Tjalling Koopmans

Tjalling Charles Koopmans (Wijdemeren, 28 de Agosto de 1910New Haven, 26 de Fevereiro de 1985) foi um economista neerlandês. Foi laureado com o Prémio de Ciências Económicas em Memória de Alfred Nobel de 1975.

Tjalling Koopmans
Conhecido(a) por Modelo de Ramsey-Cass-Koopmans
Nascimento 28 de agosto de 1910
Wijdemeren
Morte 26 de fevereiro de 1985 (74 anos)
New Haven
Residência Estados Unidos
Nacionalidade neerlandês
Alma mater Universidade de Leiden
Prêmios Nobel prize medal.svg Nobel de Economia (1975)
Orientador(es)(as) Hendrik Anthony Kramers, Jan Tinbergen
Orientado(a)(s) Leonid Hurwicz
Campo(s) economia

BiografiaEditar

Koopmans nasceu em 's-Graveland, Holanda. Ele começou sua educação universitária na Universidade de Utrecht aos dezessete anos, especializando-se em matemática. Três anos depois, em 1930, ele mudou para a física teórica. Em 1933, ele conheceu Jan Tinbergen, vencedor do Prêmio Nobel de Economia em 1969, e mudou-se para Amsterdã para estudar economia matemática com ele. Além da economia matemática, Koopmans estendeu suas explorações à econometria e estatística. Em 1936 ele se formou na Universidade de Leiden com um PhD, sob a direção de Hendrik Kramers. O título da tese foi "Análise de regressão linear de séries de tempo econômicas".[1]

Koopmans mudou-se para os Estados Unidos em 1940. Lá, ele trabalhou por um tempo para um órgão do governo em Washington D.C., onde publicou sobre a economia do transporte com foco em rotas ideais, depois mudou-se para Chicago, onde ingressou em um órgão de pesquisa, a Comissão Cowles for Research in Economics, afiliado à Universidade de Chicago. Em 1946, tornou-se cidadão naturalizado dos Estados Unidos e, em 1948, diretor da Comissão Cowles. Também em 1948, foi eleito Fellow da American Statistical Association.[2] Em 1950 ele se tornou um membro correspondente da Royal Netherlands Academy of Arts and Sciences.[3] crescente oposição hostil à Comissão Cowles pelo departamento de economia da Universidade de Chicago durante a década de 1950 levou Koopmans a convencer a família Cowles a mudá-la para a Universidade de Yale em 1955 (onde foi renomeada Fundação Cowles). Ele continuou a publicar sobre a economia do crescimento ideal e análise de atividades.

Os primeiros trabalhos de Koopmans na teoria Hartree-Fock estão associados ao teorema de Koopmans, que é muito conhecido na química quântica. Koopmans recebeu o prêmio Nobel em memória (juntamente com Leonid Kantorovich) por suas contribuições ao campo da alocação de recursos, especificamente a teoria do uso otimizado dos recursos. O trabalho para o qual o prémio foi atribuído centrava-se na análise da atividade, no estudo das interações entre as entradas e saídas da produção e a sua relação com a eficiência económica e os preços. Por fim, a importância do artigo de Koopmans (1942) derivando a distribuição do coeficiente de correlação serial foi reconhecida por John von Neumann, e mais tarde influenciou os testes ótimos para uma raiz unitária por John Denis Sargan e Alok Bhargava (Sargan e Bhargava, 1983).[4][5]

Trabalhos selecionadosEditar

ReferênciasEditar

  1. Tjalling Koopmans (1936). «Linear regression analysis of economic time series» (PDF) 
  2. View/Search Fellows of the ASA, accessed 2016-07-23.
  3. «T.C. Koopmans (1910 - 1985)». Royal Netherlands Academy of Arts and Sciences. Consultado em 11 May 2020  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  4. Hughes Hallett, Andrew J. (1989). «Econometrics and the Theory of Economic Policy: The Tinbergen–Theil Contributions 40 Years On». Oxford Economic Papers. 41 (1): 189–214. JSTOR 2663189. doi:10.1093/oxfordjournals.oep.a041892 
  5. Sargan, J. D.; Bhargava, Alok (1983). «Testing residuals from least squares regressions for being generated by the Gaussian random walk». Econometrica. 51 (1): 153–174. JSTOR 1912252. doi:10.2307/1912252 

Ligações externasEditar


Precedido por
Gunnar Myrdal e Friedrich Hayek
Prémio de Ciências Económicas em Memória de Alfred Nobel
1975
com Leonid Kantorovich
Sucedido por
Milton Friedman