The Chase (filme de 1994)

(Redirecionado de Rotação Máxima)
The Chase
Fugitivo Acidental[1] (PRT)
Rotação Máxima[2] (BRA)
 Estados Unidos[3]
1994 •  cor •  97[3] min 
Direção Adam Rifkin
Produção Cassian Elwes
Brad Wyman
Produção executiva Eduard Sarlui
Charlie Sheen
Roteiro Adam Rifkin
Elenco Charlie Sheen
Kristy Swanson
Henry Rollins
Josh Mostel
Ray Wise
Gênero ação / comédia / romance
Música Richard Gibbs
Cinematografia Alan Jones
Figurino Yvette Correa
Edição Peter Schink
Companhia(s) produtora(s) 20th Century Fox[3]
Distribuição 20th Century Fox[3]
Lançamento Estados Unidos 4 de março de 1994
Idioma inglês
Receita US$ 7,9 milhões

The Chase (br: Rotação Máxima, pt: Fugitivo Acidental) é um filme de estrada estadunidense de ação, comédia e romance, dirigido e roteirizado por Adam Rifkin, e estrelado por Charlie Sheen e Kristy Swanson. Situado na Califórnia, o filme segue um homem injustamente condenado que sequestra uma herdeira rica e lidera a polícia em uma longa perseguição de carros na tentativa de escapar da prisão, enquanto a mídia dramatiza a perseguição em uma cobertura televisiva. Apresenta Henry Rollins, Josh Mostel e Ray Wise em papéis coadjuvantes, com participações especiais de Anthony Kiedis e Flea da banda de rock Red Hot Chili Peppers.[4]

The Chase foi concebido como uma resposta direta à comédia de Rifkin, de 1991, The Dark Backward, que teve um desempenho extremamente ruim nas bilheterias. O filme foi filmado em Houston, Texas, e sua trilha sonora apresenta artistas de rock alternativo, como Bad Religion, NOFX e Rollins Band. Embora o filme tenha recebido críticas mistas dos críticos, foi considerado um sucesso comercial. Os jornalistas geralmente criticaram o roteiro forçado e os personagens subparte, mas elogiaram o uso da sátira no filme para criticar a indústria de notícias da televisão.

SinopseEditar

Com idade de vinte e oito anos, Jack Hammond é um inocente condenado a uma pena de vinte e cinco anos de cadeia por roubo à mão armada, mesmo sendo inocente. Conseguindo escapar, foge dos policiais entrando numa loja de conveniência em Newport Beach, onde toma por refém a bela jovem Natalie Voss, uma rica herdeira californiana. Como arma, Jack usa uma barra de doce sob a blusa.

Tomando as armas dos policiais, ganham a estrada no carro de Natalie. A moça é a filha única do milionário Dalton Voss, um dos homens mais ricos da Califórnia. A perseguição de carros passa a ser acompanhada ao vivo pela televisão, através de helicópteros. Durante essa fuga a garota passa a conhecer melhor o seu sequestrador, que antes imaginara como um perigoso bandido. Natalie compara sua vida com a do jovem, e acha que ambos têm semelhanças. Logo se apaixona por ele e passa a acreditar em sua versão dos fatos. Jack planeja fugir para o México, enquanto Natalie propõe um futuro juntos.

Quando a polícia bloqueia a fronteira mexicana, Jack é forçado a parar, deixando Natalie. Ela parte, relutante. A cena mostra Jack enfrentando seus perseguidores, morrendo sob a aura da glória, mas logo é revelado que era um pensamento, com a projeção daquilo que poderia ocorrer, caso ele não se rendesse. Enquanto isto, Natalie rende um repórter de televisão com uma arma que Jack lhe dera. Explodindo um helicóptero da polícia, ambos fogem para o México na aeronave da tevê. A cena corta, então, mostrando ambos numa praia, gozando a liberdade.

Elenco principal e participaçõesEditar

ProduçãoEditar

The Chase foi escrito e dirigido por Adam Rifkin,[5] que na época era mais conhecido por dirigir filmes cult e independentes, como a comédia de 1991 The Dark Backward.[6] Rifkin concebeu The Chase como uma resposta direta ao desempenho extremamente pobre nas bilheterias de The Dark Backward. Segundo ele, "eu precisava criar algo que os executivos do estúdio pudessem assistir e ver o potencial de ganhar dinheiro. Então, escrevi e dirigi, propositadamente, um filme simplista e bem iluminado sobre um acidente de carro que eu queria ser o oposto de The Dark Backward".[7] Embora o filme tenha sido lançado pela 20th Century Fox, foi feito com um orçamento relativamente pequeno de "alguns milhões de dólares".[8] Como resultado, Rifkin considera um filme independente e não um filme de estúdio.[8]

