The Confessions Tour

The Confessions Tour
Álbum ao vivo de Madonna
Lançamento 26 de janeiro de 2007 (2007-01-26)
Gravação 15–16 de agosto de 2005 (2005-08-16)
Local(is) Wembley Arena
(Londres, Reino Unido)
Gênero(s) Dance
Duração 1:02:38 (DVD)
1:13:14 (CD)
Formato(s)
Gravadora(s)
Direção Jonas Åkerlund
Produção
  • Jonas Åkerlund
  • Madonna
Cronologia de Madonna
I'm Going to Tell You a Secret
(2006)
Hard Candy
(2008)
Cronologia vídeo de Madonna
I'm Going to Tell You a Secret
(2006)
Celebration: The Video Collection
(2009)

The Confessions Tour é o segundo álbum ao vivo da cantora e compositora estadunidense Madonna, lançado em 26 de janeiro de 2007, pela Warner Bros. Records. Dirigido por Jonas Åkerlund, o álbum narra a turnê de 2006 da cantora, Confessions Tour. A produção foi gravada na Wembley Arena durante as apresentações da turnê em Londres no Reino Unido, e lançada nos formatos CD e DVD. O DVD contém todo o concerto e o CD inclui apenas treze canções ao vivo. O álbum tornou-se o primeiro lançamento da Semtex Films, uma empresa de produção fundada por Madonna em 2006.

Em geral, The Confessions Tour recebeu críticas positivas dos críticos contemporâneos, e venceu na categoria Melhor Filme Musical no Grammy Awards de 2008. O álbum chegou à primeira posição nas paradas oficiais da Austrália, Bélgica, República Tcheca, Hungria, Itália, Portugal e Espanha; e alcançou sucesso moderado em seu país natal, atingindo a posição de numero quinze na parada americana de álbuns Billboard 200. The Confessions Tour já vendeu mais de 1,2 milhões de cópias em todo o mundo.

Antecedentes e desenvolvimentoEditar

 
A apresentação de "Live to Tell" na Confessions Tour foi recebida com forte reação negativa por parte de grupos religiosos que a consideravam blasfêmia.

Após o lançamento do documentário I'm Going to Tell You a Secret e do álbum ao vivo de mesmo nome, em 2006, Madonna lançou seu segundo álbum ao vivo, The Confessions Tour, em 26 de janeiro de 2007. O álbum foi gravado na Wembley Arena nos dias 15 e 16 de agosto de 2006, durante os shows em Londres de sua turnê Confessions Tour, a qual promovia o álbum de estúdio Confessions on a Dance Floor,[1] lançado em 2005.

O álbum The Confessions Tour foi o primeiro lançamento da sua nova produtora, Semtex Films,[2][3] e foi lançado nos formatos de DVD e CD, tendo sido dirigido por Jonas Åkerlund. O lançamento em DVD consiste na lista completa de 21 canções da turnê, enquanto o CD contém treze destaques do da produção.[1] A turnê foi exibida pela primeira vez na rede de TV NBC durante o Dia de Ação de Graças de 2006. Esta transmissão foi editada, deixando de fora canções como "Paradise (Not For Me)" e "Live to Tell".[4] A performance de Madonna no último, no qual ela aparecia crucificada em uma cruz de vidro decorada enquanto usava uma coroa de espinhos na cabeça, enfrentou forte reação da mídia e de grupos religiosos cristãos. A empresa asiática de mídia e serviços Fridae informou que o álbum foi banido em Cingapura, Malásia e partes do leste da Ásia, devido à inclusão dessa performance no DVD.[5]

Análise da críticaEditar

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
AllMusic      [6]
BBC Music B[7]
The Hindu (Positivo)[8]
Pitchfork (4.2/10)[9]
Slant Magazine      [10]
Stylus Magazine A−[11]

