Valença (Bahia)

município do Estado da Bahia, Brasil
Disambig grey.svg Nota: Para outras cidades com este nome, veja Valença.

Valença é um município brasileiro no litoral do estado da Bahia, Região Nordeste do país. Ocupa uma área de 1 124,657 km² e sua população em 2020 era de 97 233 habitantes.[4]

Valença
  Município do Brasil  
Câmara Municipal de Valença vista a partir do rio Una
Câmara Municipal de Valença vista a partir do rio Una
Símbolos
Bandeira de Valença
Bandeira
Brasão de armas de Valença
Brasão de armas
Hino
Lema Nossa terra, nosso orgulho
Apelido(s) "Capital do Camarão"
"Capital da Costa do Dendê"
"Capital do Baixo Sul"
"VCA"
Títulos:
"A Decidida"
"A Hospitaleira"
Código IATA: "VAL"
Gentílico valenciano
Localização
Localização de Valença na Bahia
Localização de Valença na Bahia
Mapa de Valença
Coordenadas 13° 22' 12" S 39° 04' 22" O
País Brasil
Unidade federativa Bahia
Região intermediária[1] Santo Antônio de Jesus
Região imediata[1] Valença
Municípios limítrofes Laje, Jaguaripe, Taperoá, Cairu, Mutuípe, Presidente Tancredo Neves e Teolândia
Distância até a capital 255 km. Via ferry-boat: 115 km
História
Fundação 10 de novembro de 1849 (171 anos)[2]
Administração
Distritos
Prefeito(a) Jairo Batista (PP, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [3] 1 124,657 km²
População total (IBGE/2020[4]) 97 233 hab.
 • Posição BA: 18°
Densidade 86,5 hab./km²
Clima tropical úmido
Altitude 39 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010[5]) 0,623 médio
PIB (IBGE/2018[6]) R$ 1 454 682,49 mil
PIB per capita (IBGE/2018[6]) R$ 15 175,39

O município é muito visitado principalmente por ser o principal acesso à Ilha de Tinharé, turisticamente famosa pelo povoado de Morro de São Paulo, mas também pela bela praia do Guaibim com o seu extenso areal, localizada a cerca de 17 km da sede do município.

Da sua atividade econômica destaca-se a produção de camarão em cativeiro, de que é o principal produtor da Bahia, e a cultura e beneficiamento de cravo da Índia, pimenta do reino e de azeite de dendê.

Valença é considerada a Capital do Baixo Sul, região que reúne 362 659 habitantes.[4]

História[7]Editar

A região do Tabuleiro Valenciano é uma das mais velhas da colonização portuguesa, onde existia anteriormente um povoamento indígena tão denso que a maior parte das povoações da área se originou nessas aldeias. Em 1534, quando o Brasil foi dividido em capitanias hereditárias pelo rei de Portugal Dom João III, a região ficou pertencendo à Capitania de Ilhéus, sob a jurisdição da vila de Nossa Senhora de Cairu, onde se formou o primeiro povoamento, no final do século XVI. A economia da região ficou tempo limitada à exportação de matérias primas agrícolas para Portugal e restante da Europa, através de seus portos, criando uma burguesia de negociantes responsáveis pelo aspecto imponente do casario que ainda hoje se mantém de pé, no centro da cidade. Mas o esgotamento dos recursos naturais, a abertura de novas regiões e o fim da escravatura acabaram contribuindo decisivamente para uma decadência econômica. A recuperação só veio no ano de 1859, com a instalação da primeira fábrica voltada para a indústria têxtil no Brasil, criando a tradição de mão de obra industrial. A presença da indústria foi decisiva para a construção da Igreja de Nossa Senhora do Amparo no ano de 1870, santa eleita para ser a protetora dos operários. A partir dessa data, surgiu a Festa do Amparo, promovida pelos funcionários da Companhia Valença Industrial (CVI). Apesar de sua importância, esta não foi a primeira igreja construída na cidade, mas sim a Igreja Matriz do Sagrado Coração de Jesus, edificada no ano de 1799.

Em 22 de Janeiro de 1860, Valença foi agraciada com a visita do Imperador Dom Pedro II. Na ocasião, o Imperador conheceu as igrejas da cidade, a casa da câmara, as escolas, as prisões, bem como as duas grandes fábricas (Tecidos e de Serraria).[8] Em sua passagem, o Imperador ainda fez doação em dinheiro para construção da Santa Casa de Misericórdia, hospital esse que foi construído em um terreno doado pelo Coronel Isidro de Sena Madureira, o Barão de Jequiriçá[9].

