Abrir menu principal
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde agosto de 2016). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes está sujeito a remoção.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


Show ball, também conhecido como Indoor Soccer na América do Norte, tem semelhanças com o futebol society. É jogado numa quadra de, aproximadamente, 42 x 22 metros com gramado sintético, com dois tempos de 25 minutos. Durante o jogo as substituições são ilimitadas, e tem a particularidade que a bola se mantém em jogo de forma quase permanente, devido à parede de acrílico transparente que cerca o campo. É a segunda maior modalidade de futebol coberto depois do Futebol de salão.

Showbol

Dallas Sidekicks vs Texas Strikers B - 23 February 2013.jpg
Partida de showbol nos Estados Unidos.

Outros nomes Indoor soccer, Futebol Indoor, Minifutebol
Ano de criação 1969
Origem  Canadá
Participantes 6 de cada lado
Local de disputa Quadra com grama sintética (42x22m)
Duração 50 min.
Equipamento Bola
Olímpico Não

O esporte possui ligas profissionais no Brasil (Campeonato Brasileiro de Showbol), nos Estados Unidos, Canadá e México (Dentro da Major Arena Soccer League), na Inglaterra (Sob o Masters Football) e Espanha (Liga de Fútbol Indoor).

Índice

HistóriaEditar

Foi criado em 1969 pelo ex-jogador de campo húngaro Joe Martin, que atuou pelo Ferencváros e pela seleção húngara.

No final de sua carreira, Joe foi jogar em Toronto, Canadá e devido às baixas temperaturas do inverno canadense, Martin criou um esporte com as regras do futebol, mas jogado em quadras de futebol de salão. E mais, acrescentou um elemento que dá mais dinâmica às partidas: a tabela.

Na década de 1970 o showbol foi para o Brasil, levado por Francisco Monteiro, e também para a Europa, com amistosos de exibição. Na mesma década foi popular na América do Norte, onde a North American Soccer League, a maior liga de futebol de campo da América do Norte, sancionou torneios de showbol junto ao seu campeonato regular.

RegrasEditar

 
Partida de Showbol universitário no México.

Campo: Retangular com comprimento mínimo de 42 m e máximo de 44 m, largura mínima de 22 m e máxima de 24 m. A quadra é feita obrigatoriamente com grama sintética, e deve ter linhas que definam a área, o meio da quadra e a marca de pênalti.

Bola: deve ter entre 68 e 79 cm de circunferência e entre 410 e 450 gramas. É a mesma bola do futebol de campo.

Jogadores: Os dois times devem contar em campo com 6 jogadores, sendo 5 na linha e 1 goleiro. As substituições entre os jogadores são ilimitadas. E podem acontecer a qualquer momento, sem consulta ao árbitro.

Uniformes: Os jogadores devem jogar com tênis de futebol society (pequenas travas de borracha), ou tênis de futsal. O uniforme tem calção e camisa.

O Árbitro: O jogo é controlado por um único árbitro. Cabe ao árbitro apitar o início e fim do jogo, assim como o início e fim do intervalo. Cabe ao árbitro punir o atleta com cartão azul ou vermelho. O cartão azul é mostrado ao atleta que cometer uma falta grave. Este cartão pune o atleta com dois minutos de suspensão, ficando sua equipe com um atleta a menos durante este período. O vermelho é a expulsão da quadra, ficando a equipe com um atleta a menos até o fim da partida.

Duração de Jogo: O tempo da partida é de duas etapas de 25 minutos cada, com intervalo de 10 minutos. O tempo é corrido e visível no placar. O tempo só é interrompido, quando o árbitro determinar para atendimento médico.

Reinício de Jogo: O início do jogo é determinado por um sorteio entre os capitães das duas equipes. A equipe escolhe se inicia o jogo ou se escolhe o lado da quadra. No segundo tempo inverte o lado da quadra.

Bola dentro e fora de jogo: A bola não sai pelas laterais, pois há uma tabela, a não ser quando passar por cima da tabela. Se a bola sair na defesa do time que a colocou para fora, é marcado pênalti (regra 12). Se a bola sair no ataque do time que a colocou para fora, a bola é reposta em jogo através do goleiro.

O Gol: Será marcado gol quando a bola ultrapassar totalmente a linha da trave. Quem marcar mais gols, vence a partida.

Falta: É marcado falta quando um atleta chutar, golpear, empurrar ou fizer carga excessiva no adversário. A falta será cobrada no ponto exato em que ocorreu a infração. Também será marcada falta quando o atleta colocar a mão na bola intencionalmente.

Pênalti: É marcado pênalti em duas situações. Quando a falta for marcada dentro da área, ou quando a equipe colocar a bola para fora da quadra, por cima da tabela, ainda na sua quadra (defesa).

Show ball no BrasilEditar

Francisco Monteiro, ex-jogador de futebol conhecido também como Todé, que atuou em alguns clubes do Rio de Janeiro, também foi encerrar sua carreira no Canadá. Lá conheceu Joe Martin e o show ball. Percebendo o potencial do esporte, Todé trouxe o esporte para o Brasil.

A primeira partida disputada no país foi realizada em 1972 no ginásio Maracanãzinho, entre a seleção brasileira e a seleção do resto do mundo.

Depois de quase 30 anos no esquecimento o esporte voltou a ser praticado no país. E voltou com estilo, com a seleção brasileira campeã no primeiro Mundialito de Showbol, realizado na Espanha, em 2006. Em 2007 o Showbol Brasil realizou o Torneio Rio-São Paulo de Showbol, cujo campeão foi o Corinthians.

Vários ex-jogadores brasileiros já tiveram a oportunidade de servir a seleção, dentre eles, Djalminha, Dunga, Mauro Silva, Aldair, Zetti, Müller, Careca, Rick Gorni, Lucas Cachoni e Paulo Victor. Maradona, ex jogador argentino jogou showbol. Garrincha também jogou na partida da seleção brasileira em 1975.

SeleçõesEditar

Campeonatos oficiaisEditar

Ver tambémEditar

FontesEditar

  • Showbol, em português, espanhol e inglês