Seraphim Rose
Padre Seraphim Rose
Nascimento 13 de agosto de 1934 em San Diego, Estados Unidos
Morte 2 de setembro de 1982 (48 anos) em Platina, Estados Unidos
Veneração por Igreja Ortodoxa
Principal templo Monastério de São Germano do Alasca, Platina, Estados Unidos
Gloriole.svg Portal dos Santos

Seraphim Rose, (San Diego, 13 de agosto de 1934 – Platina, 2 de setembro de 1982) nascido Eugene Dennis Rose, comumente venerado como São Serafim de Platina, foi um hieromonge americano da Igreja Ortodoxa Russa no Exterior, co-fundador do Monastério de São Germano do Alasca, em Platina, na Califórnia e largamente conhecido como um dos responsáveis pelo crescimento do cristianismo ortodoxo no Ocidente no século XX. Além de ter traduzido para o inglês inúmeras obras essenciais, lançou muitos livros autorais, a maioria postumamente publicada. Alguns de seus escritos seriam traduzidos e distribuídos pelo samizdat na União Soviética.

Apesar de não ter sido formalmente glorificado por nenhuma jurisdição canônica ortodoxa, é venerado como santo por devotos de todo o mundo. Seu Monastério, hoje afiliado à Igreja Ortodoxa Sérvia, continua divulgando seu trabalho por sua editora St. Herman Press.[1][2]

VidaEditar

Eugene Rose nasceu em uma tradicional família de San Diego, rejeitou a fé metodismo na qual fora criado em sua juventude, tendo-se interessado na juventude por tradições religiosas do Leste Asiático, em especial o taoísmo. Enquanto estudava diferentes tradições orientais, começou a sentir falta de um Deus pessoal, o que, em seus estudos, acabou levando-o em 1962 à Igreja Ortodoxa Russa no Exterior.[3] Rapidamente chamou a atenção do bispo João Maximovich, que, no ano seguinte, abençoou a Eugene e a seu novo amigo Gleb Podmoshensky para que começassem uma irmandade de livros ortodoxos, a St. Herman of Alaska Brotherhood, que, em 1965, tornou-se a St. Herman Press.

Em 1968, Rose e Podmoshensky transformaram a irmandade em uma comunidade monástica e tornaram-se monges. Os pais de Rose providenciaram o pagamento do terreno de um cume perto da aldeia de Platina, no Condado de Shasta. Ao ser tonsurado em outubro de 1970, Eugene tomou o nome de Seraphim, em homenagem a São Serafim de Sarov. Padre Seraphim escreveu, traduziu e estudou para o sacerdócio em sua pequena cabine sem eletricidade nem água corrente, na qual passaria o resto de seus dias. Em 1977, foi ordenado hieromonge pelo Bispo Nectário de Seattle, filho espiritual de São Nectário de Optina, o último dos grandes staretsy de Optina.[4]

Em agosto de 1982, após sentir dores agudas por dias, foi relutantemente levado a um centro de tratamento em Redding, onde foi descoberto um trombo bloqueando a irrigação de seus intestinos. Após sua segunda cirurgia, entrou em um coma do qual não mais voltou. Centenas de fiéis visitaram o hospital e praticaram a Divina Liturgia em sua homenagem, enquanto orações lhe eram oferecidas no Monte Atos. Rose faleceu em 2 de setembro de 1982, aos 48 anos. Seu corpo ficou por dias em um caixão em seu monastério. Visitantes alegaram que não teria sofrido o rigor mortis e que teve, por dias, o cheiro de rosas. Muitos relatos de aparições e curas foram feitos ao redor do mundo, atribuídos ao hieromonge, mas, ainda que venerado e tido como santo por muitos ortodoxos, não foi incluído em nenhum calendário eclesial até o momento. [5] No aniversário de sua morte, muitos peregrinos vão ao Monastério visitar seu túmulo.