Stephen Thomas Erlewine, do AllMusic, considerou que a versão em CD do álbum "não foi tão divertida de ouvir, mesmo que as reinterpretações dos sucessos de 20 anos sejam interessantes. O DVD não parece tão frio graças inteiramente ao um toque especial dos visuais e a eficiência determinada do programa, mas, mesmo assim, isso interessa principalmente às pessoas que não se importam em comprar outro CD/DVD ao vivo apenas um ano após o primeiro".[6] Ed Gonzalez, da Slant Magazine, sentiu que o final do concerto no álbum "é um lembrete de que a música de Madonna não precisa ser motivada por sexo ou política para ser boa, desde que mostre uma pitada de coração e alma".[10] Thomas Inskeep, da Stylus Magazine, também elogiou o final da turnê. De acordo com ele, "[The Confessions Tour] é quase exclusivamente otimista, encenado dentro de uma polegada de sua vida e ainda mais vivaz do que tudo o que ela faz há anos. A versão em CD são 13 faixas reduzidas extraídas do show ao vivo, um Deus santo, que fuma". No entanto, ele sentiu que o disco perde força durante a parte "Confissões", que demonstra um trio de indivíduos confessando seus sofrimentos na vida.[11]

Tom Young, da BBC Music, Ele disse que não viu as performances reais na turnê e sentiu que "parte da magnitude da performance está perdida e as mudanças de faixa / cena parecem desnecessariamente longas. [...] No que diz respeito aos álbuns ao vivo, este é um trabalho bem feito".[7] Stephen M. Deusner, da Pitchfork fez uma crítica negativa ao álbum, afirmando que "a própria Madonna é a principal culpada. No palco, ela se baseia em um poço profundo de incríveis canções pop e tem dinheiro e poder para reinventar esse tipo de circo itinerante. Então, por que não tentar quebrar a barreira entre performance e público e realizar uma rave gigantesca? [...] Åkerlund oferece a você tudo o que você não deseja em um filme de concerto: cortes rápidos incessantes que você não tem noção de espaço ou palco, músicas e vocais superdivididos que não dão a você uma sensação de desempenho e apenas algumas cenas do público para avaliar sua emoção"."[9] Mini Anthikad-Chhibber, do The Hindu, comentou que "Madonna faz todos os esforços nesse trabalho para transformar o mundo em uma pista de dança e é preciso tirar o chapéu para sua energia".[8] No Grammy Awards de 2008, realizado em 10 de fevereiro do mesmo ano no Staples Center, em Los Angeles, o The Confessions Tour venceu na categoria Melhor Filme Musical.[12]

CréditosEditar

Créditos adaptados do encarte do digipak de The Confessions Tour:[13]

Lista de faixasEditar

The Confessions Tour – DVD
N.º TítuloCompositor(es) Duração
1. "Future Lovers" / "I Feel Love"  
8:04
2. "Get Together"  
5:19
3. "Like a Virgin"  
  • Tom Kelly
  • Billy Steinberg
4:08
4. "Jump"  
  • Madonna
  • Price
  • Joe Henry
4:56
5. "Confessions"  
3:55
6. "Live to Tell"  
  • Madonna
  • Leonard
5:10
7. "Forbidden Love"  
  • Madonna
  • Price
4:24
8. "Isaac"  
  • Madonna
  • Price
6:45
9. "Sorry"  
  • Madonna
  • Price
5:02
10. "Like It or Not"   4:51
11. "Sorry" (Remix)
  • Madonna
  • Price
3:37
12. "I Love New York"  
  • Madonna
  • Price
5:43
13. "Ray of Light"  
6:26
14. "Let It Will Be"  
  • Madonna
  • Ahmadzaï
  • Price
7:32
15. "Drowned World/Substitute for Love"  
  • Madonna
  • Orbit
  • Rod McKuen
  • Anita Kerr
  • David Collins
5:00
16. "Paradise (Not for Me)"  
  • Madonna
  • Ahmadzaï
5:05
17. "Music Inferno"  
  • Madonna
  • Ahmadzaï / Leroy Green
  • Tyrone Kersey
7:49
18. "Erotica"  
  • Madonna
  • Shep Pettibone
  • Anthony Shimkin
4:47
19. "La Isla Bonita"  
  • Madonna
  • Leonard
  • Bruce Gaitsch
5:02
20. "Lucky Star"  Madonna 4:36
21. "Hung Up"   9:24
22. "Créditos"    3:31
Duração total:
2:02:38
Notas
  • "Music Inferno" contém o medley interlúdio "The Duck Mixes the Hits".[2]

