Gotalândia

Gotalândia[1][2] ou Götaland[3][4][5] (em sueco: Götaland, pronúncia: Nuvola apps arts.svg /ˇjøːtaˌland/) é uma das três grandes regiões históricas (landsdelar) em que se divide a Suécia.[6] Segundo censo de 2019, havia 4 933 910 habitantes.[7] Abrange cerca de 22% da área do país e está situada no sul da Suécia, fazendo divisa ao norte com a Suealândia, através das florestas Negra, Tiveden e Tylöskog.[8][9][10] Se subdivide em 10 províncias: Blecíngia, Condado de Bohus, Dalslândia, Escânia, Esmolândia, Gotalândia Ocidental, Gotalândia Oriental, Gotlândia, Halândia e Olândia.[7] Não tem função administrativa ou política, mas aparece na elaboração de estatísticas e nos boletins metereólogos da televisão e rádio.[6][11]

Suécia Gotalândia 
  Região  
Sverigekarta-Landsdelar Götaland.svg
Localização
Gotalândia-pt.svg
Província
Características geográficas
População total (2019) 4 933 910 hab.

Etimologia e usoEditar

Os território ocupados pelos gotas eram conhecidos, em latim, como Gótia (em latim: Gothia).[12] Como Gotalândia (Götaland), que significa "Terra dos gotas",[13] foi introduzido em 1384, na forma Gøthalandom ("os territórios dos gotas").[14] Em contraste com a Suealândia ("terra dos suíones"), reaparece em 1442 na Lei Nacional de Cristóvão como swea och gotha landh (Terras dos Gotas e Suíones).[15][16] Também pode ser registrada como Gotlândia (Got(h)land), Gotenlândia (Gothenland), Gautlândia (Gautland) e Getalândia (Geatland).[17]

Património histórico, cultural e turísticoEditar

Referências

  1. Público.
  2. Direcção-Geral 1937, p. 130.
  3. «Suécia». Infopédia. Consultado em 8 de agosto de 2021. no Sul, a região de Götaland, que comprende 10 províncias 
  4. Lello 1981, p. 1147.
  5. Godinho 1964, p. 449.
  6. a b Wedsberg 1995, p. 4.
  7. a b INES.
  8. Ernby 2001, p. 230.
  9. Miranda 2007, p. 355.
  10. Nyström 2015.
  11. Rydstedt 1987, p. 18-21.
  12. Vilborg 2009, p. 176.
  13. DAS 1929.
  14. ENS.
  15. Wahlberg 2003, p. 316.
  16. Nyström 2013, p. 37.
  17. Wahlberg 2003, p. 113.

BibliografiaEditar

  • Publicação da Direcção-Geral dos Serviços Florestais e Aquícolas. 4–8. Lisboa: Direcção-Geral dos Serviços Florestais e Aquícolas. 1937 
  • «Götaland». Enciclopédia Nacional Sueca [ENS] (em sueco). Gotemburgo: Universidade de Gotemburgo 
  • Ernby, Birgitta; Gellerstam, Martin; Malmgren, Sven-Göran; Axelsson, Per; Fehrm, Thomas (2001). «Götaland». Norstedts första svenska ordbok (em sueco). Estocolmo: Norstedts ordbok. p. 767. ISBN 91-7227-186-8 
  • Godinho, Vitorino Magalhães; Rocha, Manuel; Cunha, Celso (1964). «Suécia». Focus - Enciclopédia Internacional. 4. Lisboa: Livraria Sá da Costa Editora 
  • Lello, José; Lello, Edgar (1981). «Götaland». Lello Universal. 1. Porto: Lello & Irmão. Götaland, parte meridional da Suécia 
  • Rydstedt, Bjarne; Andersson, Georg; Bladh, Torsten; Köhler, Per Olof; Thorén, Karl-Gustaf; Larsson, Mona (1987). «Vi börjar läsa geografi». Land och liv 1 (em sueco). Estocolmo: Natur och kultur. 216 páginas. ISBN 91-27-62563-X 
  • Vilborg, Ebbe (2009). «Linköping». Norstedts svensk-latinska ordbok (Dicionário Norstedts de Sueco-Latim). 28.000 ord och fraser (28 000 palavras e frases) (em sueco). Estocolmo: Academia Norstedts akademiska. 660 páginas. ISBN 9789172275720 
  • Wahlberg, Mats (2003). «Piteå». Svenskt ortnamnslexikon (Dicionário das localidades suecas) (em sueco). Upsália: Språk- och folkminnesinstitutet e Institutionen för nordiska språk vid Uppsala universitet. ISBN 91-7229-020-X 
  • Wedsberg, Malin (1995). Sveriges landskap (Províncias da Suécia) (em sueco). Estocolmo: Almqvist & Wiksell. ISBN 91-21-14445-1 
  •   Media relacionados com Gotalândia no Wikimedia Commons