CronologiaEditar

Valença foi criada inicialmente como distrito subordinado a Cairu, com a denominação de Santíssimo Coração de Jesus de Valença, elevando-se à condição de vila pela Carta Régia de 23 de janeiro de 1799 e instalando-se a 10 de julho do mesmo ano. Pela lei provincial nº 300, de 23 de maio de 1848, é criado o distrito de Guerém, sendo a vila elevada à categoria de cidade pela lei provincial nº 368, 10 de novembro de 1849, recebendo então a denominação de Valença. Nas décadas seguintes foram criados os distritos de Maricoabo (antigo São Félix de Maricoabo, pela lei provincial nº 2.288, de 27 de maio de 1882), Serra Grande (1911) e Guaibim (1999).[2]

GeografiaEditar

De acordo com a divisão do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística vigente desde 2017,[10] o município pertence às Regiões Geográficas Intermediária de Santo Antônio de Jesus e Imediata de Valença.[1] Até então, com a vigência das divisões em microrregiões e mesorregiões, o município fazia parte da microrregião de Valença, que por sua vez estava incluída na mesorregião do Sul Baiano.[11]

Bairros de ValençaEditar

  • Jacaré
  • Jardim Grimald
  • São Felix
  • Novo Horizonte I
  • Novo Horizonte II
  • Lapa
  • Urbis
  • Tio Virgínio
  • Alto do São Roque
  • Vila Operaria
  • Graça
  • Centro
  • Tento
  • Bolívia
  • Bate Quente
  • Baixa Alegre
  • Jambeiro
  • Tamarineiro
  • Pitanga
  • Areal
  • Amparo
  • Mangue seco
  • Triana
  • Estancia Azul

EducaçãoEditar

Ensino Superior
  • Universidade do Estado da Bahia (UNEB): Direito e Pedagogia.
  • Faculdade Zacarias de Góes (FAZAG) - Administração; Ciências Contábeis; Educação Física; Enfermagem; Fisioterapia; Letras; Pedagogia; TI e Computação; Turismo.
  • Faculdade de Tecnologia de Valença (FACTIVA) - Administração; Engenharia Civil; Engenharia de Produção; Marketing; Pedagogia.
  • Faculdade Atenas - "Medicina".
  • IFBA - "Hotelaria; Administração; Ti e Computação; Eletrônica; Engenharia Ambiental; Engenharia Civil; Engenharia de Alimentos; Engenharia Elétrica; Engenharia de Produção; Engenharia Química; Eventos; Física; Geografia; Ciências Sociais; Matemática".
  • IF Baiano - "Agroecologia; Agropecuária; Meio Ambiente".

PraiasEditar

  • Praia da Ponta do Curral
  • Praia de Guaibim
  • Praia de Guaibizinho
  • Praia de Taquari
  • Praia de Atracadouro

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b c Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Base de dados por municípios das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias do Brasil». Consultado em 10 de fevereiro de 2018 
  2. a b c Enciclopédia dos Municípios Brasileiros (2007). «Valença - Histórico» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 22 de agosto de 2014. Cópia arquivada (PDF) em 21 de agosto de 2014 
  3. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (15 de janeiro de 2013). «Áreas dos Municípios». Consultado em 30 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 30 de novembro de 2017 
  4. a b c «estimativa_dou_2020.xls». ibge.gov.br. Consultado em 24 de dezembro de 2020 
  5. Atlas do Desenvolvimento Humano (29 de julho de 2013). «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Consultado em 7 de agosto de 2013. Cópia arquivada (PDF) em 8 de julho de 2014 
  6. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios - 2010 à 2018». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 24 de dezembro de 2020 
  7. http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=029033_16&pesq=%22morro%20de%20s%C3%A3o%20paulo%22&pagfis=18868
  8. http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=130605&pesq=%22morro%20de%20s%C3%A3o%20paulo%22&pagfis=2777
  9. http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=130605&pesq=imperador%20valen%C3%A7a&pasta=ano%20186&pagfis=3461
  10. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Divisão Regional do Brasil». Consultado em 30 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 30 de novembro de 2017 
  11. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1990). «Divisão regional do Brasil em mesorregiões e microrregiões geográficas» (PDF). Biblioteca IBGE. 1: 68–69. Consultado em 30 de novembro de 2017. Cópia arquivada (PDF) em 30 de novembro de 2017 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Valença

Câmara Municipal de Valença - Site 1

Câmara Municipal de Valença - Site 2

  Este artigo sobre um município da Bahia é um esboço relacionado ao WikiProjeto Nordeste do Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.