São Valentim (Rio Grande do Sul)

município do Brasil
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com São Valentim do Sul.
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja São Valentim (desambiguação).

São Valentim é um município do estado brasileiro do Rio Grande do Sul.

São Valentim
  Município do Brasil  
A primeira fotografia mostra a paróquia da cidade; a segunda, um trecho da avenida Castelo Branco, a principal da cidade; a terceira, outro trecho da mesma avenida, da perspectiva de quem está próximo à praça.
A primeira fotografia mostra a paróquia da cidade; a segunda, um trecho da avenida Castelo Branco, a principal da cidade; a terceira, outro trecho da mesma avenida, da perspectiva de quem está próximo à praça.
Símbolos
Brasão de armas de São Valentim
Brasão de armas
Hino
Gentílico são-valentinense[1]
Localização
Localização de São Valentim no Rio Grande do Sul
Localização de São Valentim no Rio Grande do Sul
Mapa de São Valentim
Coordenadas 27° 33' 28" S 52° 31' 26" O
País Brasil
Unidade federativa Rio Grande do Sul
Municípios limítrofes Erval Grande, Barão de Cotegipe, Benjamin Constant do Sul, Ponte Preta, Campinas do Sul, Barra do Rio Azul, Faxinalzinho, Jacutinga, Entre Rios do Sul e Itatiba do Sul
Distância até a capital 391 km
História
Fundação 17 de fevereiro de 1959 (61 anos)
Administração
Prefeito(a) Cleomar Scandolara (MDB, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [2] 154,450 km²
População total (estimativa IBGE/2019[3]) 3 299 hab.
Densidade 21,4 hab./km²
Clima subtropical úmido (Cfa)
Altitude [4] 849 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010 [5]) 0,720 alto
PIB (IBGE/2017[6]) R$ 87 735,05 mil
PIB per capita (IBGE/2017[6]) R$ 24 500,15
Website http://www.saovalentim.rs.gov.br/ (Prefeitura)
https://www.camarasaovalentim.rs.gov.br/ (Câmara)

Localizado na Serra Geral do estado, possui uma população de 3.996 habitantes. Pertence à Mesorregião do Noroeste Rio-Grandense e à Microrregião de Erechim.

HistóriaEditar

Foi por volta de 1920 que se registraram os primeiros colonizadores de São Valentim: as famílias de Pedro Meneghetti e de João Sarolli. Registra-se também que, por volta dessa época, Reinaldo Ducatti comprara as diversas benfeitorias de um tal de Venuto, antigo morador local. Somados a algumas famílias de caboclos que já moravam na região e à família de Setembrino Alves, o qual tinha terras próximas à atual localidade de Vista Alegre e à de Jovelino Ambrosini, o qual tinha terras na comunidade de Vila União, o município começou a tomar forma. Em 1920 foi construída a primeira capela dedicada ao santo Valentim, e, em 1924, realizou-se a primeira aula particular, patrocinada pelo município, a qual foi regida pela professora Marieta Padoin Durante a década de 20, São Valentim começou a desenvolver-se com a chegada das famílias dos irmãos Ártico e Nulli Faé, de Antônio Moro, de José Rampanelli, de Ângelo Baldissera e dos comerciantes irmãos Sonda e irmãos Zaffari.

Cidades-irmãsEditar

Ver tambémEditar

Referências

  1. Editores do VOLP (2009). «Busca no vocabulário». Academia Brasileira de Letras. Consultado em 29 de abril de 2013 
  2. IBGE. «São Valentim». Consultado em 3 de abril de 2020 
  3. «Estimativa populacional 2019 IBGE». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 3 de abril de 2020. Consultado em 3 de abril de 2020 
  4. [1]
  5. «Ranking IDHM Municípios 2010 data=2010». Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil 2013. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Consultado em 4 de abril de 2020  line feed character character in |titulo= at position 29 (ajuda)
  6. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2017». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 4 de abril de 2020 
  • Ducatti Neto, Antônio (1904). O grande Erechim e sua história. Porto Alegre: EST, 1981.
  • Miguel Illa Font, Juarez. Serra do Erechim: tempos heróicos. Erechim: CARRARO, 1983.

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre municípios do estado do Rio Grande do Sul é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.