Abrir menu principal
Luciano Chirolli
Nome completo Luciano Chirolli Xandó de Oliveira
Nascimento 14 de janeiro de 1962 (57 anos)
Poços de Caldas, MG
 Brasil
Ocupação Ator e diretor teatral
Outros prêmios
Prêmio Shell de Teatro em 2011 de melhor ator por "As Três Velhas", de Alejandro Jodorowsky, com direção de Maria Alice Vergueiro [1]

Luciano Chirolli (Poços de Caldas, 14 de janeiro de 1962) é um ator e diretor teatral brasileiro.

BiografiaEditar

Luciano Chirolli (pronúncia: Quirólli) nasceu na cidade de Poços de Caldas no ano de 1962, é irmão do ex-jogador de vôlei da Seleção Brasileira, Xandó. Nos anos 1980, fez de São Paulo sua residência e formou-se na Escola de Artes Dramáticas da USP em 1987. No mesmo ano, estreou profissionalmente na peça Leonce e Lena, de Georg Büchner e direção de William Pereira, pela qual recebeu os prêmios Governador do Estado e Mambembe[2].

Fez sua estreia nas obras dramatúrgicas da Rede Globo com a minissérie Mad Maria, de Benedito Ruy Barbosa e dirigida por Ricardo Waddington, no ano de 2005, com o personagem Addams[3]. No ano seguinte, esteve novamente no elenco de uma minissérie global, JK, de Maria Adelaide Amaral e Alcides Nogueira, interpretando Mata Machado, e posteriormente atuou em Páginas da Vida, de Manoel Carlos [4].

É um dos fundadores, ao lado de Maria Alice Vergueiro e Fábio Furtado, do Grupo Pândega de Teatro Jodorowskiano.

FilmografiaEditar

TelevisãoEditar

CinemaEditar

Referências

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.