Abrir menu principal

Monteiro

município brasileiro do estado da Paraíba
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Monteiro (desambiguação).
Monteiro
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Monteiro
Bandeira
Brasão de armas de Monteiro
Brasão de armas
Hino
Lema Fides et Audacia
"Fé e audácia"
Apelido(s) "Terra de Esperanças"
Gentílico monteirense
Localização
Localização de Monteiro na Paraíba
Localização de Monteiro na Paraíba
Monteiro está localizado em: Brasil
Monteiro
Localização de Monteiro no Brasil
Mapa de Monteiro
Coordenadas 7° 53' 20" S 37° 07' 12" O
País Brasil
Unidade federativa Paraíba
Região intermediária[1] Campina Grande
Região imediata[1] Monteiro
Municípios limítrofes Sertânia, Iguaraci e Tuparetama - (PE); Prata, São Sebastião do Umbuzeiro, Zabelê, Camalaú e Sumé - (PB).
Distância até a capital 305 km
História
Fundação 28 de junho de 1872
Administração
Prefeito(a) Anna Lorena de Farias Leite Nóbrega[2] (PSDB, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [3] 986,370 km²
População total (IBGE/2016[4]) 33 039 hab.
Densidade 33,5 hab./km²
Clima Semiárido
Altitude 599 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010 [5]) 0,603 médio
 • Posição PB: 20º
PIB (IBGE/2013[6]) R$ 290,850 mil
PIB per capita (IBGE/2013[6]) R$ 9,029

Monteiro é um município brasileiro do estado da Paraíba. De acordo com o IBGE, no ano de 2016, sua população era estimada em 33.039 habitantes.

HistóriaEditar

Antes de surgir oficialmente na história Monteiro era uma área de fazendeiros e criadores de gado. No final do século XVIII, algumas famílias lá se estabeleceram e, em 1800, Manoel Monteiro do Nascimento desmembrou uma área de sua fazenda, chamada Lagoa do Periperi, para construir uma capela consagrada a Nossa Senhora das Dores, distante 300 metros da margem do Rio Paraíba.

A beleza do local foi atraindo habitantes e, em pouco tempo, formou-se um povoado que, em 1840, deixou de ser Lagoa do Periperi e passou a se chamar Povoação da Lagoa (havia apenas duas casas de telha na época). Pouco tempo depois, em homenagem ao seu fundador, o povoado recebeu o nome de Alagoa do Monteiro.

O distrito de Alagoa do Monteiro foi criado pela Lei Provincial nº. 194, de 4 de setembro de 1865. A cidade foi sendo erguida à margem do Rio Paraíba, que nasce na Serra do Jabitacá, a 24 quilômetros da cidade. Tornou-se município por meio da Lei nº 457, de 28 de junho de 1872, com território desmembrado de São João do Cariri.

GeografiaEditar

O Município de Monteiro, que fica a 319 quilômetros de João Pessoa, está localizado na Microrregião do Cariri Ocidental Paraibano, da qual é a parte mais característica. Limita-se ao Norte com o município de Prata (PB); Oeste, com Sertânia, Iguaraci e Tuparetama (PE); ao Sul, com São Sebastião do Umbuzeiro e Zabelê (PB); e, ao Leste, com Camalaú e Sumé (PB).

Com área de 1.009,90 km², Monteiro é o maior município do Estado. Possui bacia hidrográfica formada por um rio temporário, o Paraíba, e quatro açudes: Pocinhos, com capacidade para armazenar 5.900.00m³ de água; Poções, 29.106.000m³; São José, 3.000.000m ³; e Serrote, 3.000.000m³.

A vegetação nativa é a caatinga, que pode variar na área do município, em locais mais áridos com a presença marcante das cactáceas, com forte paisagem típica do Sertão espinhoso, e em áreas serranas mais arbórea e florestal.

ClimaEditar

O município está incluído na área geográfica de abrangência do semiárido brasileiro, definida pelo Ministério da Integração Nacional em 2005.[7] Esta delimitação tem como critérios o índice pluviométrico, o índice de aridez e o risco de seca.

