Abrir menu principal
Sabina
Duquesa da Baviera
Retrato de 1530 por Barthel Beham, na atual Antiga Pinacoteca.
Duquesa de Württemberg
Reinado 2 de março de 1511 – Janeiro de 1519
Maio de 15346 de novembro de 1550 (restauração)
Antecessor(a) Isabel de Brandemburgo
Sucessor(a) Ana Maria de Brandemburgo-Ansbach
 
Cônjuge Ulrico de Württemberg
Descendência Ana de Württemberg
Cristóvão de Württemberg
Casa Wittelsbach
Württemberg
Nascimento 24 de abril de 1492
  Munique, Ducado da Baviera
Morte 30 de agosto de 1564 (72 anos)
  Nürtingen, Ducado de Württemberg (atualmente em Baden-Württemberg, Alemanha)
Enterro Igreja Colegiada de São Jorge, Tubinga, Alemanha
Pai Alberto IV da Baviera
Mãe Cunegunda da Áustria
Religião Protestantismo

Sabina da Baviera-Munique (Munique, 24 de abril de 1492Nürtingen, 30 de agosto de 1564)[1][2] foi duquesa da Baviera por nascimento e duquesa consorte de Württemberg pelo seu casamento com Ulrico de Württemberg.

Índice

FamíliaEditar

Sabina foi a terceira filha e criança nascida do duque Alberto IV da Baviera e da arquiduquesa Cunegunda da Áustria. Os seus avós paternos eram o duque Alberto III da Baviera e sua segunda esposa, Ana de Brunsvique-Grubenhagen-Einbeck. Os seus avós maternos eram o imperador Frederico III do Sacro Império Romano-Germânico e a infanta Leonor de Portugal.

BiografiaEditar

Aos seis anos de idade, Sabina foi prometida em casamento a Ulrico, filho do conde Henrique de Württemberg e de Isabel de Zweibrücken-Bitsch, pelo seu tio, o imperador Maximiliano I do Sacro Império Romano-Germânico. Quinze anos depois, eles se casaram em Estugarda, no dia 2 de março de 1511.

A união que gerou dois filhos, contudo, era infeliz devido as tendências violentas do duque, que era conhecido como o Henrique VIII da Suábia.

Em 1515, temendo por sua vida, a duquesa fugiu de Württemberg para a corte da Baviera, após o assassinato de Hans von Hutten, um parente de Ulrich von Hutten, pelo seu marido. Seu irmão, o duque Guilherme IV da Baviera, levou seus filhos até ela, em 1519.

Ela apenas retornou ao ducado quando o seu filho, Cristóvão, sucedeu ao pai, em 1550. Passou a morar em Nürtingen, que virou uma corte protestante.

Sabina faleceu no dia 30 de agosto de 1564, aos 72 anos, e foi enterrada na Igreja Colegiada de São Jorge, na Tubinga.

DescendênciaEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Sabina da Baviera

Referências

  1. «Foundation for Medieval Genealogy». fmg.ac. Consultado em 8 de abril de 2018. Arquivado do original em 24 de fevereiro de 2008 
  2. «The Peerage». thepeerage.com