Abrir menu principal

Vice-Reino do Rio da Prata

(Redirecionado de Vice-reinado do Prata)



Virreynato del Río de la Plata
Vice-Reino do Rio da Prata

Vice-reino

Flag of Cross of Burgundy.svg
1776 – 1816 Flag of Argentina (alternative).svg
 
Flag of Paraguay (1813).png
 
Flag of Bolivia (state, 1825-1826).svg
 
Flag of Artigas.svg

Bandeira de Vice-Reino do Rio da Prata

Bandeira Naval do Império Espanhol, desde 1785.

Localização de Vice-Reino do Rio da Prata
Vice-Reino do Rio da Prata
Continente América do Sul
Região Cone Sul
País Argentina, Bolívia, Paraguai e Uruguai
Capital Buenos Aires
Língua oficial Espanhol
Religião Catolicismo
Governo Monarquia
Rei
 • 1776 - 1788 Carlos III
 • 1788 - 1808 Carlos IV
 • 1808 - 1816 Fernando VII (de jure)
Período histórico Império Espanhol
 • 1 de agosto de 1776 Real Cédula
 • 2 de janeiro de 1806 Primeira invasão inglesa a Buenos Aires
 • 16 de janeiro de 1807 Invasão inglesa da margem oriental
 • 28 de junho de 1807 Segunda invasão inglesa a Buenos Aires
 • 25 de maio de 1810 Revolução de Maio
 • 1816 Dissolução
Vice-Reino do Rio da Prata em 1783.

O Vice-Reino do Rio da Prata (em espanhol Virreinato del Río de la Plata), estabelecido em 1776, foi o último e mais curto vice-reino criado pela Espanha durante o período de colonização das Américas.[1]

Os seus limites continham os territórios da atual Argentina, Paraguai, Uruguai (este último dentro do território conhecido à época como Banda Oriental do Uruguai), e pequenas partes dos territórios que atualmente pertencem ao Brasil e à Bolívia. Foi criado sobretudo por razões de segurança, no sentido de tentar conter as outras potências mundiais com interesses na área, como a Grã-Bretanha e, sobretudo, Portugal.

O primeiro vice-rei foi Pedro de Cevallos.

Em função da fragilidade provocada pela invasão de Napoleão Bonaparte, em 1807, ao território espanhol, iniciou-se na Argentina, em 1810, o movimento pela emancipação.

Durante a declaração da independência de 9 de Julho de 1816, a maioria das províncias do antigo Vice-reinado do Rio da Prata tomam o nome de União das Províncias da América do Sul, assim como se mantém também o nome de "União das províncias do Rio da Prata".

A esta declaração não foram incluídas -exceto Córdoba- nesse momento as províncias confederadas na União dos Povos Livres, que reconheciam José Gervasio de Artigas como seu protetor, e que haviam declarado independência da Espanha no Congresso do Arroyo de la China, que aconteceu em Concepción do Uruguai em 1815.

Ver tambémEditar

Referências

  1. El Virreinato del Río de la Plata Arquivado em 15 de outubro de 2009, no Wayback Machine.. Acessado em 21 de outubro de 2017.
  Este artigo sobre Estado extinto, integrado ao Projeto Estados Extintos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.