Embora o filme seja ambientado na Califórnia, ele foi filmado na região metropolitana de Houston , no Texas.[9] A cena de abertura, onde Jack sequestra Natalie, foi filmada em uma loja de conveniência em Kemah, enquanto a maioria das cenas de perseguição foi filmada em uma seção da Hardy Toll Road.[10] Outros locais de filmagem incluem a Fonte Mecom e a sede do Departamento de Polícia de Houston, na 61 Riesner.[10] Para reduzir custos, parte da perseguição foi filmada no meio de um fluxo de tráfego durante uma hora do rush de Houston sem autorização e sem acrobacias substituindo os atores Charlie Sheen e Henry Rollins.[10] Durante a produção do filme, Sheen também estava treinando para seu papel em Major League II.[10]

Rollins, ex-vocalista da banda de punk rock Black Flag, foi escalado como um policial em busca de atenção devido ao seu físico musculoso. O papel provou ser empolgante para Rollins, que costumava cantar sobre brutalidade policial.[10] Os músicos Anthony Kiedis e Flea, da banda de rock Red Hot Chili Peppers, tiveram participações especiais no filme. Flea comentou positivamente sua experiência na criação de seus personagens. Segundo ele, "estávamos inventando frases o tempo todo. Lembro que dissemos algo sobre Geraldo Rivera e o chamamos de Jeraldo. Achamos isso muito engraçado".[11] Ator pornográfico Ron Jeremy também teve uma participação especial como cinegrafista.[12] A trilha sonora do filme apresenta artistas alternativos, como Bad Religion, Rancid, The Offspring, Down by Law, NOFX, Rollins Band, Suede e One Dove.[13] Um álbum da trilha sonora da Epitaph Records foi originalmente lançado em março de 1994.[13]

LançamentoEditar

The Chase teve um bom desempenho quando estreou em 4 de março de 1994 em 1,633 cinemas,[14] terminando em quinto e arrecadando US$3,4 milhões nas bilheterias nos EUA, atrás de Ace Ventura: Pet Detective, Greedy, On Deadly Ground e Sugar Hill.[15] Durante seu segundo final de semana, o filme arrecadou cerca de US$1,7 milhão, terminando em 13º lugar.[14] No geral, The Chase ganhou US$7,9 milhões nos EUA.[14] Considerando seu orçamento limitado, Rifkin considerou o filme um sucesso comercial, afirmando que "gerou um lucro enorme" para a 20th Century Fox.[8] The Chase foi lançado em VHS nos Estados Unidos pela 20th Century Fox Home Entertainment em 3 de agosto de 1994,[16] e em DVD em 6 de setembro de 2005.[17] O único material suplementar do DVD é o trailer original do filme.[17]

Recepção da críticaEditar

De acordo com o agregador de críticas Rotten Tomatoes, The Chase tem uma taxa de aprovação de 37% com base em 19 avaliações.[18] Embora o filme tenha sido geralmente criticado por seu roteiro forçado e por personagens subparciais,[19][20] vários críticos elogiaram o uso da sátira do filme para criticar a indústria de notícias televisivas.[21][22][23][24][25] O crítico do Chicago Sun-Times, Roger Ebert, que deu ao filme duas e meia de três estrelas, sentiu que The Chase era "liso, charmoso e com momentos de verdadeira inteligência".[24] Ele também elogiou o "charme não afetado de Swanson e a capacidade de Sheen de desempenhar um papel quase impossível em um estilo bastante direto".[24] O crítico de cinema James Berardinelli concordou, afirmando que Sheen desenvolve "uma química surpreendentemente eficaz" com Swanson, e observou que o uso da sátira por Rifkin é "muito mais perceptivo do que se poderia esperar de um pedaço de desenho animado como esse".[25]

Ao escrever para o Chicago Tribune, o editor John Petrakis observou as inúmeras piadas e comentários políticos e socioeconômicos do filme, afirmando que eles parodiam filmes como Smokey e Bandit and Convoy, mas disse que sua premissa simplista não permite uma história de amor eficaz.[26] Stephen Holden do The New York Times, ao criticar os personagens superficiais do filme, observou que The Chase "ainda detona risos".[21] Embora o desempenho de Swanson tenha sido destacado,[23][24]

Retrospectivamente, The Chase foi considerado antecipadamente, porque foi lançado antes da infame perseguição de O. J. Simpson em junho de 1994.[27][4] O filme foi destacado por "dar uma olhada na crescente paixão que a mídia tinha pelo jornalismo tablóide". e, especificamente, a necessidade de as equipes de notícias da TV capturarem e especularem sobre todas as perseguições menores que ocorreram na Califórnia".[27] Em 2015, Rollins afirmou que The Chase havia atraído seguidores de culto e que ele sempre recebia mensagens sobre isso quando o filme era exibido na TV.[10]

