Abrir menu principal

The Heartbreak Kid (1972)

filme de 1972 dirigido por Elaine May
The Heartbreak Kid
Casei-Me por Engano[1] (PRT)
O Rapaz Que Partia Corações[2] (BRA)
 Estados Unidos
1972 •  cor •  106 min 
Direção Elaine May
Produção Edgar J. Scherick
Erik Lee Preminger
Michael Hausman
Roteiro Neil Simon
Bruce Jay Friedman
(conto)
Elenco Charles Grodin
Cybill Shepherd
Jeannie Berlin
Gênero comédia cinematográfica
Música Garry Sherman
Direção de fotografia Owen Roizman
Direção de arte Richard Sylbert
Figurino Anthea Sylbert
Edição John Carter
Companhia(s) produtora(s) Palomar Pictures
Distribuição 20th Century Fox
Lançamento Estados Unidos 17 de dezembro de 1972
Portugal 29 de outubro de 1973
Idioma língua inglesa
Página no IMDb (em inglês)

The Heartbreak Kid (bra: O Rapaz Que Partia Corações; prt: Casei-Me por Engano) é um filme norte-americano de 1972, do gênero comédia, dirigido por Elaine May e estrelado por Charles Grodin e Cybill Shepherd.

Notas de produçãoEditar

O filme mostra como um representante da classe trabalhadora, nos permissivos anos 1970, divorcia-se poucos dias após o casamento, para seguir uma sofisticada filha do Establishment. Com isso, segundo os autores de The Films of 20th Century-Fox, The Heartbreak Kid torna-se "uma penetrante sátira aos costumes estadunidenses",[3] "hilária ou apavorante, dependendo de seu ponto de vista", acrescenta Leonard Maltin.[4]

Jeannie Berlin, que interpreta a esposa repudiada, é filha da diretora Elaine May. Apesar de uma carreira de poucos títulos, ela está no elenco de Inherent Vice, produção de 2014 dirigida por Paul Thomas Anderson.

Vinte anos depois de ser indicado por Roman Holiday, Eddie Albert obteve sua segunda e última indicação ao Oscar pelo papel do milionário que não quer ver a filha casada com alguém vindo de baixo.

O filme foi refeito em 2007, com Ben Stiller, Malin Akerman e Michelle Monaghan.

SinopseEditar

Recém-casado com Lila, e já meio arrependido ao descobrir vários defeitos da consorte, o vendedor Lenny conhece a linda e elegante Kelly ainda durante a lua-de-mel, em Miami. Ele troca Lila por essa maravilha e a acompanha até sua faustosa residência em Minneapolis. Lá, recebe a feroz oposição do pai da jovem.

Principais premiaçõesEditar

Patrocinador Prêmio Categoria Situação
Academia de Artes e Ciências Cinematográficas Oscar Melhor Ator Coadjuvante (Eddie Albert)
Melhor Atriz Coadjuvante (Jeannie Berlin)
Indicado
Indicado
Associação de Correspondentes Estrangeiros de Hollywood Golden Globe Melhor Ator - Comédia ou Musical (Charles Grodin)
Melhor Atriz Coadjuvante - Cinema (Jeannie Berlin)
Melhor Roteiro
Indicado
Indicado
Indicado
New York Film Critics Circle Awards NYFCC Melhor Ator Coadjuvante (Eddie Albert)
Melhor Atriz Coadjuvante (Jeannie Berlin)
Segundo lugar
Vencedor
Writers Guild of America WGA Melhor Comédia Adaptada de Outro Meio Indicado

ElencoEditar

Ator/Atriz Personagem
Charles Grodin Lenny Cantrow
Cybill Shepherd Kelly Corcoran
Jeannie Berlin Lila Kolodny
Audra Lindley Senhora Corcoran
Eddie Albert Senhor Corcoran
Mitchell Jason Primo Ralph
William Prince Homem do Colorado
Augusta Dabney Mulher do Colorado
Doris Roberts Senhora Cantrow
Marilyn Putnam Senhora Kolodny
Jack Hausman Senhor Kolodny
Erik Lee Preminger Garçom
  A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. Casei-Me por Engano (em português) no CineCartaz (Portugal)
  2. O Rapaz Que Partia Corações (em português) no AdoroCinema (Brasil)
  3. THOMAS, Tony e SOLOMON, Aubrey, The Films of 20th Century-Fox, Secaucus: The Citadel Press, 1985 (em inglês)
  4. MALTIN, Leonard, Leonard Maltin's Movie Guide - 2011 Edition, Nova Iorque: New American Library, 2010 (em inglês)
  Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.