Hurrém Sultana (em turco otomano: خُرَّم سلطان, Ḫurrem Sulṭān; c. 1502 – 15 April 1558, também conhecida como Roxelana[1]) era a consorte favorita e esposa legal de Solimão, o Magnífico e a mãe de Xazade Maomé, Mihrimah Sultan, Xazade Abedalá, Selim II, Xazade Bajazeto e Xazade Cianguir.[2] Ela foi uma das mulheres mais poderosas e influentes na história otomana e uma figura proeminente e controversa durante a era conhecida como o Sultanato das Mulheres. Ela era a "Sultana Haseki" (principal esposa do sultão) quando seu marido, Solimão I, reinou como o sultão otomano. Conseguiu o poder e influenciou a política do Império Otomano através de seu marido e jogou um papel ativo nos assuntos do Estado.[3]

Roxelana
Roxelana
Nascimento 1505
Desconhecido
Morte 15 de abril de 1558 (52–53 anos)
Istambul
Sepultamento Mesquita de Solimão
Cidadania Império Otomano
Cônjuge Solimão, o Magnífico
Filho(a)(s) xazade Maomé, Mihrimah Sultan, Selim II, xazade Bajazeto, Șehzade Cihangirs, Şehzade Abdullah
Ocupação consorte
Religião Igreja Católica Grega, sunismo
Retrato feito por Ticiano chamado La Sultana Rossa, c. 1550

Ver também editar

Referências

  1. Leslie P. Peirce, The imperial harem: women and sovereignty in the Ottoman Empire, Oxford University Press US, 1993, ISBN 0-19-508677-5, pp. 58-59.
  2. The Imperial House of Osman GENEALOGY
  3. «Ayşe Özakbaş, Hürrem Sultan, Tarih Dergisi, Sayı 36, 2000». Consultado em 31 de dezembro de 2016. Arquivado do original em 13 de janeiro de 2012 

Ligações externas editar

  •   Media relacionados com Roxelana no Wikimedia Commons