FormatosEditar

  • CD/DVD – Digipak duplo contendo o DVD e o CD ao vivo.
  • DVD – DVD contendo toda a apresentação ao vivo além de material bônus.
  • Download digital – Contendo toda a apresentação ao vivo além de 15 performances em áudio, incluindo as faixas bônus "Ray of Light" e "Get Together."

Desempenho comercialEditar

Nos Estados Unidos, o álbum estreou na posição de número 15 na parada Billboard 200 com vendas, na primeira semana, de 40,000 unidades, de acordo com a Nielsen SoundScan.[14] No Canadá, o trabalho estreou em segundo lugar na parada Canadian Albums Chart.[15] The Confessions Tour não entrou na parada australiana de álbuns ARIA Albums Chart, mas estreou em primeiro lugar na parada Australian Top 40 DVD, no dia em que foi lançado, 12 de fevereiro de 2007.[16] Na parada australiana de fim de ano, The Confessions Tour apareceu como o 27º DVD mais vendido da Austrália.[17] O álbum recebeu o certificado de ouro pela Australian Recording Industry Association (ARIA), pela venda de 10 mil cópias de unidades do DVD.[18]

Na Europa, The Confessions Tour chegou ao topo das paradas na Bélgica, Espanha, Itália, Portugal, e alcançou o Top 10 nas demais nações europeias.[19] No Reino Unido, o álbum estreou em sétimo lugar na parada UK Albums Chart.[20] No Japão, o álbum chegou à posição de número dez na parada semanal de álbuns Oricon, onde permaneceu por doze semanas.[21] Em Hong Kong, a produção recebeu certificado de ouro pela Federação Internacional da Indústria Fonográfica, por ter se tornado um dos álbuns internacionais mais vendidos em 2007.[22] No México, na Nova Zelândia e na Noruega, o álbum chegou perto mas não conseguiu entrar para o Top 10. O sucesso comercial na Europa fez com que o álbum estreasse na segunda posição na parada European Top 100 Albums, logo atrás do álbum de estúdio de Norah Jones, Not Too Late.[23] O DVD de The Confessions Tour já vendeu mais de 1,2 milhões de cópias em todo o mundo.[24]

Tabelas semanaisEditar

Histórico de lançamentoEditar

País Data Formato Gravadora Ref.
Europa 26 de janeiro de 2007 (2007-01-26) CD, DVD Warner Bros. [67]
Estados Unidos 29 de janeiro de 2007 (2007-01-29) [68]
Canadá [69]
Austrália 3 de fevereiro de 2007 (2007-02-03) [70]
Japão 7 de março de 2007 (2007-03-07) [71]

