837
Veneração por Igreja Católica
Igreja Ortodoxa
Festa litúrgica 13 de março
Gloriole.svg Portal dos Santos

Certa noite, ao tentar apartar uma briga entre seus dois irmãos, foi espancado e ridicularizado publicamente por ambos. O irmão muçulmano mandou colocarem Rodrigo numa padiola e o levarem pelas ruas, enquanto ele ia gritando que Rodrigo havia apostatado e queria, antes de morrer, que fosse publicamente reconhecido como muçulmano. Rodrigo encontrava-se sem forças para reagir, mas sentia uma profunda angústia, fugindo assim que recobrou os sentidos.

Algum tempo depois, ao encontrar Rodrigo numa das ruas de Córdova, o irmão muçulmano o arrastou até o cádi, acusando-o de retornar à fé cristã após ter se declarado muçulmano. Rodrigo negou que algum dia houvesse abandonado a religião cristã. O cádi, no entanto, não acreditou em Rodrigo e o lançou numa das masmorras da cidade. No local, Rodrigo encontrou outro prisioneiro, Salomão, que fora preso pelo mesmo motivo. Os dois encorajaram-se mutuamente durante o longo encarceramento, que, segundo esperava o cádi, os faria renegar a fé. Como permaneceram inflexíveis, os dois foram separados; mas, quando nem isso deu resultado, foram decapitados em 13 de março de 857.

O Convento e o Hospital de São Rodrigo, fundados no século XVI em Cabra, receberam esse nome em homenagem ao mártir.

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre a biografia de um(a) santo(a) ou um(a) beato(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.