Veiros (Estremoz)

freguesia do município de Estremoz, Portugal
Portugal Portugal Veiros 
  Freguesia  
Símbolos
Brasão de armas de Veiros
Brasão de armas
Gentílico Veirenses
Localização
Localização no município de Estremoz
Veiros está localizado em: Portugal Continental
Veiros
Localização de Veiros em Portugal
Coordenadas 38° 57' 12" N 7° 30' 16" O
Região Alentejo
Sub-região Alentejo Central
Província Alto Alentejo
Município ETZ.png Estremoz
História
Fundação século V
Administração
Tipo Junta de freguesia
Presidente Domingos Cunha (Mietz)
Características geográficas
Área total 39,72 km²
População total (2011) 1 036 hab.
Densidade 26,1 hab./km²
Código postal 7100-706
Outras informações
Orago Nossa Senhora Do Mileu

Veiros é uma freguesia portuguesa do concelho de Estremoz, na região do Alentejo, com 39,72 km² de área e 1 036 habitantes (2011). A sua densidade populacional é de 26,1 hab/km².

PopulaçãoEditar

População da freguesia de Veiros [1]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
1 039 1 205 1 398 1 503 1 832 1 911 2 174 2 446 2 577 2 399 1 966 1 636 1 319 1 233 1 036

Nos anos de 1878 e 1890 pertencia ao concelho de Monforte. Passou para o actual concelho por decreto de 26/09/1895

HistóriaEditar

A actual Aldeia de Veiros nasceu do de um antigo Castro, que sofreu até I D.C. breve ocupação romana. Foram encontrados diversos vestígios arqueológicos da época da romanização e desde o século V, pelo menos, que Veiros existe como povoação. Em 1217 foi conquistada por D. Afonso II aos Almóadas, que eram os senhores da Taifa de Badajoz do Algarbe Alandalus, e anexada ao reino de Portugal. Foi então repovoada e integrada numa comenda da Ordem de Avis.[2]

Foi vila independente, e em 1258 recebeu Foral de D. Afonso III e em 2 de Novembro de 1510 recebe de D. Manuel I novo Foral.[3]

Foi pertença da Casa de Bragança, aqui nascendo o seu primeiro duque, D. Afonso I de Bragança, facto assinalado no seu brasão de armas. Foi vila sede de concelho entre 1510 e 1855, tendo então transitado para o município de Fronteira, seguidamente para Monforte, e finalmente para Estremoz, onde hoje se situa. Era constituído pelas freguesias de Almuro, Santo Amaro e Veiros.[4] Tinha, em 1801, 1 321 habitantes. Após as reformas administrativas do início do liberalismo foram-lhe anexadas as freguesias de Santo Aleixo e São Bento de Ana Loura. Tinha, em 1849, 2 456 habitantes.

PatrimónioEditar

Personalidades ilustresEditar

Festas e romariasEditar

  • " Feira de Ramos" domingo de Ramos
  • Festa de Santa Catarina, em Maio,(presentemente não se realizam)
  • Festa de São João, em Junho,
  • "Water line festival" festa da juventude - 2º fim de semana de Julho
  • Festa de Nossa Senhora dos Remédios, 2º fim de semana de Agosto,
  • Festa de Nossa Senhora do Mileu, 2º fim de semana de Setembro.

Notas

  1. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  2. «Site do IGESPAR - Instituto de Gestão do Património Arquitectónico e Arqueológico do Ministério da Cultura». Ficha detalhada da Igreja de São Salvador (Igreja Matriz de Veiros). Consultado em 3 de março de 2011 
  3. Editorial Enciclopédia, Lda (ed.). Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira. Vol. 34, pág. 447 
  4. «Paróquia de Veiros». Arquivo Distrital de Évora. Consultado em 4 de Dezembro de 2013 
  Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.