Squeak

linguagem de programação

Squeak é uma linguagem de programação, derivada de Smalltalk por um grupo da Apple Computer, que incluía alguns dos desenvolvedores originais de Smalltalk.[1] Seu desenvolvimento foi continuado pelo mesmo grupo, na Walt Disney Imagineering, onde a linguagem era feita com o propósito de ser usada em projetos internos da Disney.

Squeak
Paradigma Orientação a objetos
Surgido em 1996
Última versão 5.2b (18 de outubro de 2018)
Criado por Alan Kay, Dan Ingalls, Adele Goldberg
Estilo de tipagem Dinâmica
Dialetos: Croquet
Influenciada por Smalltalk, Lisp, Logo, Sketchpad, Simula, Self
Influenciou Etoys, Tweak, Scratch
Licença: Dupla: Licença Apache / Licença MIT
Página oficial www.squeak.org

Squeak é executado em uma máquina virtual (VM), permitindo um alto grau de portabilidade. O sistema Squeak inclui código para gerar uma nova versão da VM na qual é executado, juntamente com um simulador de VM escrito em Squeak.[2]

Squeak é orientada a objetos e reflexiva. Está disponível para muitas plataformas, e programas produzidos em uma plataforma executam identicamente em todas as outras plataformas.

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

Referências

  1. Ingalls, Dan; Kaehler, Ted; Maloney, John; Wallace, Scott; Kay, Alan (1997). «Back to the Future: the story of Squeak, a practical Smalltalk written in itself». ACM Digital Library. ACM SIGPLAN Notices. 32 (10): 318–326. doi:10.1145/263700.263754. Consultado em 12 de junho de 2011 
  2. Miranda, Eliot; Béra, Clément; Gonzalez Boix, Elisa; Ingalls, Dan (2018). «Two decades of smalltalk VM development: live VM development through simulation tools». Proceedings of the 10th ACM SIGPLAN International Workshop on Virtual Machines and Intermediate Languages (PDF). [S.l.]: ACM Digital Library. pp. 57–66. ISBN 9781450360715. doi:10.1145/3281287.3281295. Consultado em 9 de novembro de 2020 
  Este artigo sobre software é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.