Abrir menu principal



Taifa de Mértola

Taifa

Blank.png
1033 – 1151 Blank.png
 
Blank.png
Localização de Reino de Mértola
Mapa da Península Ibérica com a Taifa de Mértola c. 1037
Continente Europa
Região Península Ibérica
País Portugal Portugal
Capital Mértola
Outros idiomas Árabe, moçárabe, ladino
Religião Islão, cristianismo moçárabe, judaísmo
Governo Monarquia
Período histórico Idade Média
 • 1033 Queda do Califado de Córdova
 • 1033 Fundação da Taifa
 • 1091–1144 Conquista pelo Império Almorávida
 • 1151 de 1151 Conquista pelos Almóadas
Moeda Dirrã e Dinar de ouro
Reis taifas de Mértola
Conquista por Taifa de Sevilha 1044
Conquista por Badajoz 1145
  • Abu-l-Qasim b Husaym b Qasi (1146-1151) (2ª Vez)
Conquista almóada 1151


A Taifa de Mértola foi uma pequena taifa muçulmana surgida em Alandalus por volta de 1033, a partir da desintegração do Califado de Córdova. Perdurou até 1044, ano em que foi conquistada por Almutadide da Taifa de Sevilha. A Taifa de Mértola estendia-se ao longo de ambas as margens do rio Guadiana, na zona oriental do actual distrito português de Beja, em torno da cidade de Mártula (Mārtulah), a actual Mértola.

Segunda taifaEditar

 
Estátua de Ibn Qasi, Senhor de Mértola, junto ao castelo da cidade

Durante o segundo período de taifas, após a queda do Império Almorávida, surgiu de novo em Mértola uma taifa independente que durou de 1144 a 1151, com um breve período de interregno em que esteve anexada à Taifa de Badajoz.

BibliografiaEditar

  • VIGUERA, María Jesús; Los reinos de Taifas. 2007. RBA Coleccionables. ISBN 84-473-4815-6

Referências

Ligações externasEditar