Abrir menu principal

A Soma de Todos os Medos (filme)

filme de 2002 dirigido por Phil Alden Robinson
(Redirecionado de The Sum of All Fears)
The Sum of All Fears
No Brasil A Soma de Todos os Medos
Em Portugal A Soma de Todos os Medos
Em alemão Der Anschlag
 Estados Unidos ·  Alemanha
2002 •  cor •  124 min 
Direção Phil Alden Robinson
Roteiro Paul Attanasio
Daniel Pyne
Elenco Ben Affleck
Morgan Freeman
James Cromwell
Género ação
suspense
drama
espionagem
Distribuição Paramount Pictures
Idioma inglês
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

The Sum of All Fears (bra/prt: A Soma de Todos os Medos)[1][2] é um filme teuto-estadunidense de 2002, do gênero ação e espionagem, realizado por Phil Alden Robinson para a Paramount Pictures e protagonizado por Ben Affleck (Jack Ryan) e Morgan Freeman, com roteiro baseado na obra homônima de Tom Clancy.

ElencoEditar

 
Ben Affleck, o terceiro ator a interpretar o personagem Jack Ryan

SinopseEditar

Conta uma das histórias da série sobre vida do agente secreto da CIA Jack Ryan, que é convocado por seus superiores para realizar uma visita a Rússia, no período de abertura ao ocidente, em laboratórios antes altamente secretos e onde ele observa a ausência de três cientistas atômicos, fato que este que se revelará relevante ao final da trama, quando se descobre a venda de uma velha bomba nuclear israelense no mercado negro de um artefato nuclear, e este será utilizado na tentativa de assassinato do presidente dos Estados Unidos da América, além da platéia de um jogo do Super Bowl, onde ele se encontrava. O presidente é salvo na última hora por aviso de Ryan, que contudo não consegue evitar a detonação do artefato nuclear. Isso coloca as duas nações, antes beligerantes, numa nova guerra fria, que pode culminar na 3ª Guerra Mundial, caso as tentativas de mediação de Jack não funcionem. Ele tentará provar que o premier russo não é o responsável pelo incidente, e sim de um bem articulado grupo de neo-nazistas europeus, que conta com os cientistas russos desaparecidos. Suas provas da autoria se basearão no tipo do combustível nuclear utilizado no artefato, que é de origem norte-americana, não russa.

Recepção da críticaEditar

The Sum of All Fears tem recepção mista por parte da crítica especializada. Com tomatometer de 59% em base de 169 críticas, o Rotten Tomatoes publicou um consenso: “Um thriller liso e bem-feito que assume um novo peso devido ao clima político atual”. Tem 50% de aprovação por parte da audiência, usada para calcular a recepção do público a partir de votos dos usuários do site.[3]

Referências

  1. «A Soma de Todos os Medos». Brasil: CinePlayers. Consultado em 19 de janeiro de 2019 
  2. A Soma de Todos os Medos (filme) (em português) no CineCartaz (Portugal)
  3. «The Sum of All Fears» (em inglês). Rotten Tomatoes. Consultado em 9 de abril de 2014 
  Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.