The Muppets Take Manhattan

filme de 1984 dirigido por Frank Oz
The Muppets Take Manhattan
No Brasil Os Muppets Conquistam Nova York
 Estados Unidos
1984 •  cor •  94 min 
Direção Frank Oz
Roteiro Tom Patchett
Jay Tarses
Frank Oz
Elenco Jim Henson
Frank Oz
Dave Goetz
Jerry Nelson
Richard Hunt
Louis Zorich
Steve Whitmire
Género comédia / musical
Idioma inglês

The Muppets Take Manhattan (bra Os Muppets Conquistam Nova York[1]) é um filme de comédia dramática musical dos Estados Unidos de 1984, sendo o terceiro da série de filmes estrelada pelos personagens Muppets, criados por Jim Henson.O filme foi produzido por Henson Associates e TriStar Pictures, e foi filmado em Nova York durante o verão de 1983 e lançado no cinema no verão seguinte. Foi o primeiro filme a ser dirigido exclusivamente por Frank Oz (que também interpreta Sam the Eagle, Fozzie Bear, Miss Piggy e Animal ), que anteriormente co-dirigiu The Dark Crystal com Henson.[2]

O filme segue as aventuras dos muppets querendo levar seu show ao Broadway, Recebeu críticas positivas onde o definiram como um filme simples mais divertido[3] teve um bom desempenho de bilheteria lucrando mais de 25 milhões contra um orçamento de oito milhões de dólares.[4]

SinopseEditar

Rumo á Broadway,os Muppets conquistão Nova York neste musical mágico que marca a entrada triunfal desta turma no show business!, Saidos da faculdade ,Kermit e todo o elenco do musical Manhattam Melodies vão para a Big Apple planejando transformar sua pequena peça de teatro em um grande sucesso! E tudo que eles precisam é de alguém que produza seu show! ,Quando ninguém na cidade sequer marca um encontro com eles,é hora de Kermit convencer seus amigos de que o show tem que continuar!.[1]

ElencoEditar

  • Louis Zorich como Pete, o proprietário e chef do Pete's Diner.
  • Juliana Donald como Jenny, filha de Pete, que trabalha como garçonete e sonha ser uma estilista.
  • Lonny Price como Ronnie Crawford, filho de Bernard e um sonha ser um produtor da Broadway.
  • Cheryl McFadden como Nancy, secretária de Martin Price/Murray Plotsky.
  • Graham Brown como Mr. Wrightson.

MuppeteresEditar

  • Jim Henson como Kermit, Rowlf, Dr.Dentes , Chef Sueco , Waldorf , O Muppet Newsman , Baby Kermit , Baby Rowlf e Ernie
  • Frank Oz como Miss Piggy , Fozzie Bear , Animal , Sam Eagle , Bebê Piggy , Bebê Fozzie , Bert e Cookie Monster
  • Jerry Nelson como Floyd Pepper , Camilla a galinha , Lew Zealand , Harry louco , Pops e um urso
  • Richard Hunt como Scooter , Janice , Statler , Baby Scooter, Taça
  • Dave Goelz como O Grande Gonzo , Chester, o Rato, Bill, o Sapo, Zoot ; a Penguin, Jim the Dog, Baby Gonzo , Beauregard (cenas excluídas) e Dr. Bunsen Honeydew
  • Steve Whitmire como Rizzo, o Rato , Gill, o Sapo, Urso
  • Bruce Edward Hall como Masterson the Rat e Beth Bear
  • Kathryn Mullen como Jill the Frog
  • Karen Prell como Yolanda, o rato, Frank, o cachorro
  • Brian Muehl como Tattooey the Rat