EnsinamentosEditar

Uma temática recorrente no ministério de Seraphim foi o ensino da "Ortodoxia do coração", que ele via ausente na vida eclesial dos cristãos ortodoxos dos Estados Unidos. Em meio a conflitos entre modernistas e tradicionalistas, Rose insistia que era possível ser rígido em matéria de fé sem comprometer virtudes cristãs como a misericórdia, a paciência e a piedade.[6][7]

Em termos doutrinários, foi conhecido por sua forte oposição ao ecumenismo. Vivendo em um tempo de atrito entre o Patriarcado de Moscou e a Igreja Ortodoxa Russa no Exterior, Rose polemizou dentro desta última por afirmar que a Igreja ainda tinha graça dentro da Rússia, não obstante a alegada cooperação desta com o regime comunista.

Criacionismo vs. EvolucionismoEditar

Rose também entrou no debate entre criacionismo bíblico e evolucionismo. Primeiramente Rose afirmou que a patrística ortodoxa apoiava exclusivamente o ponto de vista criacionista. Essa ideia foi veementemente atacada por outros teólogos ortodoxos, que afirmaram que, embora a existência do homem não seja acidental, não há doutrina oficial da igreja quanto ao processo preciso que Deus usou na criação, nem o período de tempo que ela poderia ter exigido.[8]

Em um segundo momento, em resposta ao artigo de Kalomiros chamado "A Vontade Eterna" (The Christian Activist, Volume 11, outono/inverno de 1997), Rose admitiu que: "deveria ter declarado uma verdade elementar: a ciência moderna, quando lida com fatos científicos, geralmente sabe mais do que os santos Padres, e os santos Padres podem facilmente cometer erros a respeito de fatos científicos; não são os fatos científicos que devemos procurar nos santos Padres, mas a verdadeira teologia e a verdadeira filosofia que é baseada na teologia."[9]

BibliografiaEditar

  • Orthodoxy and the Religion of the Future. Platina: Saint Herman of Alaska Brotherhood, 1975. (ISBN 188790400X)
  • The Place of Blessed Augustine in the Orthodox Church. Platina: Saint Herman of Alaska Brotherhood, 1983. (ISBN 0938635123)
  • The Apocalypse: In the Teachings of Ancient Christianity. Platina: Saint Herman of Alaska Brotherhood, 1985. (ISBN 0938635670)
  • Blessed John the Wonderworker: A Preliminary Account of the Life and Miracles of Archbishop John Maximovitch. Platina: St. Herman of Alaska Brotherhood, 1987. (ISBN 0938635018)
  • God's Revelation to the Human Heart. Platina: Saint Herman Press, 1988. (ISBN 0938635034)
  • The Soul After Death: Contemporary "After-Death" Experiences in the Light of the Orthodox Teaching on the Afterlife. Platina: St. Herman of Alaska Brotherhood, 1988. (ISBN 093863514X)
  • Nihilism: The Root of the Revolution of the Modern Age. Platina: St. Herman of Alaska Brotherhood, 1994. (ISBN 1887904069) (as Eugene Rose).
  • Genesis, Creation and Early Man. Platina: St. Herman of Alaska Brotherhood, 2000. (ISBN 1887904026)
  • Letters from Father Seraphim. Nikodemos Orthodox Publication Society. (ISBN 1879066084)

Referências

  1. Death to the World: Blessed Hiermonk Seraphim Rose
  2. St. Herman Press
  3. Rose, Seraphim (1988). God's Revelation to the Human Heart. Platina: Saint Herman Press. (ISBN 0938635034)
  4. The Royal Path "In Memory of Fr. Seraphim Rose", p. 2.
  5. The Last Chapter in the Short Life of Father Seraphim of Platina.
  6. Fr. Seraphim Rose: His Life and Works, Capítulo 99, "Hope".
  7. Fr. Seraphim Rose: His Life and Works, Capítulo 86, "Orthodoxy of the Heart".
  8. See Evolution and Orthodoxy Arquivado em 2010-06-17 no Wayback Machine., by Fr. John Matusiak at the Orthodox Church in America website.
  9. Orthodoxinfo.com website.