Tora Torbergsdatter

Tora Torbergsdatter (1025 — ano de morte desconhecido: fl. 1066) foi rainha consorte da Noruega como a segunda esposa de Haroldo Hardrada. Foi mãe de dois reis da Noruega. É possível, mas não confirmado, de que também teria sido a rainha da Dinamarca ou da Suécia.[1]

Tora Torbergsdatter
Rainha consorte da Noruega
Marido Haroldo Hardrada
Descendência Olavo Kyrre
Magno Haraldsson
Casa Giskeætten
Nascimento 1025
  Giske
Pai Torberg Arnesson
Mãe Ragnhild Erlingsdatter

FamíliaEditar

Nasceu em Giske, Møre og Romsdal, na Noruega. Pertencia aos Giskeætten, uma família poderosa de Giske, em Sunnmøre. Era filha de Torberg Arnesson (ca. 1000-1050) e de Ragnhild Erlingsdatter, neta materna de Erlingr Skjálgsson e sobrinha de Finn Árnasson e Kálfr Árnason.[2][3]

BiografiaEditar

Casou-se com o rei Haroldo Hardrada da Noruega em 1048. O casamento pode ser largamente explicado pela política e pela construção de alianças. Os chefes da família Giske desempenharam um papel fundamental na política de poder da Noruega. A relação entre a Tora e seu marido criou fortes laços com a família real. Tornou-se a mãe de ambos os reis Olavo Kyrre e Magno Haraldsson.[4]

O rei Haroldo tinha se casado anteriormente com Isabel durante o inverno de 1043-44. O casamento prévio entre o rei e Isabel só é documentado pelo poeta da corte Stuv den blinde (Stúfr inn blindi Þórðarson kattar). Não há outra documentação restante sobre sua estada na Noruega. Por isso, é possível que Isabel ficou em Quieve, ou que tenha morrido em seu caminho ao país. No entanto, isso significaria que as filhas de Haroldo, Ingegerda e Maria, que são atribuídas a ela, devem ter sido de Tora. Isto não é considerado provável, como Maria estava noiva de Eystein Orre, que seria seu tio se ela tivesse sido a filha de Tora. Por isso, é possível que Tora era concubina de Haroldo.[5] It is therefore possible that Tora was Harald's concubine.[5]

Em 1066, Haroldo invadiu a Inglaterra, onde morreu. A tradição diz que Isabel e suas filhas seguiram Haroldo à Inglaterra, onde Maria morreu, como é dito, com a notícia da morte de seu pai. Depois, Isabel e sua segunda filha Ingegerda voltou ao país com a frota norueguesa. Isabel foi hospedada ficado nas ilhas Órcades durante esta viagem. No entanto, a mais antiga das sagas afirmam que foi Tora e não Isabel que acompanhou Haroldo na viagem, o que é considerado mais provável, já que era a prima de Thorfinn Sigurdsson, Jarl de Órcades.[5]

De acordo com Adão de Bremen, a mãe do rei Olavo Kyrre se casou de novo, fosse com o rei Sueno II da Dinamarca ou um rei sueco não identificado (possivelmente Haakon, o Vermelho), como uma viúva, mas isso não está confirmado.Também é desconhecido se isto se refere à mãe real de Olavo Kyrre, o que significaria Tora Torbergsdatter, ou sua madrasta, o que significaria Isabel.[5]

Referências

Leitura adicionalEditar

  • Magnusson, Magnus; Pálsson, Hermann (1976) King Harald's Saga: Harald Hardradi of Norway: From Snorri Sturluson's Heimskringla (Penguin Classics) ISBN 978-0140441833