Abrir menu principal

O Rei da Alegria

filme de 1940 dirigido por Busby Berkeley
(Redirecionado de Strike Up the Band)
O Rei da Alegria
Strike Up the Band
Cartaz do filme
 Estados Unidos
1940 •  p&b •  120 min 
Direção Busby Berkeley
Produção Arthur Freed
Roteiro John Monks Jr.
Fred F. Finklehoffe
Elenco Mickey Rooney
Judy Garland
June Preisser
Gênero comédia musical
Música Leo Arnaud
George Stoll
Direção de fotografia Ray June
Direção de arte Cedric Gibbons
Edição Ben Lewis
Companhia(s) produtora(s) MGM
Distribuição MGM
Lançamento Estados Unidos 27 de setembro de 1940
Portugal 23 de dezembro de 1941
Idioma inglês
Orçamento US$ 838 661[1]
Receita US$ 3 494 000[1]

O Rei da Alegria (Strike Up the Band, no original em inglês) é um filme norte-americano de 1940, do gênero comédia musical, dirigido por Busby Berkeley e estrelado por Mickey Rooney e Judy Garland.[2]

Notas sobre a produçãoEditar

 
June Preisser no trailer do filme
 
Vitrine montada pela MGM para divulgar o filme

O Rei da Alegria é o segundo dos quatro musicais que Mickey Rooney e Judy Garland fizeram juntos. O filme situa-se após Babes in Arms (1939) e antes de Babes on Broadway (1941) e Girl Crazy (1943). Todos, segundo Ken Wlaschin, estão entre os onze melhores da carreira de Mickey.[3]

Exceto pelo título original e pela canção-título, de George e Ira Gershwin, não há nenhuma semelhança entre o filme e o espetáculo apresentado com sucesso na Broadway em 1930.[4] O musical dos Gershwin é uma sátira, na qual os EUA, para dominar o mercado de chocolates, declaram guerra à Suíça. Já o filme é mais um na linha "hey, vamos-montar-um-show-legal".[5]

Um dos pontos altos do filme é o segmento desenvolvido por George Pal, em que uma sinfonia é executada por frutas dançantes. A ideia saiu, aparentemente, da cabeça de Vincente Minnelli.[6]

O filme recebeu três indicações ao Oscar, tendo ficado com o prêmio de Melhor Mixagem de Som.

SinopseEditar

O jovem Jimmy Connors resolve montar uma banda escolar para participar de uma competição em Chicago, patrocinada pelo band leader Paul Whiteman. Tudo que ele precisa é de duzentos dólares e, para isso, monta um espetáculo melodramático, com o auxílio de Mary Holden e outros colegas. Entretanto, depois de conseguir o dinheiro, ele o doa para a mãe do amigo Willie Brewster, que precisa fazer uma cirurgia urgentemente. Tudo perdido? Não: por sorte, Paul Whiteman, em carne e osso, desembarca na cidadezinha de Jimmy...[5]

PremiaçõesEditar

Patrocinador Prêmio Categoria Situação
Academia de Artes e Ciências Cinematográficas Oscar Melhor Mixagem de Som
Melhor Canção Original
Melhor Trilha Sonora Original
Vencedor
Indicado
Indicado

ElencoEditar

Ator/Atriz Personagem
Mickey Rooney Jimmy Connors
Judy Garland Mary Holden
June Preisser Barbara Frances Morgan
William Tracy Phillip Turner
Paul Whiteman Paul Whiteman
Larry Nunn Willie Brewster
Margaret Early Annie
Ann Shoemaker Senhora Connors
Francis Pierlot Senhor Judd
Virginia Brissac Senhora May Holden
George Lessey Senhor Morgan
Enid Bennett Senhora Morgan
Howard C. Hickman Doutor
Sarah Edwards Senhorita Hodges

Referências

  1. a b «O Rei da Alegria». IMDB. Consultado em 11 de julho de 2017 
  2. Eames, John Douglas (1982). The MGM Story (em inglês). Londres: Octopus Books. ISBN 0904230147 
  3. Wlaschin, Ken (1985). The World's Great Movie Stars and Their Films (em inglês). Londres: Peerage Books. ISBN 1850520046 
  4. «Strike Up the Band». IBDB. Consultado em 11 de julho de 2017 
  5. a b Erickson, Hal. «Strike Up the Band» (em inglês). AllMovie. Consultado em 10 de julho de 2017 
  6. Maltin, Leonard (2010). Classic Movie Guide, segunda edição (em inglês). Nova Iorque: Plume. ISBN 9780452295773 

BibliografiaEditar

Ligações externasEditar