Abrir menu principal

Wilhelm Miklas

político austríaco
Wilhelm Miklas
Nome nativo Wilhelm Miklas
Nascimento 15 de outubro de 1872
Krems an der Donau
Morte 20 de março de 1956 (83 anos)
Viena
Cidadania Áustria
Alma mater Universidade de Viena
Ocupação político
Religião Igreja Católica

Wilhelm Miklas (Krems an der Donau, 15 de outubro de 1872Viena, 20 de março de 1956) foi o terceiro presidente da Áustria, de 1928 até a sua anexação pela Alemanha nazista em 1938.[1]

BiografiaEditar

Filho de um carteiro, Miklas estudou História e Geografia na Universidade de Viena enquanto participava do Partido Social Cristão, onde logo se destacou como uma liderança. Em dezembro de 1928 foi eleito Presidente da Áustria e permaneceu no cargo por dez anos, até o Anschluss nazista, que anexou seu país e o transformou numa província da Alemanha.

No período anterior à anexação, durante a agitação política nazista no país, o Presidente Miklas ofereceu anistia a membros do Partido Nazista austríaco presos, mas se recusou a atender o pedido de Hitler de entregar o controle da força da polícia nacional a Arthur Seyss-Inquart, o líder dos nazistas austríacos; foi ,entretanto, obrigado a ceder quando o Führer alemão ordenou manobras militares da Wehrmacht na fronteira dos dois países, obrigando-o a atender suas demandas sob ameaça militar, e nomeou Seyss-Inquart como Ministro do Interior da Áustria.

 
Túmulo do Presidente Miklas.

As demandas foram aumentando até que, em março de 1938, Hermann Goering exigiu que Seyss-Inquart substituísse Kurt Schuschnigg como Chanceler da Áustria. Miklas recusou-se, e após Hitler receber garantias de Mussolini de que não interviria na questão, foi anunciado que a Alemanha invadiria na manhã do dia seguinte. Ele capitulou à meia-noite, comunicando que havia empossado Seyss-Inquart como novo chanceler, mas já era tarde demais. Ao alvorecer, tropas nazistas entraram no país e foram recebidos com entusiasmo pelo povo nas ruas.

Miklas era odiado pelos nazistas austríacos por sua recusa inicial em permitir que eles governassem o país; ele foi preso, colocado em prisão domiciliar pelo coronel da SS Otto Skorzeny e desapareceu da esfera política.

Precedido por
Michael Hainisch
Presidente da Áustria
19281938
Sucedido por
Karl Renner

Referências

  1. «Miklas, Wilhelm» (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2011