Werner Conze

professor académico alemão

Werner Conze (11 de dezembro de 1910 - 28 de abril de 1986), foi um historiador alemão, conhecido por ter sido um dos pioneiros na área da história dos conceitos alemã e co-editor da obra Conceitos Históricos Básicos, publicada a partir de 1972.

Werner Conze
Nascimento 11 de dezembro de 1910
Amt Neuhaus, Alemanha
Morte 28 de abril de 1986 (75 anos)
Heidelberg, Alemanha
Nacionalidade alemão
Cidadania Alemanha
Alma mater
Ocupação
Principais trabalhos
  • Conceitos Históricos Básicos (1972-1997)
Prêmios
  • Ordem do Mérito de Baden-Württemberg
Empregador Universidade de Münster, Universidade de Gotinga, Universidade de Heidelberg
Instituições

Carreira acadêmicaEditar

Werner Conze começou sua carreira na história social como "historiador popular" (Volkshistoriker), nomeado em 1943 para a Reichsuniversität Posen, de orientação nazista. Dois anos depois, com o fim da Segunda Guerra Mundial, Conze renegou seu passado nazista e passou a se dedicar a uma nova carreira, ligada à história dos conceitos. Juntamente com Otto Brunner e Reinhart Koselleck, Conze editou a importante obra Conceitos Históricos Básicos, que se tornou a principal referência e realização da história conceitual alemã no século XX.[1][2] Mesmo que tenha buscado um afastamento formal com a ideologia do Partido Nacional-Socialista, permaneceu intimamente ligado aos antigos professores e amigos de Königsberg, como Hans Rothfels, Theodor Schieder e Erich Maschke. Seu último livro sobre a Europa Central do Leste, publicado postumamente em 1993, mostra com clareza as continuidades no estilo de seu pensamento, marcado pela dicotomia entre dois complexos conceituais: o primeiro, marcado pelas noções de ordem, integração, organização, pátria, nação, identidade, harmonia e uniformidade; o segundo, marcado pelos conceitos de revolução, caos, ataque, movimento descontrolado e desordenado e dominação estrangeira.[3]

ObrasEditar

  • 1934 - Hirschenhof. A história de uma ilha de língua alemã na Livônia (Hirschenhof. Die Geschichte einer deutschen Sprachinsel in Livland)
  • 1939 - A questão da Bielorrússia na Polônia (Die weißrussische Frage in Polen)
  • 1940 - Constituição agrária e população na Lituânia e na Bielorrússia (Agrarverfassung und Bevölkerung in Litauen und Weißrußland)
  • 1953 - História da 291ª Divisão de Infantaria 1940-1945 (Die Geschichte der 291. Infanterie-Division 1940–1945)
  • 1956 - A reforma prussiana sob Stein e Hardenberg. Libertação e urbanismo (Die preußische Reform unter Stein und Hardenberg. Bauernbefreiung und Städteordnung)
  • 1957 - A história estrutural da era técnico-industrial como tarefa de pesquisa e ensino (Die Strukturgeschichte des technisch-industriellen Zeitalters als Aufgabe für Forschung und Unterricht)
  • 1958 - Unidade alemã (Deutsche Einheit)
  • 1958 - Nação polonesa e política alemã na Primeira Guerra Mundial (Polnische Nation und deutsche Politik im Ersten Weltkrieg)
  • 1963 - A nação alemã. Resultado da história (Die Deutsche Nation. Ergebnis der Geschichte)
  • 1969 - Imperador Jacob. Um político entre Oriente e Ocidente 1945-1949 (Jakob Kaiser. Politiker zwischen Ost und West 1945-1949, coautoria de Erich Kosthorst e Elfriede Nebgeb)
  • 1972-1997 - Conceitos Históricos Básicos: léxico histórico sobre linguagem político-social na Alemanha (Geschichtliche Grundbegriffe. Historisches Lexikon zur politisch-sozialen Sprache in Deutschland, coeditado por Otto Brunner e Reinhart Koselleck)
  • 1978 - Estado e sociedade no Vormärz alemão 1815–1848 (Staat und Gesellschaft im deutschen Vormärz 1815–1848)
  • 1992 - Sociedade - Estado - Nação. Ensaios coletados (Gesellschaft – Staat – Nation. Gesammelte Aufsätze, póstuma)

Referências

BibliografiaEditar

  • Jasmin, Marcelo Gantus; Feres Júnior, João (2006). «História dos conceitos: dois momentos de um encontro intelectual». In: Jasmin, Marcelo Gantus; Feres Júnior, João. História dos conceitos: debates e perspectivas. Rio de Janeiro: Editora PUC-Rio: Edições Loyola: IUPERJ. 15 páginas. ISBN 978-85-15-03420-8 
  • Richter, Melvin (2006). «Avaliando um clássico contemporâneo: o Geschichtliche Grundbegriffe e a atividade acadêmica futura». In: Jasmin, Marcelo Gantus; Feres Júnior, João. História dos conceitos: debates e perspectivas. Rio de Janeiro: Editora PUC-Rio: Edições Loyola: IUPERJ. 15 páginas. ISBN 978-85-15-03420-8 
  • Schöttler, Peter (2001). «Historiker ohne Vergangenheit». Cópia arquivada em 22 de agosto de 2018 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre história ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.