Abrir menu principal
Virgínio Fortunato da Silva
Pseudônimo(s) Moderno
Nascimento 1903
Rio Grande do Norte
Morte 1936 (33 anos)
Cidadania Brasil

Virgínio Fortunato da Silva, vulgo Moderno ([Florânia-RN]], 19031936), foi um cangaceiro brasileiro.

BiografiaEditar

OrigemEditar

De acordo com alguns pesquisadores, o local mais provável do nascimento de Virgínio foi em Florânia-RN, no Estado do Rio Grande do Norte, no ano de 1903.

Ingresso no cangaçoEditar

Atuou como negociador de miçangas antes de ingressar no cangaço.

Inicialmente casado com Anália Ferreira (Angélica), irmã do cangaceiro Lampião, seguiu seu cunhado no cangaço.

Após ficar viúvo, casou-se com Durvinha, com quem teve dois filhos.[1]

Integrava uma das facções mais cruéis do bando de Lampião, atuando nos estados de Alagoas, Sergipe e Bahia. Era conhecido como o "capador oficial" do bando de Lampião, visto que sua marca era a castração realizada nas vítimas. Liderou um bando próprio, integrado, entre outros, por Moreno, o qual acabaria se casando com Durvinha após a morte de Virgínio em 1936.[2][3]

MorteEditar

Virgínio foi gravemente ferido na virilha quando estava com o bando de Corisco, no município de Monteiro. Não resistindo, veio a óbito no ano de 1936.

ReferênciasEditar