São Miguel do Guamá

São Miguel do Guamá é um município brasileiro do estado do Pará. Localiza-se a uma latitude 01º37'36" sul e a uma longitude 47º29'00" oeste, estando a uma altitude de 10 metros. Sua população estimada em 2020 e de 65.632 habitantes. Possui uma área de 1094,839 km². A cidade conta com os distritos de Caju, Urucuri, Urucuriteua e o distrito-sede, que é identificado pelo próprio nome do município.

São Miguel do Guamá
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de São Miguel do Guamá
Bandeira
Hino
Lema Justiça e Trabalho
Apelido(s) "terra do tijolo e da telha"
Gentílico guamaense
Localização
Localização de São Miguel do Guamá no Pará
Localização de São Miguel do Guamá no Pará
Mapa de São Miguel do Guamá
Coordenadas 1° 37' 37" S 47° 28' 58" O
País Brasil
Unidade federativa Pará
Região metropolitana Belém
Municípios limítrofes Santa Maria do Pará, Ourém, Inhangapi, Irituia, Bonito
Distância até a capital 150 km
História
Fundação 31 de outubro de 1874 (145 anos)
Aniversário 31 de Outubro
Administração
Prefeito(a) António Leocádio (PSDB)
Características geográficas
Área total [1] 1 110,175 km²
População total (IBGE/2017[2]) 65,632 hab. hab.
Densidade O numerador (dividendo) tem que ser um número! hab./km²
Clima Equatorial súper úmido
Altitude 10 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010[3]) 0,591 baixo
PIB (IBGE/2014[4]) R$ 550 614,38 mil
PIB per capita (IBGE/2014[4]) R$ 9 976,52
Sítio www.saomigueldoguama.pa.gov.br (Prefeitura)

O município de São Miguel do Guamá pertence à Zona Guajarina e abrange uma área de 1341 Km², na região Nordeste, sendo cortado pelo rio Guamá, de Oeste para Leste, onde, em sua margem esquerda, situa-se a sede do município. A sede distancia-se 150 km de Belém, sendo incluída no pólo Guamá. Apresenta como limites: Santa Maria do Pará e Bonito ao Norte; Ourém a Leste; São Domingos do Capim e Irituia ao Sul e Inhangapi e Castanhal a Oeste.

Dados GeraisEditar

A ocupação das ricas terras conhecidas hoje como o município de São Miguel do Guamá deu-se por volta do século XVII através das navegações realizadas pelos colonos portugueses ao longo do rio Guamá. Nessa época, o governo da Capitania concedeu sesmarias ao frades do Convento do Carmo, na qual fundaram a fazenda de Pernambuco. A iniciativa fez com que, em 1758, Agostinho Domingos da Siqueira doasse terras para formação do patrimônio de uma capela onde, nesse mesmo ano, o Bispo D. Miguel de Bulhões criou a freguesia de São Miguel, também conhecida como São Miguel da Cachoeira.

Com a criação da freguesia e a presença do vigário na sede, foi construída a Igreja Matriz e em torno desta, diversas casas foram sendo erguidas e o local tomou o desenvolvimento de povoado, ainda como simples freguesia e assim durante todo o período colonial.

Na divisa da província do Pará em termos e comarcas, realizada em 1833, o território da então freguesia passou à fazer parte do município de Ourém. Em 1872, desmembrou-se, adquirindo a categoria de Vila, já em 1873 a Assembléia Provincial cria o respectivo município, com a lei nº 2.663 de 31 de outubro de 1873 a partir daí São Miguel deixa a categoria de vila passando a ser município.

EconomiaEditar

A Economia de São Miguel do Guamá, é baseada na Fabricação de Tijolos e Telhas, no qual existem em média cerca de 50 Indústrias, produzindo aos mês cerca de 30 milhões de Tijolos e 8 milhões de telhas, sendo vendidas para todas as Regiões do País, as maiores Indústrias São Cerâmica Barreira, Barbosa, Cemil e Kamiranga. O setor madeireiro também impulsiona a economia da cidade, as dezenas de serrarias abastecem boa parte do país com diversos tipos de madeiras para construção.

Hino Municipal de São Miguel do GuamáEditar

Letra: Padre Ângelo Maria de Bernard Música: Mestre Pedro Peres de Gusmão

Do Arcanjo celeste à imagem querida
Nas águas undosas abrigo procura
O Povo devoto olhando pra ermida
Arcana vontade percebe futura

Salve Guamá nesta gloriosa alvorada
Que perene gravou nos corações
Teus filhos se aprestam a nova cruzada
Sob teu caudilho Frei Miguel de Bulhões

Caboclos e colonos na lida irmanados
Com machado e enxada o solo lavrado
Eis nova cidade brotou dos silvados
Altiva e formosa a Pátria integrado

Na escola e no templo a ciência aprendendo
Os Filhos dos Filhos do meigo Guamá
As lutas da vida acabam vencendo
Tornando-se orgulho do nosso Pará

E hoje que as máquinas as matas desbravam
Ligando o Guamá a crescente Brasília
Da marcha ao progresso aqui também gravaram
Semeando esperança em cada família

Referências

  1. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010 
  2. «Estimativa populacional 2017» (PDF). Estimativa populacional 2017. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2017. Consultado em 31 de outubro de 2017 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 21 de setembro de 2013 
  4. a b «PIB Municipal 2010-2014». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 2 jan. 2017 
  Este artigo sobre municípios do estado do Pará é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.