Participações especiaisEditar

ProduçãoEditar

Sob o título de rascunho de Muppet Movie III, Jim Henson inicialmente planejou filmar o projeto no final da primavera de 1983. Tendo dirigido The Great Muppet Caper e The Dark Crystal consecutivos, Henson decidiu atuar como produtor junto com David Lazer. Ao selecionar o artista intérprete de Muppet e o co-diretor do Dark Crystal, Frank Oz, para assumir as funções de diretor, Henson declarou: "Eu estava olhando o ano seguinte e pensei que minha vida estava muito ocupada e pensei que talvez fosse a hora de Frank dirigir. um desses."[5] Pouco depois, Oz confirmou seu envolvimento no projeto. O primeiro rascunho intitulado Os Muppets: The Legend Continues, escritos por Jay Tarses e Tom Patchett, da Muppet Caper, foram jogados fora por Oz porque de acordo com ele o roteiro estava "muito zoado".[5]

Depois que o roteiro foi concluído e os cenários construídos, o consultor especial David Misch foi chamado para convidar artistas para fazerem participações especiais no filme, Originalmente, esta lista de convidados continha artistas como Dustin Hoffman, Steve Martin e Michael Jackson. [6]De acordo com Misch, Hoffman iria interpretar um produtor da Broadway e planejava imitar o lendário produtor de filmes Robert Evans (The Godfather), o que mais tarde fez no filme Wag the Dog. No entanto, no último minuto, Hoffman decidiu que o papel poderia ser ofensivo para Evans e desistiu, depois do qual todos os outros grandes nomes também desistiram. Por causa das aparições, Misch e o diretor Oz acabaram reescrevendo a maior parte do diálogo do filme.[6]

O filme inteiro foi realizado como uma homenagem aos antigos musicais de Judy Garland e Michey Rooney.[7]

Trilha SonoraEditar

As músicas que tocam no filme podem ser encontradas em sua trilha sonora, sendo estas as faixas:[8]

  1. Together Again (Kermit e seus amigos)
  2. You Can't take No For An Answer (Dr. Teeth)
  3. Saying Goodbye (Todos os Muppets)
  4. Something's Cooking (Rizzo e os ratos)
  5. I'm Gonna Always Love You (Os "bebês-muppets" ou The Muppet Babies)
  6. Right Where We Belong (Todos os Muppets)
  7. Somebody's Getting Married (Todos os Muppets)
  8. Waiting for the Wedding (Todos os Muppets)
  9. She'll Make Me Happy (Miss Piggy e Kermit)
  10. The Ceremony (Todos os Muppets)
  11. Closing Medley: Saying Goodbye/Together Again (Todos os Muppets)

LançamentoEditar

MarketingEditar

The Muppets Take Manhattan foi adaptado pela Marvel Comics em 1984, como a história de 68 páginas no Marvel Super Special # 32. A adaptação foi posteriormente relançada em uma série limitada de três edições, lançada sob a marca Star Comics da Marvel (novembro de 1984 - janeiro de 1985). O roteiro do filme foi adaptado em quadrinhos pelo escritor Stan Kay com ilustrações de Dean Yeagle e Jacqueline Roettcher.[carece de fontes?]

Mídia domésticaEditar

Uma versão em DVD foi lançada em 5 de junho de 2001 com os cortes da versão VHS de 1999 restaurados.[9] Uma edição em Blu-ray foi lançada em 16 de agosto de 2011 e contém os mesmos recursos de bônus do DVD.[10] O filme está disponível por tempo limitado na Netflix.[11]

RecepçãoEditar

BilheteriaEditar

Embora o filme não fez tanto sucesso comparado aos seus antecessores, ainda assim se tornou o segundo filme voltado pra toda a família mais lucrativo de 1984 (perdendo para o relançamento de Pinóquio).[4]

Resposta críticaEditar

Desde seu lançamento recebeu críticas positivas.[12] o agregador de críticas; Rotten Tomatoes relata que 83% dos 24 críticos deram ao filme uma crítica positiva, com uma média de classificação de 6,9 ​​em 10. O consenso do site afirmou que "se não for tão afiado quanto The Muppet Movie, The Muppets Take Manhattan ainda é um conto inteligente e deliciosamente antiquado que segue a fórmula estabelecida pelos dois primeiros filmes - uma aventura maluca assistida por um enorme grupo de estrelas humanas".[3] No Metacritic tem uma aprovação de 69/100 dentro de uma escala de 0 à 100 ganhando certificado de "críticas geralmente favoráveis".[13]

