Växjö (ouvir pronúncia), ocasionalmente transliterado para Vaxjo, por adaptação tipográfica, ou Vexiônia (em latim: Vexionia) é uma cidade da província da Småland, no sul da Suécia. [1][2][3]

Suécia Växjö

Vexiônia

 
  Cidade  
Mercado
Mercado
Mercado
Símbolos
Brasão de armas de Växjö
Brasão de armas
Localização
Växjö está localizado em: Suécia
Växjö
Localização de Växjö na Suécia
Coordenadas 56° 53' N 14° 48' E
Região Gotalândia
Província Småland
Condado Kronoberg
Comuna Växjö
Características geográficas
Área total 36,2 km²
População total (2019) 70 489 hab.
Densidade 1 947,2 hab./km²
Sítio www.vaxjo.se

É a sede da comuna de Växjö e a capital do condado de Kronoberg. [4] Ocupa uma área de 36,2 quilômetros quadrados, e tem uma população de 70 489 habitantes (2019). [5][6] Está situada no centro da Småland, a 120 km a sul de Jönköping e a 109 km a oeste de Kalmar . [7]

A cidade é um antigo centro comercial e religioso da região desde a Idade do Ferro, da Era Viking e da Idade Média. [8][9]

Etimologia e uso editar

O topônimo Växjö deriva das palavras nórdicas väg (caminho) e sjö (lago) e significa "lugar junto ao lago onde confluem vários caminhos". As primeiras menções conhecidas são Wexionensem no século XII e Datum Vexio no XIII.[10][11]

Comunicações editar

A cidade tem uma posição central e estratégica nas comunicações do sul do país.

Estradas editar

É o ponto de encontro das estradas nacionais 23 (MalmöLinköping), 25 (HalmstadKalmar), 27 (KarlskronaGotemburgo), 29 (Karlshamn–Växjö), 30 (Jönköping–Växjö) e 37 (Oskarshamn–Växjö).

Ferrovias editar

É igualmente um importante nó ferroviário, por onde passa a Linha de Costa a Costa (GotemburgoKarlskrona) e outras ferrovias com ligação à Escânia, a Copenhaga, a Gotemburgo e a Jönköping.

Aeroporto editar

Dispõe do aeroporto de Växjö-Kronoberg a 5 km a noroeste de Växjö. [12][13]

Economia editar

Situada no centro da província histórica de Småland, a cidade é composta por uma grande diversidade de empresas, com crescimento contínuo apreciável. A sua posição estratégica e rede de comunicações fazem dela um importante nó comercial. Além de empresas ligadas à exploração florestal, há empresas dedicadas à maquinaria, à electrotecnia e ao comércio nacional e internacional.[13]

Educação editar

A cidade de Växjö possuí várias escolas públicas e livres de ensino básico e secundário. Dispõe igualmente de educação de adultos em Växjölöftet (Vuxenutbildning) e na escola superior popular S:t Sigfrids folkhögskola. [14]

Ensino superior editar

Existe uma instituição de ensino superior na cidade: a Universidade de Lineu, onde é ministrada também formação de polícias, por incumbência da Escola Superior de Polícia (Polishögskolan). [15]

Cultura editar

Pontos turísticos editar

Os destinos mais procurados atualmente são:[16]

Referências

  1. Ernby 2001, p. 228.
  2. Thaning 1983, p. 83.
  3. Editores 1998.
  4. Sellers.
  5. CP.
  6. «Tätorter; arealer, befolkning - Tabeller och diagram - Tätorter 2017 – befolkning, landareal, andel som överlappas av fritidshusområden». Instituto Nacional de Estatística da Suécia. Consultado em 18 de agosto de 2018 
  7. Kartcentrum (2003). «Vägavstånd i kilometer». Vår Sverigeguide (O nosso guia da Suécia) (em sueco). Estocolmo: Prisma. p. XII. 528 páginas. ISBN 9151841401 
  8. «Växjö» (em sueco). Enciclopédia Nacional Sueca. Consultado em 18 de maio de 2023 
  9. «Växjö med omnejd». Se Sverige med barnen. en reseguide för hela familjen (em sueco). Svenska turistföreningen. Estocolmo: Bonniers juniorförlag e Svenska turistföreningen. 1985. p. 223. 379 páginas. ISBN 91-48-51041-6 
  10. Wahlberg 2003, p. 381.
  11. Pamp 1988, p. 71.
  12. Lidman Production AB (texto) e Matton (fotografia) (2011). «Småland». Libers stora junioratlas (em sueco). Estocolmo: Liber. p. 16. 144 páginas. ISBN 9789147809028 
  13. a b «Näringsliv och kommunikationer» (em sueco). Växjö kommun. Consultado em 18 de agosto de 2018 
  14. «Vuxenutbildning» (em sueco). Comuna de Växjö. Consultado em 21 de outubro de 2021 
  15. «Polisutbildning» (em sueco). Universidade de Lineu. Consultado em 21 de outubro de 2021 
  16. Ottosson 2008, p. 301.
  17. Parque Cultura da Esmolândia.

Bibliografia editar

  • Editores (1998). «Växjö» (em inglês). Britânica Online 
  • Ernby, Birgitta; Gellerstam, Martin; Malmgren, Sven-Göran; Axelsson, Per; Fehrm, Thomas (2001). «Växjö». Norstedts första svenska ordbok (em sueco). Estocolmo: Norstedts ordbok. p. 767. ISBN 91-7227-186-8 
  • Ottosson, Mats; Ottosson, Åsa (2008). «Småland». Upplev Sverige. En guide till upplevelser i hela landet (em sueco). Estocolmo: Wahlström Widstrand. 527 páginas. ISBN 9789146215998 
  • Pamp, Bengt (1988). «Städernas namn (Nomes das cidades)». Ortnamnen i Sverige (Nomes de localidades da Suécia) (em sueco). Lunda: Studentlitteratur. 199 páginas. ISBN 91-44-01535-6 
  • Sellers, David. «Växjö». Enciclopédia Nacional Sueca (em sueco). Gotemburgo: Universidade de Gotemburgo 
  • Thaning, Olof (1983). «Växjö». Sverigeboken (em sueco). Estocolmo: Det Bästa. 408 páginas. ISBN 91-7030-101-8 
  • Wahlberg, Mats (2003). «Växjö». Svenskt ortnamnslexikon (Dicionário das localidades suecas) (em sueco). Upsália: Språk- och folkminnesinstitutet e Institutionen för nordiska språk vid Uppsala universitet. ISBN 91-7229-020-X 
 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Växjö