TV Anhanguera Rio Verde

emissora de televisão brasileira de Rio Verde, GO
TV Anhanguera Rio Verde
Televisão Riviera Ltda.
Rio Verde, Goiás
Brasil
Tipo Comercial
Canais Digital: 30 UHF
Virtual: 12 PSIP
Outros canais Ver mais
Analógico:
12 VHF (1990-2016)
Sede Bandeira Rio Verde(Goiás).jpg Rio Verde, GO
Slogan O Bom da vida é te ver
Rede Rede Anhanguera (Globo)
Fundador(es) Jaime Câmara Júnior
Pertence a Grupo Jaime Câmara
Proprietário(s) Jaime Câmara Júnior
Presidente Cristiano Roriz Câmara
Fundação 1 de setembro de 1990 (29 anos)
Prefixo ZYA 578
Nome(s) anterior(es) TV Riviera (1990-2012)
Cobertura Parte do Sudoeste de Goiás
Coord. do transmissor 17° 47' 24.2" S 50° 53' 21.9" O
Potência 0,47 kW
Página oficial redeglobo.globo.com/tvanhanguera

TV Anhanguera Rio Verde é uma emissora de televisão brasileira sediada em Rio Verde, cidade do estado de GO. Opera no canal 12 (30 UHF digital), e é afiliada à Rede Globo. Integra a Rede Anhanguera, rede de televisão pertencente à Grupo Jaime Câmara e com atuação nos estados de Goiás e Tocantins.

HistóriaEditar

A TV Riviera foi inaugurada em 1º de setembro de 1990, sendo a segunda emissora de televisão da Organização Jaime Câmara no interior de Goiás. Sua área de cobertura abrange parte dos municípios do Sul Goiano, enquanto outra parte é coberta pela TV Anhanguera Jataí.

Em 24 de outubro de 2012, a Rede Anhanguera lançou, durante o Jornal Anhanguera 1ª edição a sua nova logomarca, que possui traços semelhantes aos da Rede Globo. Na ocasião, a TV Riviera e as outras emissoras da rede no interior de Goiás seguiram o exemplo das emissoras tocantinenses (Araguaína, Gurupi e Palmas) e da emissora da capital Goiânia, passando a adotar o nome TV Anhanguera.[1]

Sinal digitalEditar

Canal virtual Canal digital Proporção de tela Programação
12.1 30 UHF 1080i Programação da TV Anhanguera Rio Verde / Globo

A emissora iniciou suas transmissões digitais em 11 de dezembro de 2012, através do canal 30 UHF para Rio Verde e áreas próximas.

Transição para o sinal digital

Com base no decreto federal de transição das emissoras de TV brasileiras do sinal analógico para o digital, a TV Anhanguera Rio Verde, bem como parte das outras emissoras da cidade de Rio Verde, cessou suas transmissões pelo canal 12 VHF em 1 de março de 2016,[2] seguindo o cronograma oficial da ANATEL, em um desligamento piloto.[3][4] O desligamento de seu sinal analógico aconteceu às 12h42, durante o Jornal Anhanguera 1ª edição. O ministro das comunicações, André Figueiredo, apertou simbolicamente um botão em um equipamento, e em seguida, passou a ser exibido um aviso em loop do MCTIC e da ANATEL sobre a mudança em sinal, que permaneceu no ar até 1º de abril, quando o sinal foi definitivamente cortado.[5]

ProgramasEditar

  • Jornal Anhanguera 1ª edição: Telejornal, com Muriele Silva
  • Jornal Anhanguera 2ª edição: Telejornal, com Lara Leão

SinalEditar

Referências

  1. «TV Anhanguera lança marca nova». Rede Anhanguera. 24 de outubro de 2012. Consultado em 26 de novembro de 2015 
  2. Aquino, Miriam (15 de fevereiro de 2016). «MiniCom inicia transição da TV digital com desligamento de três emissoras em Rio Verde». Tele Síntese. Consultado em 15 de fevereiro de 2016 
  3. «Rio Verde (GO) será primeira a desligar sinal analógico de televisão». Portal Brasil. 8 de maio de 2015. Consultado em 26 de novembro de 2015 
  4. Velasco, Murillo (15 de dezembro de 2015). «Ministro define nova data limite para desligar sinal analógico em Rio Verde». G1. Consultado em 17 de janeiro de 2015 
  5. «André Figueiredo participa do desligamento do sinal da TV analógica em Rio Verde». Portal Brasil. 29 de fevereiro de 2016. Consultado em 1 de março de 2016 

Ligações externasEditar

Ver tambémEditar

  Este artigo sobre Televisão no Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.