Mesmo situada no sertão nordestino, possui um clima ameno, em relação às demais cidades sertanejas, a amplitude térmica é marca do lugar, com dias quentes, noites agradáveis com madrugada e alvorada frias, possui uma das menores mínimas do estado dentre as sedes municipais. Nos meses próximos a julho, as mínimas da madruga são comuns 17° C que podem descer em casos isolados a 13°C. Mesmo com temperaturas agradáveis a seca é presente e o índice pluviométrico é baixo, em torno de 650mm, podendo todavia haver anos chuvosos.

Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), desde 1963 a menor temperatura registrada em Monteiro foi de 7,7 ºC, em 28 de julho de 1976[8] (menor temperatura registrada na Paraíba),[9] e a maior atingiu 37,6 ºC, em 3 de outubro de 1997.[8] O maior acumulado de precipitação em 24 horas foi de 174 milímetros (mm) em 24 de dezembro de 1963. Outros grandes acumulados foram 134,2 mm em 24 de dezembro de 1977, 121,2 mm em 2 de abril de 2017, 107 mm em 18 de janeiro de 1965, 104,4 mm em 16 de março de 1967, 103,4 mm em 13 de maio de 2006 e 103,2 mm em 30 de março de 2016.[10] Em um mês, o recorde absoluto é de 395,9 mm, em abril de 1984.[11]

Dados climatológicos para Monteiro
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima recorde (°C) 36,2 36,4 36 35,6 35,2 33,5 33,2 34,6 35,5 37,6 36,6 36,6 37,6
Temperatura máxima média (°C) 32,6 32,2 31,7 30,7 29,5 28,1 28 29,1 31,1 32,5 33 33 31
Temperatura média compensada (°C) 25,8 25,6 25,4 24,8 23,7 22,3 22 22,4 23,8 25,1 25,8 26,1 24,4
Temperatura mínima média (°C) 20,1 20,1 20,5 20,1 19,1 17,7 17,2 16,6 17,4 18,9 19,8 20,3 19
Temperatura mínima recorde (°C) 11,3 12 14,6 10,3 11 9,5 7,7 8,1 9,9 11,3 12,7 12,1 7,7
Precipitação (mm) 58,7 83,5 113,3 96 113,8 48,2 36 18,8 7,8 21,6 15,6 38,2 651,5
Dias com precipitação (≥ 1 mm) 4 6 8 7 9 6 4 3 1 1 1 2 52
Horas de sol 235,9 212,2 227,7 210,9 198,6 181,2 193,3 231,4 266,4 280,7 277,4 247,6 276,3
Fonte: Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) (normal climatológica de 1981-2010;[12] recordes de temperatura: 01/11/1993-presente)[8][13]

UniversidadesEditar

O município de Monteiro conta com duas instituições públicas de ensino superior. O Centro de Ciências Humanas e Exatas da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB - CCHE/Campus IV) está está localizado no centro da cidade e oferta cursos de graduação e pós-graduação lato-sensu. O CCHE também atua no desenvolvimento cultural da região promovendo ações e eventos em parceria com o Núcleo de Arte e Cultura Zabé da Loca.[14]

O Campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB - Campus Monteiro) foi implantado no município em 2009 e está localizado no bairro de Vila Santa Maria, na saída da cidade para o município de Zabelê. O IFPB - Campus Monteiro oferece cursos superiores de graduação e pós-graduação, além de cursos técnicos nas modalidades integral e subsequente.[15]

Cursos Superiores em MonteiroEditar

UEPB - CCHE/Campus IV

  • Graduação[16]
    • Bacharelado em Ciências Contábeis
    • Licenciatura em Letras - Espanhol
    • Licenciatura em Letras - Português
    • Licenciatura em Matemática
  • Especialização[17]
    • Estudos Linguísticos e Literários
    • Auditoria e Perícia Contábil

IFPB - Campus Monteiro

  • Graduação[18]
    • Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas
    • Tecnologia em Construção de Edifícios
  • Especialização[19]
    • Desenvolvimento e Meio Ambiente.

