USS Sealion (SS-315)

O USS Sealion foi um submarino operado pela Marinha dos Estados Unidos e a trigésima primeira embarcação da Classe Balao. Sua construção começou fevereiro de 1943 nos estaleiros da General Dynamics Electric Boat em Groton, em Connecticut, e foi lançado ao mar em outubro do mesmo ano, sendo comissionado na frota norte-americana em março de 1944. Era armado com dez tubos de torpedo de 533 milímetros, possuía um deslocamento submerso de 2,4 mil toneladas e conseguia alcançar uma velocidade máxima de vinte nós na superfície e oito nós submerso.[1]

USS Sealion
USS Sealion;0831502.jpg
 Estados Unidos
Operador Marinha dos Estados Unidos
Fabricante General Dynamics Electric Boat
Homônimo Leão-marinho
Batimento de quilha 25 de fevereiro de 1943
Lançamento 31 de outubro de 1943
Comissionamento 8 de março de 1944
Descomissionamento 16 de fevereiro de 1946
Recomissionamento 2 de novembro de 1948
Descomissionamento 30 de junho de 1960
Recomissionamento 20 de outubro de 1961
Descomissionamento 20 de fevereiro de 1970
Número de registro
  • SS-315
  • SSP-315
  • ASSP-315
  • APSS-315
  • LPSS-315
Destino Afundado como navio alvo
em 8 de julho de 1978
Características gerais (como construído)
Tipo de navio Submarino
Classe Balao
Deslocamento 1 550 t (superfície)
2 460 t (submerso)
Maquinário 4 motores a diesel
4 motores elétricos
2 baterias de 126 células
Comprimento 95,02 m
Boca 8,31m
Calado 5,13 m
Propulsão 2 hélices
- 5 400 cv (3 970 kW)
Velocidade 20,25 nós (37,5 km/h) (superfície)
8,75 nós (16,2 km/h) (submerso)
Autonomia 11 000 milhas náuticas a 10 nós
(20 000 km a 19 km/h)
Profundidade 120 m
Armamento 10 tubos de torpedo de 533 mm
24 torpedos
1 canhão de 127 mm
Tripulação 10 oficiais
70 marinheiros

O Sealion entrou em serviço no meio da Segunda Guerra Mundial. Ele realizou ao todo seis patrulhas de serviço pelo Oceano Pacífico e arredores entre junho de 1944 e junho de 1945, tendo conseguido afundar vários navios de transporte japoneses, além do contratorpedeiro Urakaze e o couraçado Kongō em um único ataque em novembro de 1944. Por suas ações durante a guerra, o Sealion foi condecorado com a Citação Presidencial de Unidade. Ele voltou para São Francisco e passou por manutenções depois do fim da guerra, sendo descomissionado em fevereiro de 1946.[1]

O submarino foi convertido em um transporte de tropas e recomissionado em novembro de 1948. Ele passou a década seguinte operando no Oceano Atlântico, ocupando-se principalmente de treinamentos até ser descomissionado novamente em junho de 1960. O Sealion voltou ao serviço ativo em outubro do ano seguinte e continuou com a rotina de exercícios, com a exceção da Crise dos Mísseis de Cuba em outubro de 1962. Foi tirado de serviço pela última vez em fevereiro de 1970 e colocado na reserva naval,[1] sendo afundado como alvo de tiro em julho de 1978.

Referências

  1. a b c «Sealion II (SS-315)». Dictionary of American Naval Fighting Ships. Naval History and Heritage Command. Consultado em 22 de maio de 2021 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre Submarinos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.