Referências

  1. a b Stephen Thomas Erlewine. «AllMusic Review by Stephen Thomas Erlewine». AllMusic (em inglês). All Media Network, LLC. Consultado em 13 de janeiro de 2018 
  2. a b (2006) Créditos do álbum The Confessions Tour por Madonna, pg. 19 [CD]. Warner Bros. Records (44489-2).
  3. «Madonna Sets Up Semtex Girls». Contactmusic.com (em inglês). 19 de fevereiro de 2006. Consultado em 13 de janeiro de 2018 
  4. Michael Schneider (19 de outubro de 2006). «NBC edits Madonna spec». Variety (em inglês). Penske Media Corporation. Consultado em 13 de janeiro de 2018 
  5. «Singapore bans madonna's confessions tour DVD for mock-crucifixion scene». Fridae (em inglês). 6 de fevereiro de 2007. Consultado em 13 de janeiro de 2018 
  6. a b Erlewine, Stephen Thomas. «The Confessions Tour > Overview». AllMusic (em inglês). Consultado em 1 de janeiro de 2020 
  7. a b Young, Tom. «Review of Madonna – The Confessions Tour» (em inglês). BBC. Consultado em 1 de janeiro de 2020 
  8. a b Anthikad-Chhibber, Mini. «Madonna – The Confessions Tour». The Hindu (em inglês). Consultado em 1 de janeiro de 2020 
  9. a b Deusner, Stephen M. «Album Review: The Confessions Tour». Pitchfork (em inglês). Consultado em 1 de janeiro de 2020 
  10. a b Gonzalez, Ed. «Madonna: The Confessions Tour». Slant Magazine (em inglês). Consultado em 1 de janeiro de 2020 
  11. a b Inskeep, Thomas. «Madonna – The Confessions Tour – Review». Stylus Magazine (em inglês). Consultado em 1 de janeiro de 2020 
  12. «Amy Winehouse dominates with 5 awards, Kanye West takes 4». National Academy of Recording Arts and Sciences (em inglês). Today.com. Consultado em 1 de janeiro de 2020 
  13. (2006) Créditos do álbum The Confessions Tour por Madonna, pg. 6,19 [CD]. Warner Bros. Records (44489-2).
  14. Jonathan Cohen (7 de fevereiro de 2007). «Better 'Late' Than Never: Jones Debuts At No. 1». Billboard (em inglês). Eldridge Industries. Consultado em 15 de janeiro de 2018 
  15. «Madonna - Chart History: Canadian Albums». Billboard (em inglês). Eldridge Industries. Consultado em 15 de janeiro de 2018 
  16. a b «The ARIA Report: ARIA Top 40 DVD - Week Commencing 12th February 2007» (PDF). Australian Top 40 DVD (em inglês). Australian Recording Industry Association. p. 23. Consultado em 15 de janeiro de 2018 
  17. «The ARIA Report: ARIA Australian Highest Selling Music DVDs 2007» (PDF). ARIA 2007 year-end chart (em inglês). Australian Recording Industry Association. p. 26. Consultado em 15 de janeiro de 2018 
  18. «ARIA Charts - Accreditations - 2008 DVD». ARIA Charts (em inglês). Australian Recording Industry Association. Consultado em 15 de janeiro de 2018 
  19. Stephen Thomas Erlewine. «Madonna – The Confessions Tour». Ultratop (em holandês). Hung Medien. Consultado em 17 de janeiro de 2018 
  20. Paul Sexton (5 de fevereiro de 2007). «Mika, Norah Jones Rule U.K. Charts». Billboard (em inglês). Eldridge Industries. Consultado em 16 de janeiro de 2018 
  21. «Oricon Top 50 Albums: 2007-03-19». Oricon (em japonês). 19 de março 2007. Consultado em 16 de janeiro de 2018 
  22. a b «IFPIHK Gold Disc Award − 2007» (em inglês). IFPI Hong Kong 
  23. a b Paul Sexton (15 de fevereiro de 2007). «Norah Continues Euro Chart Supremacy». Billboard (em inglês). Eldridge Industries. Consultado em 17 de janeiro de 2018 
