Silvano dos Setenta

Silvano (em latim: Silvanus), foi um dos Setenta Discípulos, os seguidores de Jesus enviados por ele numa missão evangélica em Lucas 10:1. Pouco se sabe sobre ele, exceto por sua breve menção no Novo Testamento (nos Atos dos Apóstolos, nas epístolas paulinas e em 1 Pedro) como um dos que transcreveram essas obras.

São Silvano
Silvano (esq.), com Crescêncio e Silas.
Ícone dos Setenta Discípulos.
Bispo de Tessalônica
Nascimento
c. 50 d.C.
Morte
Macedônia
Veneração por Toda cristandade
Festa litúrgica 13 de julho
Gloriole.svg Portal dos Santos

Identidade com SilasEditar

 Veja também: Silas (Bíblia)

Para alguns, Silvano pode ser a mesma pessoa que Silas, também mencionado em vários lugares do Novo Testamento. Se este é de fato o caso, é provável que ele tenha nascido como "Silas" e tomado depois o nome romano de Silvanus para facilitar o evangelismo.

Segundo DemétrioEditar

 Veja também: Demétrio de Rostóvia

Silvano segundo Demétrio de Rostov: “ São Silvano trabalhou com cada um dos Apóstolos Supremos na pregação da doutrina de Cristo, sendo um participante em seus trabalhos e das curas de doenças. Em Tessalônica, ele era um bispo e, tendo levantado muitas dores por causa da sua fé, partiu daqui para Cristo, que coroa todas as suas façanhas. "

Demétrio dissociava totalmente a figura de Silas com Silvano, e sempre reforçava a importância de Silvano para o Evangelho.

Ligações externasEditar

  • «São Silas» (em inglês). Catholic Online. Consultado em 20 de maio de 2011 
  Este artigo sobre a biografia de um(a) santo(a) ou um(a) beato(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.