Abrir menu principal

Tau (partícula)

partícula elementar
Disambig grey.svg Nota: ""Tau"" redireciona para este artigo. Para a letra grega, veja Τ. Para o conceito chinês, veja Tao. Para a cruz cristã, veja Cruz tau. Para a proteína, veja proteína tau. Para o palácio francês, veja Palácio de Tau.

O tau ou tauão é uma partícula subatômica da família dos léptons, sendo que ele é muito parecido com o elétron, ele pode ser genericamente chamado de elétron superpesado, sua antipartícula é o antitau, como no caso do elétron e do múon, o tau tem um neutrino associado, este é o neutrino de tau, seu tempo de vida é de cerca 2,9 × 10-13 s.

Tau
Composição: Partícula elementar
Família: Lépton
Interação: Gravidade, força fraca e eletromagnetismo
Símbolo(s): t-
Antipartícula: Anti-tau
Descoberta: Martin Lewis Perl, 1975
Massa: 1777 MeV
Carga elétrica: -1
Spin: ½

HistóriaEditar

O tau foi descoberto depois de varias experiências entre 1974-1977, por equipes lideradas por Martin Lewis Perl, o tau foi descoberto e detectado depois de eventos anômalos, que não poderiam ser explicados de forma convencional.

DecadênciaEditar

 
Decaimento do tau.

O tau é o único lépton capaz de decair em um hádron, pois os outros léptons não tem massa o suficiente para decair nestas partículas.

Ver tambémEditar

ReferênciasEditar