Abrir menu principal
Wiki letter w.svg
Por favor, melhore este artigo, expandindo-o. Mais informações podem ser encontradas no artigo «USS United States (CVA-58)» na Wikipédia em inglês e também na página de discussão. (dezembro de 2014)
USS United States (CVA-58)
Concepção artística do United States (CVA-58), feita em outubro de 1948.
Carreira   Bandeira da marinha que serviu Estados Unidos
Operador Marinha dos Estados Unidos
Data de encomenda 24 de julho de 1948
Estaleiro "Newport News Shipbuilding", Newport News, Virgínia
Batimento de quilha 18 de abril de 1949
Fatalidade Cancelado 23 de abril de 1949
Características gerais
Tipo de navio Navio aeródromo
Classe "Classe United States"
Deslocamento 80 500 t (177 000 000 lb)
Largura 58 m (190 ft)
Comprimento 330 m (1 080 ft) (total)
Boca 40 m (131 ft) (linha d'água)
Calado 11 m (36,1 ft)
Propulsão 8 caldeiras Foster-Wheeler, acopladas a 4 turbinas a vapor Westinghouse; 4 hélices; 280 000 hp (209 000 kW)
Velocidade 33 kn (61,2 km/h)
Armamento 8 x canhões de 127 mm (5,00 in)
16 x canhões de 76 mm (2,99 in)
20 x canhões Oerlikon de 20 mm (0,787 in)
Aeronaves 12 a 18 bombardeiros pesados mais 54 caças a jato
Tripulação 3019 oficiais e tripulação
2480 homens ala aérea
Notas
Fonte: navysite.de[1]

O USS United States (CVA-58), foi um porta-aviões projetado e não construído da US Navy. Teria sido o primeiro da Classe United States.[2]

Índice

HistóriaEditar

Previsto para ter 65 mil toneladas, foi o primeiro projeto de porta aviões da Marinha dos Estados Unidos pós-segunda guerra mundial.

O seu projecto previa que este navio albergasse bombardeiros estratégicos de grande porte (passíveis de transportar bombas atómicas), tendo a sua construção sido iniciada no dia 18 de Abril de 1949 em Newport News, na Virgínia.

A construção acabou por ser interrompido pelo Secretário da Defesa, Louis Johnson, apenas cinco dias depois de se ter iniciado.

A razão para o cancelar o navio foi o facto de existir uma maior predilecção para a construção de uma grande força de bombardeiros B-36, que estariam colocados em bases terrestres, ao invés de em um porta aviões totalmente inovador. O episódio deu origem a chamada "Revolt of the Admirals" (Revolta dos Almirantes).[3]

O United States foi posteriormente desmontado no próprio local de construção.

Notas e referênciasEditar

  1. Thoralf Doehring. «USS United States (CVA 58), cancelled, never completed» (em inglês). Navisite. Consultado em 16 de abril de 2009 
  2. Naval History and Heritage Command (NHHC) (8 de setembro de 2001). «USS United States (CVA-58),Fiscal Year 1949 Building Program. Cancelled April 1949» (em inglês). Consultado em 16 de abril de 2009 
  3. Andrew L. Lewis, LCDR, USN; Albert L. St. Clair (Faculty Advisor) (abril de 1998). «The Revolt of the Admirals, A study of the "Revolt of the Admirals" from both a Navy and Air Force perspective» (em inglês). Consultado em 16 de abril de 2009 

Ver tambémEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre USS United States (CVA-58)

Ligações externasEditar