EconomiaEditar

Monteiro destaca-se também pela caprinocultura e ovinocultura, cujo grau de desenvolvimento está entre um dos mais altos[carece de fontes?] do Nordeste. Seus rebanhos também são um dos maiores da região,[carece de fontes?] além de ter animais com alta qualidade genética e criadores renomados nacionalmente[carece de fontes?].

FutebolEditar

A Sociedade Cultural Recreativo de Monteiro, conhecida popularmente como Socremo, é uma agremiação esportiva de Monteiro, no estado da Paraíba, fundada a 10 de outubro de 1968. . O "Gavião do Cariri" (como é conhecido) disputou o Campeonato Paraibano até 2000, quando foi rebaixado.

Em 2010, por estar em dívida com a Federação Paraibana de Futebol, a agremiação chegou a ser proibida de disputar qualquer competição, mesmo amistosos, campeonato amador ou categorias de base. O retorno da Socremo se deu num amistoso realizado no Estádio Feitosão contra o time da base do Náutico, que o derrotou por 3 a 1.

ComunicaçãoEditar

Canais de TV aberta no municípioEditar

Em implantaçãoEditar

Analógicos

Digitais

Emissoras de rádio do municípioEditar

FMEditar

  • 97.5 - Monteiro FM
  • 104.9 - 104 FM Imprensa

AMEditar

Em implantaçãoEditar

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Base de dados por municípios das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias do Brasil». Consultado em 10 de fevereiro de 2018 
  2. Portal Eleições 2016. «Resultado das Eleições: Monteiro-PB». Consultado em 7 de janeiro de 2017 
  3. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010 
  4. «Censo Populacional 2013» (PDF). Censo Populacional 2013. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1º de julho 2012. Consultado em 12 de janeiro de 2013 [ligação inativa]
  5. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  6. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2013 
  7. Ministério da Integração Nacional, 2005. Nova delimitação do semiárido brasileiro Arquivado em 15 de julho de 2010, no Wayback Machine..
  8. a b c «BDMEP - série histórica - dados diários - temperatura mínima (°C) - Monteiro». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 29 de maio de 2014 
  9. «Cidade paraibana registra Cº 11,6 graus, a menor temperatura dos últimos 37 anos na Paraíba». 13 de julho de 2013. Consultado em 3 de abril de 2018. Cópia arquivada em 3 de abril de 2018 
  10. «Série Histórica - Dados Diários - Precipitação (mm) - Monteiro». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 29 de maio de 2014 
  11. «Série Histórica - Dados Mensais - Precipitação Total (mm)». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 29 de maio de 2014 
  12. «NORMAIS CLIMATOLÓGICAS DO BRASIL». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 24 de março de 2018 
  13. «BDMEP - série histórica - dados diários - temperatura máxima (°C) - Monteiro». Banco de Dados Meteorológicos para Ensino e Pesquisa. Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 29 de maio de 2014 
  14. «Centro de Ciências Humanas e Exatas - UEPB Campus VI». Sobre o CCHE. Consultado em 29 de Setembro de 2016 
  15. «IFPB - Campus Monteiro». Sobre o Campus. Consultado em 29 de Setembro de 2016 
  16. «Centro de Ciências Humanas e Exatas - UEPB Campus VI». Cursos. Consultado em 29 de Setembro de 2016 
  17. «Centro de Ciências Humanas e Exatas - UEPB Campus IV». Pós - Graduação. Consultado em 29 de Setembro de 2016 
  18. «Instituto Federal da Paraíba». Cursos do IFPB - Graduação/Monteiro-PB. Consultado em 29 de Setembro de 2016 
  19. «Instituto Federal da Paraíba». Cursos do IFPB - Pós-Graduação/Monteiro-PB. Consultado em 29 de Setembro de 2016 

Ligações externasEditar