A Grande Noitada

filme de 1997 dirigido por Denoy de Oliveira

A Grande Noitada é um filme brasileiro de 1997, do gênero drama, estrelado por Othon Bastos e dirigido por Denoy de Oliveira, que morrera sem ver a estréia do filme.

A Grande Noitada
 Brasil
1997 •  cor •  100 min 
Direção Denoy de Oliveira
Produção Palmares Arte Cinema Video
Roteiro Denoy de Oliveira
Elenco Othon Bastos
Ítalo Rossi
Esther Góes
Gênero drama
Música Caíto Marcondes
Direção de fotografia Claudio Portioli
Direção de arte Rui de Oliveira
Edição Mauro Alice
Idioma português

Othon Bastos interpretou pela segunda vez um marido hostilizado pela esposa vivida novamente pela atriz Esther Góes. A primeira vez foi na novela Felicidade de Manoel Carlos que foi ao ar pela Rede Globo em 1991.

SinopseEditar

Um rico industrial, Tristão Roque Brasil, vivido por Othon Bastos, amarga uma derrota fragorosa nas eleições para prefeito. Quando sua empresa quase lança no mercado um produto estragado, Tristão tem um princípio de enfarte. Em casa, a vida de Tristão é ainda mais decepcionante. A esposa o trata com frieza e seus filhos só querem seu dinheiro. A única alegria está nos momentos que passa assistindo a óperas. Rumando solitário para a récita de 'Elixir do Amor', Tristão encontra Mimi, uma manicure que o leva para o que seria sua primeira relação extraconjugal. E, em meio à noitada, Tristão tem um novo ataque, desta vez fatal. Morto na casa da manicure, torna-se um inconveniente problema: Mimi está em liberdade condicional.[1]

ElencoEditar

PremiaçõesEditar

Prêmio Especial da Crítica e Ator Coadjuvante Augusto Pompêo, XXX Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, DF, 1998. [2]

Referências

  1. «Cópia arquivada». Consultado em 4 de maio de 2013. Arquivado do original em 15 de novembro de 2013 
  2. http://www.meucinemabrasileiro.com/filmes/grande-noitada/grande-noitada.asp


Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um filme é um esboço relacionado ao Projeto Entretenimento. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.