  24. Live Nation (16 de outubro de 2007). «Madonna Joins Forces With Live Nation in Revolutionary Global Music Partnership». PR Newswire (em inglês). United Business Media. Consultado em 17 de janeiro de 2018. Arquivado do original em 17 de janeiro de 2018 
  25. «Madonna – The Confessions Tour (GfK Entertainment Charts)» (em inglês). GfK Entertainment Charts. Consultado em 30 de abril de 2016 
  26. «Argentina's Top 20 albums, Segunda Quincena de Enero». Argentine Chamber of Phonograms and Videograms Producers. Consultado em 30 de abril de 2016 
  27. «Madonna – The Confessions Tour (Ultratop 50)» (em inglês). Ultratop 50. Consultado em 30 de abril de 2016 
  28. «Madonna – The Confessions Tour (Ultratop 40)» (em francês). Ultratop 40. Consultado em 19 de dezembro de 2019 
  29. «Madonna (Canadian Albums Chart)» (em inglês). Billboard. Consultado em 4 de maio de 2016 
  30. «Madonna – The Confessions Tour (Hitlisten)» (em inglês). Hitlisten. Consultado em 4 de maio de 2016 
  31. «Madonna – The Confessions Tour (The Official Charts Company)» (em inglês). The Official Charts Company. Consultado em 30 de abril de 2016 
  32. «Madonna – The Confessions Tour (Productores de Música de España)» (em inglês). Productores de Música de España. Consultado em 8 de junho de 2016 
  33. «Madonna (Billboard 200)» (em inglês). Billboard. Consultado em 4 de maio de 2016 
  34. «Madonna (Top Tastemaker Albums)» (em inglês). Billboard. Consultado em 4 de maio de 2016 
  35. «Madonna – The Confessions Tour (IFPI Finlândia)» (em inglês). IFPI Finlândia. Consultado em 7 de maio de 2016 
  36. «Madonna – The Confessions Tour (Syndicat National de l'Édition Phonographique)» (em inglês). Syndicat National de l'Édition Phonographique. Consultado em 7 de maio de 2016 
  37. «Madonna – The Confessions Tour (Magyar Hanglemezkiadók Szövetsége)». Mahasz (em húngaro). 14 de novembro de 2005. Consultado em 4 de agosto de 2009 
  38. «Madonna – The Confessions Tour (Irish Recorded Music Association)» (em inglês). Irish Recorded Music Association. Consultado em 30 de abril de 2016 
  39. «Madonna – The Confessions Tour (Federazione Industria Musicale Italiana)» (em inglês). Hung Medien. Consultado em 19 de dezembro de 2019 
  40. «Madonna – Confessions on a Dance Floor (Oricon)» (em jp). Oricon. 16 de novembro de 2005. Consultado em 10 de julho de 2010 
  41. «Madonna – The Confessions Tour (Mexican Albums Chart)» (em espanhol). Asociación Mexicana de Productores de Fonogramas y Videogramas. 2005. Consultado em 12 de março de 2012 
  42. «Madonna – Confessions on a Dance Floor (VG-lista)» (em inglês). VG-lista. Consultado em 30 de abril de 2016 
  43. «Madonna – The Confessions Tour (NZ Top 40 Albums)» (em inglês). NZ Top 40 Albums. Consultado em 8 de junho de 2016 
  44. «Madonna – The Confessions Tour (MegaCharts)» (em neerlandês). Hung Medien. Consultado em 19 de dezembro de 2019 
  45. «Madonna – The Confessions Tour (Związek Producentów Audio Video)». Polish Music Charts (em polaco). OLIS. 11 de novembro de 2005. Consultado em 4 de agosto de 2009 
  46. «Madonna – The Confessions Tour (Associação Fonográfica Portuguesa)» (em inglês). Associação Fonográfica Portuguesa. Consultado em 8 de junho de 2016 
  47. «Madonna (Official Charts Company)» (em inglês). UK Albums Chart. The Official Charts Company. 29 de abril de 2016. Consultado em 30 de abril de 2016 
