Theodor Seitz

Georg Friedrich Theodor Seitz (Seckenheim (Mannheim), 12 de setembro de 1863Baden-Baden, 28 de março de 1949) foi um jurista e administrador colonial alemão, que se notabilizou como governador dos Camarões e do Sudoeste Africano Alemão (actual Namíbia).[1][2]

Theodor Seitz
Nascimento 12 de setembro de 1863
Seckenheim
Morte 28 de março de 1949 (85 anos)
Baden-Baden
Cidadania Alemanha
Ocupação jurista, político

BiografiaEditar

Estudou Direito na Universidade de Heidelberg. Concluído o curso, ingressou nos serviços dos Negócio Estrangeiros e da administração colonial do Império Alemão e a 9 de Maio de 1907 foi nomeado Governado Imperial da colónia dos Camarões (Kamerun).

A 28 de Agosto de 1910, foi nomeado governador do Sudoeste Africano Alemão (a actual Namíbia) em Windhoek.

Com o desencadear da Primeira Guerra Mundial, e o consequente bloqueio da colónia alemão por forças da União Sul-Africana, tentou sem sucesso um acordo com a administração portuguesa em Angola que permitisse o abastecimento da colónia pela sua fronteira norte e o transporte de correio. A missão enviada a Angola protagonizou o incidente de Naulila, o qual conduziu a uma guerra de fronteira entre as forças alemãs do Sudoeste Africano e as forças portuguesas de Angola nos últimos meses de 1914.

O Sudoeste Africano Alemão acabou por ser invadido pelas forças da União Sul-Africana, e apesar da resistência oposta pelas forças da colónia, comandadas pelo major Victor Franke, a disparidade numérica e a impossibilidade de reabastecimento a partir do exterior forçaram a capitulação a 9 de Julho de 1915.

Foi aprisionado pelas forças sul-africanas e mantido em cativeiro até 1919, quando todos os internados alemães foram repatriados para a Alemanha e a colónia anexada pelo Império Britânico.

Em 1920 foi eleito presidente da Sociedade Colonial Alemão (em alemão: Deutsche Kolonialgesellschaft) e em 1930 nomeado seu presidente honorário.

Notas e referênciasEditar

  • Klaus J. Bade: Seitz, Theodor, in: Badische Biographien. Neue Folge 2. Stuttgart 1987, S. 258 f.
  • Helge Dvorak: Biographisches Lexikon der Deutschen Burschenschaft. Band I Politiker, Teilband 5: R–S. Heidelberg 2002, S. 413–414.
  • Ralph Erbar (ed.). «Seitz, Georg Friedrich Theodor». Neue Deutsche Biographie (NDB) (em alemão). 24. not yet published. Berlim: Duncker & Humblot . pp. 207 et seq..
  • Biographisches Handbuch des deutschen Auswärtigen Dienstes 1871–1945. Band 4: S. Herausgegeben vom Auswärtigen Amt, Historischer Dienst, Bearbeiter: Bernd Isphording, Gerhard Keiper, Martin Kröger. Schöningh, Paderborn u. a. 2012, ISBN 978-3-506-71843-3, S. 249f.

Ligações externasEditar