Sebastopol

cidade federal da Rússia (de facto) e cidade com estatuto especial da Ucrânia (de jure)
(Redirecionado de Sevastopol)
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Sebastopol (desambiguação).

Sebastopol[1] ou Sevastópol[2] (em ucraniano: Севасто́поль; em russo: Севасто́поль; em tártaro da Crimeia: Акъяр), ou ainda raramente Sebastópolis,[3][4] é uma cidade autônoma administrada de facto pela Federação Russa, mas reconhecida como pertencente de direito à Ucrânia pela maioria da comunidade internacional e dos membros da ONU. Possui cerca de 547 820 habitantes[5] e está localizada na península da Crimeia.[6]

Sebastopol

Севасто́поль (ucraniano)
Севастополь (russo)
Акъяр (crimeu)

  Cidade Federal  
Sevastopol Collage 2015.png
Símbolos
Bandeira de Sebastopol
Bandeira
Brasão de armas de Sebastopol
Brasão de armas
Gentílico Sevastopolitano(a)
Localização
Localização de Sebastopol na península da Crimeia
Localização de Sebastopol na península da Crimeia
Sebastopol está localizado em: Crimeia
Sebastopol
Localização de Simferopol na Crimeia
Coordenadas 44° 36' 18" N 33° 31' 21" E
País Disputado:
História
Fundação 1783
Fundador Catarina II da Rússia
Administração
Governador Mikhail Razvozhayev (Rússia Unida)
Características geográficas
Área total 864 km²
População total (2020) 547,820 hab.
Densidade 0,6 hab./km²
Fuso horário UTC+3
Código de área +7-8692 (sistema russo)
Website sevastopol.gov.ru

A carta de constituição da cidade de Sebastopol, a Federação Russa, os demais estados da CEI consideram a cidade como reunificada e pertencente à Rússia. Na Federação Russa, Sebastopol é uma das três cidades com status especial de cidade federada da Rússia. A cidade mantinha um status diferenciado desde os tempos soviéticos mesmo quando estava vinculada à Ucrânia. Sebastopol abriga um importante polo industrial e turístico e sempre foi uma das mais importantes cidades da URSS. As outras duas cidades com status de Cidade Federal dentro do território Russo são Moscou e São Petersburgo.

Sebastopol abriga uma grande base naval russa, construída para abrigar a Frota do Mar Negro da marinha do então Império Russo. Em Maio de 2014, por meio de um referendo realizado na região da Crimeia, a região foi anexada pela Federação Russa, contrariando as determinação da ONU, OTAN e do governo ucraniano, que não deram legitimidade ao referendo e invalidaram seu resultado.

HistóriaEditar

AntiguidadeEditar

Por volta do século V a.C. uma colônia Grega foi estabelecida na área da cidade moderna de Sebastopol. A cidade grega de Quersoneso existiu por quase dois milênios, primeiro como uma democracia independente e depois como parte do Reino do Bósforo. Nos séculos XIII e XIV, foi saqueada pela Horda Dourada por diversas vezes, até ser totalmente abandonada. A cidade moderna de Sebastopol não tem nenhuma conexão com a cidade grega antiga e medieval, mas suas ruínas são uma atração turística popular localizada nos arredores da cidade.

Império RussoEditar

A cidade moderna de Sebastopol foi fundada pela Rússia em 1783. Após a anexação da Crimeia pelo Império Russo, a Imperatriz Catarina II da Rússia ordenou que Grigori Potemkin construísse uma fortaleza no local e a chamasse de Sebastopol.[7]

Ficou célebre na Guerra da Crimeia o Cerco de Sebastopol (1854-1855) em que o Império Russo foi derrotado, tendo sido a cidade ocupada pela França e pela Grã Bretanha.

Época SoviéticaEditar

A cidade esteve ocupada pelo exército alemão entre 3 de julho de 1942 e 9 de maio de 1944.

Para incrementar o desenvolvimento industrial, em 1954, mesmo com a região tendo maioria russa, o líder soviético Nikita Krushchev decidiu transferir o controle de Sebastopol, juntamente com a península da Crimeia, da República Soviética da Rússia para a República Soviética da Ucrânia.

Sebastopol tem um estatuto separado, e não é parte, portanto, da Crimeia. Abrange o distrito de Balaclava. Nos tempos da União Soviética, Sebastopol foi declarada como cidade fechada.

AtualmenteEditar

Em Março de 2014 a Federação Russa reconheceu a cidade e anexou a região da Crimeia como território da Federação Russa, contrariando as determinações da OTAN e o apelo de toda a comunidade internacional, que não reconheceram a Crimeia como parte da Federação Russa e ainda pertencente à Ucrânia.

Contrariando as determinações internacionais, seguiu-se a anexação e a federalização do território da Crimeia e de Sebastopol sob a administração do presidente russo Vladimir Putin. Ele declarou na altura que o povo russo jamais se consideraria patriota se um dia tivesse que ir a Sebastopol e ver aviões e navios de guerra dos EUA estacionados na base militar desta cidade de sua grande pátria.

DemografiaEditar

De acordo com o censo russo de 2020, a população urbana de Sebastopol é de 505 477 pessoas, sendo 47,5% homens e 52,5% mulheres. Já a área rural possui um total de 42 343 pessoas, sendo 49,1% homens e 50,9% mulheres. No total, Sebastopol possui 547 820 habitantes, sendo a cidade mais populosa da Crimeia.[5][8]

De acordo com o censo ucraniano de 2001, os russos são 71,6% dos habitantes, os ucranianos são 22,4% e os bielorrussos são 1,6%, havendo também uma parcela da população de origem tártara e outras minorias.[9]

Panorama do porto de Sebastopol

Ver tambémEditar

Referências

  1. Correia, Paulo (Primavera de 2022). «Ucrânia — ficha de país» (PDF). a folha – Boletim da língua portuguesa nas instituições europeias. Consultado em 27 de julho de 2022 
  2. Transliteração, com indicação da sílaba tónica.
  3. Machado, José Pedro, Dicionário Onomástico Etimológico da Língua Portuguesa, verbete "Sebastópolis"
  4. Rocha, Carlos (29 de março de 2022). «Topónimos da Ucrânia». Ciberdúvidas da Língua Portuguesa. Consultado em 29 de março de 2022. (...) há registo de Sebastópolis, muito pouco usado nas até agora poucas referências à cidade assim chamada. 
  5. a b «Оценка численности постоянного населения по субъектам Российской Федерации». Federal State Statistics Service. Consultado em 26 de dezembro de 2022 
  6. Infopédia.pt: Tomada de Sebastopol
  7. «Основание и развитие Севастополя как базы Черноморского флота :: Севастопольский информационный портал». www.sevastopol.info. Consultado em 26 de dezembro de 2022 
  8. «Росстат — Всероссийская перепись населения 2020». rosstat.gov.ru. Consultado em 26 de dezembro de 2022 
  9. «2001 Ukrainian census». Ukrcensus.gov.ua. Consultado em 26 de abril de 2010. Arquivado do original em 31 de outubro de 2004 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre Geografia da Ucrânia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  Este artigo sobre geografia da Rússia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.