  48. «Madonna – The Confessions Tour (IFPI Česká Republika)». ČNS IFPI. Consultado em 23 de janeiro de 2018. Nota: Na página da tabela, selecione {{{date}}} no campo além da palavra "Zobrazit" e, em seguida, clique sobre a palavra para recuperar os dados corretos do gráfico. 
  49. «Madonna – The Confessions Tour (Sverigetopplistan)» (em inglês). Sverigetopplistan. Consultado em 8 de junho de 2016 
  50. «Madonna – The Confessions Tour (Schweizer Hitparade)» (em inglês). Schweizer Hitparade. Consultado em 4 de maio de 2016 
  51. «Top 100 Album-Jahrescharts» (em alemão). GfK Entertainment. Consultado em 4 de maio de 2016 
  52. «Albums Fusionnes Annuel – Classement 2007» (em francês). SNEP. Consultado em 4 de maio de 2016 
  53. «Los mas Vendidos – 2007ALBUMS)» (PDF) (em espanhol). AMPROFON. Consultado em 4 de maio de 2016 
  54. «Jaaroverzichten 2007 Alben» (em neerlandês). dutchcharts.nl. Consultado em 4 de maio de 2016 
  55. «Certificações (Alemanha) (álbum) – Madonna – The Confessions Tour» (em alemão). Bundesverband Musikindustrie. Consultado em 19 de dezembro de 2019 
  56. «Madonna – The Confessions Tour (Cámara Argentina de Productores de Fonogramas y Videogramas)» (em espanhol). Argentine Chamber of Phonograms and Videograms Producers. Consultado em 19 de dezembro de 2019 
  57. «ARIA Charts – Accreditations – 2008 DVDs» (em inglês). Australian Recording Industry Association. Consultado em 19 de dezembro de 2019 
  58. «Ultratop − Goud en Platina – albums 2007» (em inglês). Ultratop. Hung Medien. Consultado em 19 de dezembro de 2019 
  59. «Certificações (Brasil) (álbum) – Madonna – The Confessions Tour». Pro-Música Brasil. Consultado em 19 de dezembro de 2019 
  60. a b «Kulta- ja platinalevyt – Madonna – The Confessions Tour» (em finlandês). Musiikkituottajat. IFPI Finlândia. Consultado em 19 de dezembro de 2019 
  61. «Adatbázis – Arany- és platinalemezek – 2007» (em húngaro). Magyar Hanglemezkiadók Szövetsége. Consultado em 19 de dezembro de 2019 
  62. «Certificaciones» (em espanhol). Digite Madonna na caixa sob o cabeçalho da coluna ARTISTA e Confessions on a Dance Floor na caixa sob TÍTULO. Asociación Mexicana de Productores de Fonogramas y Videogramas. Consultado em 19 de dezembro de 2019 
  63. «Certificações (Polônia) (álbum) – Madonna – The Confessions Tour» (em polaco). Związek Producentów Audio Video. 18 de julho de 2006. Consultado em 3 de agosto de 2009 
  64. «Certificações (Portugal) (álbum) – Madonna – The Confessions Tour» (em inglês). Associação Fonográfica Portuguesa. Consultado em 3 de agosto de 2009 
  65. «Certificações (Reino Unido) (álbum) – Madonna – Madonna – The Confessions Tour» (em inglês). British Phonographic Industry. Consultado em 19 de dezembro de 2019 
  66. «Certificações (Rússia) (álbum) – Madonna – The Confessions Tour». 2M Online.ru (em russo). 2005 
  67. «Madonna – The Confessions Tour» (em inglês). Discogs. Consultado em 27 de maio de 2017 
  68. «Madonna – The Confessions Tour» (em inglês). Discogs. Consultado em 27 de maio de 2017 
  69. «Madonna – The Confessions Tour» (em inglês). Discogs. Consultado em 27 de maio de 2017 
  70. «Confessions Tour» (em inglês). Sanity.com.au. Consultado em 27 de maio de 2017 
  71. «Madonna – The Confessions Tour» (em inglês). Discogs. Consultado em 27 de maio de 2017 

Ligações externasEditar