ReferênciasEditar

  1. Fugitivo Acidental em Sapo Vídeos (Portugal)
  2. Rotação Máxima (em português) no AdoroCinema
  3. a b c d «The Chase (1994)». AFI Catalog of Feature Films. Consultado em 1 de junho de 2019. Cópia arquivada em 1 de junho de 2019 
  4. a b Charlie Sheen estrela mais um filme ruim Folha de S.Paulo
  5. Rainer, Peter (4 de março de 1994). «No-Brainer Runs Out of Gas in 'Chase'». Los Angeles Times. Consultado em 9 de setembro de 2018. Cópia arquivada em 9 de setembro de 2018 
  6. «Adam Rifkin Comes Clean». Film Threat. 2 de janeiro de 2002. Consultado em 13 de abril de 2019. Cópia arquivada em 13 de abril de 2019 
  7. «Adam Rifkin Comes Clean (Part 2)». Film Threat. 8 de fevereiro de 2001. Consultado em 13 de abril de 2019. Cópia arquivada em 13 de abril de 2019 
  8. a b c «Adam Rifkin Comes Clean (Part 3)». Film Threat. 7 de fevereiro de 2001. Consultado em 13 de abril de 2019. Cópia arquivada em 13 de abril de 2019 
  9. Callahan, Michael (5 de março de 2015). «This Charlie Sheen Movie Was Filmed in Houston». Houston Chronicle. Consultado em 8 de setembro de 2018. Cópia arquivada em 7 de março de 2015 
  10. a b c d e f Hlavaty, Craig (16 de abril de 2015). «Henry Rollins talks about his time in Houston filming the Charlie Sheen caper 'The Chase' on recent podcast». Houston Chronicle. Consultado em 8 de setembro de 2018. Arquivado do original em 18 de abril de 2015 
  11. Greene, Andy (5 de outubro de 2011). «The Red Hot Chili Peppers' Flea's Movie Memories». Rolling Stone. Consultado em 8 de setembro de 2018. Cópia arquivada em 8 de setembro de 2018 
  12. Goodman, Abbey (2 de abril de 2013). «Porn legend Ron Jeremy back to work after heart scare». Cnn.com. Consultado em 16 de abril de 2019. Cópia arquivada em 2 de abril de 2013 
  13. a b Arkoff, Vicki (6 de fevereiro de 1994). «Alternative artists fuel soundtrax». Variety. Consultado em 18 de maio de 2019. Cópia arquivada em 18 de maio de 2019 
  14. a b c «The Chase». Box Office Mojo. Consultado em 9 de setembro de 2018. Cópia arquivada em 25 de abril de 2018 
  15. Marx, Andy (7 de março de 1994). «'Detective' still B.O. story». Variety. Consultado em 4 de abril de 2018. Cópia arquivada em 15 de abril de 2019 
  16. «The Chase». 45worlds.com. Consultado em 19 de maio de 2019. Cópia arquivada em 19 de maio de 2019 
  17. a b Meyers, Nate (15 de setembro de 2005). «The Chase (1994)». Digitallyobsessed.com. Consultado em 19 de maio de 2019. Cópia arquivada em 3 de fevereiro de 2010 
  18. «The Chase». Rotten Tomatoes. Consultado em 9 de setembro de 2018. Cópia arquivada em 30 de agosto de 2017 
  19. Schwarzbaum, Lisa (18 de março de 1994). «The Chase». Entertainment Weekly. Consultado em 9 de setembro de 2018. Cópia arquivada em 27 de novembro de 2017 
  20. Hinson, Hal (4 de março de 1994). «The Chase». The Washington Post. Consultado em 11 de setembro de 2018. Cópia arquivada em 12 de setembro de 2018 
  21. a b Holden, Stephen (4 de março de 1994). «Antihero and Rich Girl Amok on a Freeway». The New York Times. p. 14. Consultado em 9 de setembro de 2018. Cópia arquivada em 26 de maio de 2015 
  22. Savlov, Marc (11 de março de 1994). «The Chase». The Austin Chronicle. Consultado em 9 de setembro de 2018. Cópia arquivada em 9 de setembro de 2018 
  23. a b Lowry, Brian (3 de março de 1994). «The Chase». Variety. Consultado em 17 de setembro de 2018. Cópia arquivada em 18 de setembro de 2018 
  24. a b c d Ebert, Roger (4 de março de 1994). «The Chase». RogerEbert.com. Consultado em 9 de setembro de 2018. Cópia arquivada em 15 de março de 2017 
  25. a b Berardinelli, James (1994). «The Chase (1994)». Reelviews.net. Consultado em 9 de abril de 2019. Cópia arquivada em 30 de março de 2019 
  26. Petrakis, John (4 de março de 1994). «'The Chase' Has All the Surprise of a Spin Around the Block». Chicago Tribune. Consultado em 19 de maio de 2019. Cópia arquivada em 19 de maio de 2019 
  27. a b «Unsung Anniversaries #4: The Chase». Thatshelf.com. 4 de março de 2014. Consultado em 18 de maio de 2019. Cópia arquivada em 16 de abril de 2019 

Ligações externasEditar