Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: se procura o município gaúcho, veja Venâncio Aires.
Venâncio de Oliveira Aires
Nascimento 12 de novembro de 1841
Itapetininga
Morte 16 de outubro de 1885 (43 anos)
Santo Ângelo
Nacionalidade brasileira
Ocupação jornalista

Venâncio de Oliveira Aires (Itapetininga, 12 de novembro de 1841Santo Ângelo, 16 de outubro de 1885) foi um jornalista brasileiro e precursor das ideias republicanas e abolicionistas. Com Moreira da Silva, fundou o primeiro jornal de Itapetininga, O Município (1873).

BiografiaEditar

Era filho de Salvador de Oliveira Ayres e de Anna Vieira Ayres, ambos descendentes em linha reta dos fundadores da sua cidade natal.

Formou-se advogado em 1868 pela Faculdade de Direito de São Paulo, retornando para Itapetininga, onde abriu banca de advocacia, tornando-se um dos seus mais destacados profissionais.

Foi um dos fundadores do Partido Republicano Riograndense e também primeiro redator-chefe do jornal do partido, A Federação, que fez editar seu primeiro número em janeiro de 1884.

Suas teses foram sustentadas por seus discípulos, Júlio Prates de Castilhos, Pinheiro Machado e Ramiro Barcelos. Sua doutrina foi a base do castilhismo e do pinheirismo.

O Partido Republicano Riograndense foi o único da União a manter-se fiel às bases doutrinárias de inspiração venanciana, desde os primeiros Congressos, até a queda da República Velha, em 1930.

HomenagemEditar

Venâncio empresta seu nome a uma cidade do estado do Rio Grande do Sul, Venâncio Aires. Segundo a página da prefeitura da cidade, localizada a 130 quilômetros da capital Porto Alegre, "o nome foi dado pelos republicanos rio-grandenses em homenagem ao advogado abolicionista e precursor das ideias republicanas Venâncio de Oliveira Ayres, nascido em Itapetininga, São Paulo, e radicado no Rio Grande do Sul."[1]

Referências