Abrir menu principal

Vada [vəɽɑː] (vaḍā) é um tipo de petisco salgado indiano. Diferentes tipos de vadas podem ser descritos como salgadinhos fritos, croquetes, rosquinhas salgadas e bolinhos.[1] Nomes alternativos para estes alimentos incluem wada, vade, vadai, wadeh e bara.[2]

Vada
Medu Vadas.JPG
Medu vadas servidos com chutney de côco
TipoPetisco salgado
Lugar de origemÍndia
Temperatura ao servirquente
Ingredientes principaisBatatas, grão-de-bico, feijão-mungo, feijão-da-índia, sal, pimenta

Os vários tipos de vadas são feitos a partir de ingredientes diferentes, variando de leguminosas (como medu vada do Sul da Índia, uma rosquinha frita de massa feita de feijão-da-Índia) a batatas (como batata vada do Oeste da Índia, feita com uma massa de batatas e farinha de grão-de-bico). Eles são frequentemente servidos no café da manhã ou como lanches, e também utilizados como base para outras preparações alimentícias (como dahi vada e vada pav).

HistóriaEditar

Vadai (nome arcaico para vada) eram populares entre os Tâmeis entre os séculos I a.C. e 2 d.C.[3] Um tipo de vada é chamado de "vataka" em Manasollasa, uma enciclopédia em Sânscrito do século XII compilada por Someshvara III, que reinou na região de Karnataka. Nesta receita, vagens eram hidratadas, descascadas e amassadas até se tornarem uma pasta; essa pasta era moldada em formato esférico e frita.[4] Literatura antiga das atuais regiões de Bihar e Uttar Pradesh também mencionam bara (vada) e mungaura (um vada feito a partir de feijão mungo).[5]

PreparaçãoEditar

 
Medu vada sendo frito por imersão em óleo

Vadas podem ser feitos a partir de legumes, sagu ou batatas. As leguminosas mais comuns para a confecção dos salgados são ervilha, grão-de-bico, feijão-da-índia pretafeijão mungo. Vegetais e outros ingredientes são adicionados para melhorar o sabor e o valor nutritivo.[6]

Para vadas feitos de legumes, as leguminosas (dal) são deixadas de molho para hidratarem e, em seguida, amassadas ou moídas até se tornarem uma massa. Essa massa é, em seguida, temperada com ingredientes como cominho, cebola, folhas de curry (às vezes previamente refogadas), sal e grãos de pimenta vermelha ou pimenta-do-reino. Na fabricação comercial da receita, gengibre e bicarbonato de sódio são adicionados ao tempero para deixar a massa mais macia e aumentar a fermentação em grandes quantidades. A mistura é então moldada e frita, resultando em vadas com um exterior crocante e um centro basante macio.[4][6]

Veja tambémEditar

ReferênciasEditar

  1. Andrea Nguyen. Asian Dumplings. [S.l.: s.n.] ISBN 9781607740926 
  2. V. K. Joshi (ed.). Indigenous Fermented Foods of South Asia. [S.l.: s.n.] ISBN 9781439887905 
  3. «The Hindu : Sci Tech / Speaking Of Science : Changes in the Indian menu over the ages». hinduonnet.com. Consultado em 12 de novembro de 2018. Arquivado do original em 26 de agosto de 2010 
  4. a b Pat Chapman. India Food and Cooking: The Ultimate Book on Indian Cuisine. [S.l.: s.n.] ISBN 978-1-84537-619-2 
  5. K.T. Achaya. The Story of Our Food. [S.l.: s.n.] ISBN 978-81-7371-293-7 
  6. a b Usha Raina (ed.). Basic Food Preparation. [S.l.: s.n.] ISBN 9788125023005