Roger Ebert, do Chicago Sun-Times, atribuiu ao filme uma classificação de três estrelas (em quatro), afirmando em sua crítica que "a trama do filme já foi vista antes". No entanto, Ebert continuou dizendo que quase tudo no filme era agradável e que Kermit finalmente resolve sua longa crise de identidade.[14] Rachel Vagner diz que o filme não "tem muita história" mais o fato dos personagens e as músicas serem encantadoras o tornam o filme "interessante".[15]

Continuação em série canceladaEditar

Em fevereiro de 2019, foi anunciado que o showrunners de Once Upon a Time ;Edward Kitsis e Adam Horowitz estavam trabalhando com o ator Josh Gad em uma série de TV intitulado Muppets Live Another Day, criado após os eventos do filme, para o Disney +.[16] A série deveria focar nos Muppets, que se separaram algum tempo após os eventos do filme, se reunindo depois que Rowlf desapareceu.[16] No entanto, em setembro de 2019, foi anunciado que a série havia sido descartada devido a diferenças criativas após uma mudança executiva no The Muppets Studio.[17]

Referências

  1. a b AdoroCinema, Os Muppets Conquistam Nova York, consultado em 31 de julho de 2020 
  2. «MUPPETS TAKE MANHATTAN | British Board of Film Classification». www.bbfc.co.uk. Consultado em 31 de julho de 2020 
  3. a b The Muppets Take Manhattan (1984) - Rotten Tomatoes (em inglês), consultado em 31 de julho de 2020 
  4. a b «The Muppets Take Manhattan». Box Office Mojo. Consultado em 31 de julho de 2020 
  5. a b Jones, Brian Jay. (2013). Jim Henson : the biography First edition ed. New York: Ballantine Books. pp. 234,237. OCLC 825046389 
  6. a b «A Q&A with Muppet Writer David Misch». Muppet Fans Who Grew Up - Tough Pigs (em inglês). 18 de março de 2011. Consultado em 31 de julho de 2020 
  7. AdoroCinema, Os Muppets Conquistam Nova York: Curiosidades, consultado em 11 de agosto de 2020 
  8. Muppets Take Manhattan - The Muppets | Songs, Reviews, Credits | AllMusic (em inglês), consultado em 31 de julho de 2020 
  9. «Muppets Take Manhattan». DVD Talk (em inglês). Consultado em 31 de julho de 2020 
  10. «The Muppets Take Manhattan (Blu-ray)». DVD Talk (em inglês). Consultado em 31 de julho de 2020 
  11. https://muppet.fandom.com/wiki/Netflix
  12. «"Cria filmes; Os Muppets fazem sua mágica; Os Muppets tomam Manhattan - Dirigido por Frank Oz, Produzido por Jim; Henson, estrelado por Kermit, o sapo, Miss Piggy, Fozzie Bear, Gonzo e; Dr. Dentes com aparências de Dabney ; Coleman, Joan Rivers e Gregory Hines, no Charles, Copley Place; e subúrbios, avaliado em G "». 13 de Julho de 1984. Consultado em 31 de julho de 2020 
  13. The Muppets Take Manhattan - Metacritic, consultado em 31 de julho de 2020 
  14. Ebert, Roger. «The Muppets Take Manhattan movie review (1984) | Roger Ebert». https://www.rogerebert.com/ (em inglês). Consultado em 31 de julho de 2020 
  15. https://www.youtube.com/watch?v=wT6ptYOmnEw crítica resumida no Rotten Tomatoes.
  16. a b «The Muppets Revival is Coming to Disney+ from Josh Gad and 'Once Upon a Time' Creators». /Film (em inglês). 7 de fevereiro de 2019. Consultado em 31 de julho de 2020 
  17. «'The Muppets' Disney+ Comedy Series Scrapped». The Hollywood Reporter (em inglês). Consultado em 31 de julho de 2020 
  Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço relacionado ao Projeto Entretenimento. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.